Desde 02/06/2003 Criação, produção e edição: Edu Cesar


papodebola@gmail.com


papodebola


sitepapodebola


edupapodebola


(51) 99843-7700

SOBRE ESTA SEÇÃO
O editor Edu Cesar traz o que é notícia envolvendo a imprensa esportiva, neste que é um espaço pioneiro sobre o assunto. Mudanças de emissoras, direitos de transmissão de campeonatos, grandes reportagens, bolas fora e muito mais.
 
LEIA AQUI as colunas anteriores
 

Domingo, 28 de março de 2021
Perdemos Paulo Stein



A ideia desta edição era ser conjunta de sábado e domingo. Começaria a escrevê-la depois das 2 da tarde, após atualizar a "24 Horas" de fim-de-semana. Conseguiria publicá-la ali pelas 7, talvez 8 da noite do sábado. Porém, a publico no começo da madrugada do domingo pois fiquei "aéreo" justamente quando iniciaria sua edição, arrasado que fiquei por essa perda gigantesca para a televisão esportiva brasileira e para o carnaval do Rio de Janeiro. Falamos de mais uma das mais de 310 mil vítimas do coronavírus neste país, partido que é aos 73 anos.

Paulo Stein começou na imprensa escrita, no saudoso Jornal dos Sports (o "Cor-de-Rosa") em 1968. Depois foi repórter da sucursal do jornal O Estado de S.Paulo de 1969 até 1978, sendo ainda colunista do jornal O Fluminense de 1978 até 1981. Em simultâneo, foi pra mídia falada através do rádio ao trabalhar na Tupi de 1971 até 1976 e na Nacional de 1976 até 1981. Então, veio a televisão. A Rede Bandeirantes lançou em 1977 a TV Guanabara (que adotaria três anos depois o nome da matriz) e ele foi seu primeiro diretor de esportes e narrador principal, numa equipe que tinha nomes como Márcio Guedes, Alberto Léo, José Roberto Tedesco e o iniciante narrador Galvão Bueno. Além dos jogos dos clubes cariocas, a equipe fazia o debate "Bola na Mesa" nas noites de domingo. Foi na Bandeirantes que ele transmitiu sua primeira Copa do Mundo, em 1978, tanto como narrador quanto como comentarista.

Em 1983, Paulo se transfere para a então surgida Rede Manchete, na qual entraria para a história como seu principal rosto esportivo até o fim dela em 1999. Ali faria as Copas do Mundo de 1986, 1990 e 1998, sendo titular em 86 e 98, enquanto em 90 foi a voz mais atuante, mas não nos jogos do Brasil, o primeiro feito por Osmar de Oliveira e os demais por Osmar Santos - e se não fosse o calote da IBF a impedir a transmissão justamente da edição do tetra em 1994, também ali o "Pai da Matéria" seria o titular, como já acontecera nas Eliminatórias um ano antes. Em Jogos Olímpicos, destacou-se nas transmissões de 1984, 1988 e 1992. Fez ainda os títulos brasileiros do Coritiba em 1985 e do Vasco em 1989, ano também do Campeonato Carioca que rompeu a seca de 21 anos do Botafogo, e ainda a Copa do Brasil vencida pelo Criciúma em 1991. Comandou a "Manchete Esportiva" e os debates do "Toque de Bola".

Mas mais até do que o esporte, Paulo Stein fez história na Manchete ao liderar as transmissões do desfile das escolas de samba, tornando-se um eterno referencial máximo em qualidade jornalística de nível por pouquíssimos atingido. A primeira foi logo a maior de todas, em 1984, quando a treta máxima com o governador Leonel Brizola fez a Globo decidir não exibir o carnaval no sambódromo inaugurado na Sapucaí. A emissora dos Bloch foi com tudo nessa ideia e liderou a audiência no Rio de Janeiro. Dali por diante, quase todos os desfiles foram feitos até o derradeiro em 1998 - teve um dado momento no começo dos anos 90 em que eles foram exclusivos da Globo por um ou dois anos, e aí Paulo foi cobrir a folia da Bahia. Também o desfile de São Paulo teve sua presença por alguns anos. O time que ele comandava possuía grande conhecimento e curtia a festa, mas com viés crítico do positivo e do negativo.

