Desde 02/06/2003 Criação, produção e edição: Edu Cesar


papodebola@gmail.com


papodebola


sitepapodebola


edupapodebola


(51) 99843-7700

SOBRE ESTA SEÇÃO
Imagens que marcaram época, sons inesquecíveis, personagens que fizeram história. Para entender o presente, é preciso conhecer o passado. Aqui, recordar é mais do que viver. É saber, é contextualizar, é rememorar. Viaje no tempo.
 
LEIA AQUI as colunas anteriores
 
Domingo, 26 de janeiro de 2020
Palmeiras x São Paulo fora da capital

Com o Allianz Parque ainda inutilizável devido à implantação da grama sintética e devido a desacordos com os novos administradores do Pacaembu, o Palmeiras levou para Araraquara - considerado um "reduto alviverde" - o clássico das 16h de hoje, contra o São Paulo, pelo Campeonato Paulista. Um "Choque-Rei" acontecer fora da capital não é novidade, muito ao contrário. A seguir estão três bons exemplos.

Em 2001, o torneio tinha mais um dos vários experimentos feitos pela Federação em diversas edições. O daquela temporada foi que dois árbitros comandavam cada jogo. Em 11 de março, Edílson Pereira de Carvalho (aquele da máfia do apito) dividiu com Luís Marcelo Cansian a arbitragem dos 3 x 0 tricolores no Benedito Teixeira, em São José do Rio Preto. O time de Vadão abriu larga frente ainda no primeiro tempo com Fábio Simplício aos 7 minutos, França aos 19 e Júlio Baptista aos 38. Os comandados de Celso Roth só não caíram de 4 pois Marcos defendeu um pênalti cobrado por Belletti na segunda etapa. Os lances são vistos abaixo na apresentação de Paulo Soares, da ESPN Brasil.



Vamos até 16 de março de 2008, Ribeirão Preto a sede, Santa Cruz o estádio. Os são-paulinos não perdiam este enfrentamento em Estaduais havia 11 anos e abriram o marcador aos 38 minutos do 1º tempo, com Adriano. Mas apenas 5 minutos depois, Kléber empatou. A virada e a goleada dos comandados de Vanderlei Luxemburgo sobre a equipe de Muricy Ramalho vieram na metade complementar. Foram 3 cobranças de pênalti convertidas: Denílson aos 32, Valdivia aos 39 e Diego Souza aos 50 minutos. Tudo foi relatado por Milton Leite no Premiere FC.



Um clássico frenético aconteceu em 26 de fevereiro de 2012, no Eduardo José Farah, em Presidente Prudente. Por 3 vezes o Palmeiras esteve na frente e por 3 vezes o São Paulo empatou, assim acabando o embataço. A sequência foi assim: no 1º tempo, Daniel Carvalho aos 5, Cícero aos 30 e Barcos aos 37 minutos; e na 2ª etapa, Willian José aos 8, Barcos aos 28 e Fernandinho aos 32 minutos. Téo José transmitiu esta partida pela TV Bandeirantes.

Torneios de futebol, todas as modalidades e variedades não-esportivas.

Destaques da imprensa esportiva. O que acontece em TV, rádio, jornal e web.

Podcasts com pitacos sobre os esportes e outros registros interessantes.

Convidados escrevem sobre temas de agora no futebol e em todos os esportes.

Para entender o presente, é preciso conhecer o passado. Aqui se faz isso.

Teste de conhecimentos com direito a charadas e perguntas "pega-ratão".

Verde para o bom, vermelho para o ruim e amarelo para chamar a atenção.

Gente do esporte dá dicas de livros, filmes, música, culinária e mais.