De março a agosto de 1996, Paulo trabalhou na Record, onde narrou o Campeonato Carioca e participou da cobertura dos Jogos Olímpicos. Estes cinco meses foram os únicos nos quais esteve fora da Manchete desde que nela chegou até dela sair. Em 2001, retornou ao vídeo após algum tempo fora do ar para fazer o debate esportivo de domingo à noite na TVE, reencontrando ex-colegas de Manchete e Bandeirantes como Márcio Guedes e Alberto Léo, seus mais históricos parceiros - assim foi tanto no "Ataque", título decorrente da parceria com o jornal O Dia (cujo suplemento esportivo leva este nome), quanto no sucessor "EsporTVisão". Isso durou uns quatro ou cinco anos, não sei precisar o tempo. Entre 2008 e 2010, passou pela ESPN Brasil, onde fazia o "Bate-Bola" a partir do Rio de Janeiro. Em 2009, teve sua presença derradeira no carnaval ao comandar o desfile do acesso carioca pela CNT.

Marcante concorrente da Globo na TV aberta nos anos 80 e 90, Paulo Stein passou a dela fazer parte através do SporTV e do Premiere em 2011. Infelizmente ele não fazia eventos ditos principais, aqueles mais visados e que rendem as maiores audiências e repercussões, mas sim jogos de futebol mais secundários e menos chamativos, além de muitos eventos de tudo quanto era modalidade, tudo mesmo (e também aí nem sempre dos principais, uma pena). Apesar disso, foi um período longo e importante de sua carreira, ido até 2019, quando foi dispensado. No mês passado, ele deu suas duas últimas entrevistas em vivos no YouTube. No dia 19, por duas horas falou ao Só Esportes, onde disse que a questão física (ser acima do peso) influenciou na sua saída, o que repercutiu demais e não teve resposta da parte da Globo. Três dias depois, foi convidado do SambaRio ao longo de quase três horas.

Todas as perdas de personalidades marcantes sempre lamento por serem figuras que escreveram seus nomes na história com trajetórias importantes, mas algumas acabam tocando mais fundo em mim por motivos diversos. Essa do Paulo é uma que me deixou mal demais porque sempre fui fã da Rede Manchete, assistia demais ela. Sua presença carismática e segura, comando competente de atrações e transmissões, voz extraordinária, posições firmes, tudo isso sempre fez dele um grande nome que merecia a audiência no que quer que fizesse.

Um fim-de-semana de muitas efemérides

Este é um fim-de-semana de muitas "Datas em 0 ou 5", envolvendo tanto acontecimentos importantes quanto figuras de destaque. Pela importância deles e delas, vem para o começo da coluna este registro que inicio agora.

10 anos do futebol da Rádio BandNews FM



Foi num 27 de março de 2011 que a emissora jornalística do Grupo Bandeirantes lançou sua primeira equipe esportiva, no São Paulo 2 x 1 Corinthians do Paulistão na Arena Barueri. Cumprindo turno dobrado naquele dia por ter feito na madrugada o Grande Prêmio da Austrália de início da temporada da Fórmula 1, Odinei Edson comandou a jornada inaugural, que teve ainda o comentarista Sérgio Xavier (estreando nesta mídia e regressando à Band depois de seis anos, comentarista que fora da TV Bandeirantes no então projeto independente "Esporte Interativo") e os repórteres Arthur Covre e Bárbara Tellini, além da apresentação de Eduardo Barão - que, naquele domingo, foi acompanhado da hoje diretora geral Sheila Magalhães. Também marcaram presença o são-paulino Luiz Megale e o corintiano Marcelo Duarte, que na época formavam a dobradinha do semanal "É Brasil que Não Acaba Mais".

Além de Odinei, Sérgio, Arthur, Bárbara e Barão, a primeira equipe esportiva tinha ainda Carlos Fernando na narração, Erich Beting nos comentários e o hoje comentarista André Coutinho na reportagem. O locutor da Fórmula 1 ficou apenas meio ano no futebol por depois voltar a ser exclusivo das corridas, ingressado que foi na emissora no segundo semestre daquele ano Dirceu Maravilha, saído pouco antes da Rádio Record e que retornava ao Grupo Bandeirantes depois de seis anos. Cacá também saiu no fim daquele 2011 e o segundo narrador passou a ser o estreante na função Alex Muller, que por isso deixara a reportagem da Rádio Bandeirantes - mais adiante, Renato Rainha o substituiria. Desde o começo, a estética sonora de trilhas e vinhetas sempre se destacou, além do áudio-ambiente robusto. Diferenciações, como os onze iniciais serem passados pelos técnicos dos times, também marcam desde o começo.

Antes de começar esta equipe esportiva, a BandNews FM teve episódicas presenças no futebol. A primeira delas foi em 2005, no Brasil 4 x 1 Paraguai das Eliminatórias no Beira-Rio, quando um trabalho experimental teve uma mesa redonda debatendo o jogo com Marcello D'Angelo (hoje diretor de relações com o mercado da Band), Bernardo Ramos e Marília Ruiz (hoje comentaristas do BandSports e ele posteriormente comentarista da própria rádio), sendo inseridos trechos das narrações de José Silvério na RB de São Paulo e de Daniel Oliveira na RB de Porto Alegre. Em 2006, a decisão Internacional 2 x 2 São Paulo da Libertadores foi transmitida por Ulisses Costa e comentada por Paulo Bonfá e pelos apresentadores torcedores Felipe Vieira (hoje no BandNews TV e no "Jornal da Noite" na Band) e Luiz Megale. Fora isso, apenas redes com a Bandeirantes AM/FM em eventos como a Copa do Mundo.

Nestes 10 anos, a BandNews FM transmitiu quase todas as competições que envolveram os clubes paulistas - quando digo "quase todas", é que uma que ela não fez com narração foi o Mundial conquistado em 2012 pelo Corinthians, que teve apenas cobertura jornalística in loco do Eduardo Barão. Entre 2013 e 2014, as transmissões dela foram veiculadas também na Bradesco Esportes em momento de enxugamento máximo dessa. As redes com a Bandeirantes foram mantidas em Copas do Mundo, América e das Confederações e em Jogos Olímpicos. Houve ainda algumas jornadas da Liga dos Campeões da UEFA. Dos profissionais da equipe estreante, permanecem apenas Arthur Covre e André Coutinho, hoje colegas de Marcelo do Ó, Silva Júnior, Napoleão de Almeida, Doni Vieira, Bruno Camarão, Alinne Fanelli e Juliana Yamaoka - até dias atrás também estava Luiz Teixeira, que foi para a Globo/SporTV.

10 anos da estreia da Rádio Estadão/ESPN



Também foi num 27 de março de 2011 que a parceria Eldorado/ESPN, vinda desde 2007, evoluiu substancialmente com a união destas duas fortes marcas em uma nova programação que mesclava jornalismo geral e esporte, este com farto espaço na programação - infelizmente durou pouco tempo esta dobradinha, apenas até meados de 2013, mas foi um tempo inesquecível dada a alta qualidade dos envolvidos, que ainda quatro anos antes levaram para o AM e FM o sucesso que já faziam na televisão. Os trabalhos começaram às 8 da manhã com o programa especial "ESPN ao Ar Livre", comandado por João Palomino, e o grande destaque foi a estreia da versão radiofônica do "Abre o Jogo" entre 12h50 e 15h40, retransmitida simultaneamente pela ESPN Brasil na televisão.

A primeira transmissão da Estadão/ESPN foi às 10h, no amistoso Brasil 2 x 0 Escócia feito por Cledi Oliveira e Mauro Cezar Pereira, com reportagem presencial em Londres de João Castelo Branco e plantão de Rômulo Mendonça (que ainda no finalzinho da Eldorado/ESPN iniciara sua trajetória na firma, hoje vitoriosa na telinha). No São Paulo 2 x 1 Corinthians do Paulistão às 16h, Paulo Soares comandou a transmissão com comentários de Paulo Calçade e Paulo Vinícius Coelho, sendo a reportagem de Eduardo Affonso e Flávio Ortega no campo e de Sérgio Loredo e Conrado Giulietti com o dito "outro lado do jogo" na Arena Barueri, além de Marcelo Di Lallo no plantão. Depois, Ituano 2 x 3 Santos teve o 2º tempo feito por Everaldo Marques, Leonardo Bertozzi e Felippe Camargo.

Além dos três jogos, do especial de inauguração e do pré-jogo já destacados, o domingo de estreia da Estadão/ESPN teve o pós-jogo "De Primeira" às 18h também simultâneo com a ESPN Brasil e retornado às 20h30, além do programa de resultados do fim-de-semana "Tabelão" às 22h e o "Sportscenter" retransmitido da TV às 23h30. Em fato aquele fim-de-semana era para ter as operações iniciadas ainda na madrugada com a Fórmula 1. Porém, impeditivos não solucionados a tempo não permitiram a veiculação do GP da Austrália - por isso mesmo Everaldo Marques fez Ituano x Santos, do contrário Gustavo Villani o irradiaria. A partir da etapa seguinte, as corridas passaram a ser feitas pelo Evê em trio com Flávio Gomes, que também foi apresentador das jornadas futebolísticas, e Lívio Oricchio na reportagem - Lívio, aliás, sucedido por Flávio como comentarista da Rádio Bandeirantes em 2002.

Nos dois anos de existência, a Estadão/ESPN transmitiu não apenas os campeonatos que envolveram os clubes de São Paulo, mas também a Liga dos Campeões da UEFA, na qual um momento histórico veio na final de 2012, vencida pelo Chelsea nos pênaltis sobre o "mandante" Bayern de Munique (o "mandante" foi por dar o acaso do Bayern chegar na decisão marcada muito antes para a Allianz Arena). A ESPN Brasil já estava lá com equipe completa para sua transmissão e a rádio também teve uma equipe inteira in loco, destacando-se Paulo Soares e Mauro Cezar Pereira. Na Fórmula 1, Lívio Oricchio deu lugar pouco tempo depois a Vanessa Ruiz na reportagem.

10 anos do 100º gol do Rogério Ceni



Sábado de lembrança deste acontecimento único por não haver outro goleiro no futebol mundial que atingisse a marca centenária de bolas na rede. No rádio, as duas transmissões mais especiais foram as citadas acima, da BandNews FM e da Estadão/ESPN, mas todas as AM e/ou FM esportivas eternizaram este lance com grandes narrações - o que, inclusive, me custou de 12 a 13 horas no dia seguinte para algo que tenho como uma das melhores coisas que fiz nestes quase 18 anos de PAPO DE BOLA - O SITE: a "Rádio PB" na qual mixei trechos de 11 narrações do gol: as já citadas do Odinei Edson e do Paulo Soares e mais as de Hugo Botelho (105 FM), José Silvério (Rádio Bandeirantes), Deva Pascovicci (CBN), Oscar Ulisses (Rádio Globo), Nilson César (Jovem Pan), Éder Luiz (Transamérica/Record), Cléber Machado (TV Globo), Téo José (TV Bandeirantes) e Linhares Jr. (Premiere).

Da televisão, três observações: Linhares não gritou gol neste lance, mas isso de forma alguma diminuiu a emoção que colocou nele, rendendo um de seus momentos mais legais no SporTV; Cléber já era o titular do futebol paulista na Globo havia muito tempo e Galvão Bueno estava na Inglaterra naquele domingo com a Seleção Brasileira; e Téo narrou o clássico pois Luciano do Valle estava nos EUA fazendo a abertura da Fórmula Indy em São Petersburgo. Aliás: por causa dela, o "Majestoso" começou cinco minutos atrasado - e Neto entregou no ar: o repórter Fernando Fernandes deu uma enrolada dentro de campo nos trabalhos pré-jogo para justamente ganhar tempo e a Bandeirantes poder pegar a partida desde o começo devido ao atraso da corrida. No que ela findou, bora pro jogo. A audiência total da vitória do São Paulo foi de 32 pontos na capital, sendo 25 da Globo e 7 da Bandeirantes.

10 anos do 1º Grande Prêmio de Fórmula 1 em HD

Foi a partir da vitória de Sebastian Vettel em Melbourne, naquele 27 de março, que a categoria passou a ter imagens em alta definição. Na Rede Globo, coube a Luís Roberto o relato pois, como citei acima, Galvão Bueno estava em Londres para Brasil x Escócia. Mas não ficou apenas nisso as novidades. Uma não chegou a acontecer ainda ali e sim na etapa da Malásia duas semanas depois, que foi a também já citada estreia da Estadão/ESPN, cujo repórter in loco ser Lívio Oricchio afetou a CBN/Globo, nas quais a reposição veio da Folha de S.Paulo: Tatiana Cunha.

Já a Jovem Pan passou a transmitir as provas não apenas no AM, mas também no FM de São Paulo, ganhando como novidade Christian Fittipaldi para dividir os comentários com Claudio Carsughi - muito simbólico isso sendo Christian neto do inesquecível "Barão" Wilson Fittipaldi, voz icônica da categoria (e dos títulos do filho Emerson) ainda na antiga PanAmericana. E na dobra Bandeirantes + BandNews, o comentarista Fábio Seixas deixara São Paulo para passar a fazer as provas direto do Rio de Janeiro, para onde fora transferido pelo jornal Folha de S.Paulo.

10 anos de Mauro Beting em duas emissoras ao mesmo tempo



Não apenas duas emissoras diferentes, mas dois programas diferentes ao mesmo tempo naquele 28 de março de 2011. Não, o Dr. Albieri da novela "O Clone" não fez com Joelmir Júnior o que fez com Murilo Benício. Só que um dos programas era ao vivo e o outro fora gravado pouco antes. Ao vivo Mauro estava na apresentação do "Propaganda Futebol Clube", saudoso semanal do BandSports que tinha futebol debatido por publicitários que assumiam suas cores clubísticas. A gravação de horas antes foi na TV Cultura, no "Roda Viva" que entrevistou o presidente do Corinthians, Andrés Sanchez. Ele e Vladir Lemos (da casa) foram os convidados daquela edição do programa então ancorado por Marília Gabriela, que tinha Augusto Nunes e Paulo Moreira Leite como participantes fixos.

50 anos de Leandro Quesada neste sábado



Atingido o cinquentenário pelo principal repórter esportivo que a Rádio Bandeirantes de São Paulo teve no século 21, titular da função que fora de 1999 até 2015 - e especialmente a partir de 2000, quando formaria uma grande dupla com José Silvério, que rodaria todo o país e boa parte do mundo nas partidas dos quatro grandes estaduais e sobretudo da Seleção Brasileira em Copas do Mundo e outras mais (o ápice no penta em 2002). A trajetória dele começou em 1995, dentro da grande renovação que a emissora fizera na equipe de reportagem. Poucos anos depois, faria a dupla principal com Ricardo Capriotti, que passou a apresentador em 1999 com as saídas de Paulo Edson e Cláudio Zaidan. Quesada assumiu a condição de repórter titular e substituto imediato do Capriotti nos programas.

Quando digo "até 2015", é porque no 2016 que marcaria sua saída da emissora já começara uma transição da reportagem para os comentários, onde passaria a ser mais frequente acompanhá-lo. Esta passagem longa também seria marcada pela apresentação do "Esporte em Debate" em fases diversas, mais marcantemente em duplas com Sílvio Luiz e Alexandre Praetzel, e incluiria um período tanto de Canal 21 de São Paulo quanto de TV Bandeirantes como integrante do debate local do "Jogo Aberto" e participações no "SP Acontece". Em 2016, o "Espadachim da Notícia" (apelido dado por Roberto Avallone no início dos anos 2000) transferiu-se para o Fox Sports, do qual saiu no fim do ano passado de forma nada positiva. Ultimamente, foi acompanhado na TV Walter Abrahão.

55 anos de Débora Meneses neste domingo



Apresentadora esportiva de grande destaque nas décadas de 1990 e 2000, ela celebra mais um aniversário - e uma mulher especialíssima para este site, mas já vou citar isso. Revelada no fim dos anos 80 pela TV Gazeta de São Paulo a partir do acima citado Roberto Avallone, passou pela TV Bandeirantes não no esporte, mas na apresentação do matinal "Dia Dia". Depois, esteve à frente de programas da Manchete na fase "A Grande Jogada", comandada pelo Osmar Santos na época em que o controle da emissora era da IBF e o principal centro de produção esportiva deixara de ser o Rio de Janeiro. Sua belíssima presença de voz muito atraente ganharia mais público depois disso.

Em 1996, Débora foi para a Rede Globo e passou a fazer a edição paulista do "Globo Esporte", da qual se tornaria figura marcante até meados de 2002. Também teve presenças nacionais no "Esporte Espetacular" e, em 1998, co-apresentou o "SPTV - 2ª Edição" em dupla com Carlos Tramontina - e com chefia de edição de Marco Antônio Rodrigues, o "Bodão". No ano 2000, foi uma das enviadas do Plim-Plim à Austrália para os Jogos Olímpicos de Sydney. A partir de 2004, seu trabalho seguinte foi na Cultura, chegando a apresentar por algum tempo o "Cartão Verde", mas especialmente fazendo por alguns anos o "Hora do Esporte". Saiu de lá em 2006 e teve brevíssima passagem na reportagem do SBT em 2007. Aí entra aquilo que até hoje me deixa muito feliz e agradecido.

Nos idos de 2008, fã que sempre fui de programas musicais no rádio, inventei de publicar um aqui no PAPO DE BOLA - O SITE, chamado "Podcasts de Domingo" (nem pense em perguntar em qual dia da semana ele ia ao ar, rs). Eu já me correspondia com a Débora por e-mail na época e, como naquela época era maluco em ideias que me ocorriam - muitas delas eu hoje não teria cara-de-pau de fazer por retraído que tenho estado -, sugeri a ela que gravasse a apresentação dele. Para minha alegria, veio a aceitação. Foram menos de dez edições, que eu mesmo editava ajustando músicas, trilhas, vinhetas (aliás: obrigado para sempre também ao amigo Rener Lopes por elaborar as que ali utilizei)... E a Débora esplendorosa, brilhante e maravilhosa. Eternamente morará no meu coração.

Depois disso, retornou à telinha no interior de São Paulo e no setor de variedades ao assumir na TV TEM (afiliada da Globo em quatro áreas do estado) a apresentação do "De Ponta a Ponta", que ia ao ar nos finais de noite de domingo, no mesmo horário de início do "Domingo Maior" na rede nacional - o filme entrava na sequência. Ali permaneceu até 2013. No ano seguinte, foi homenageada no Troféu ACEESP com o prêmio que leva o nome da lendária Regiani Ritter, destinado a mulheres que escreveram seu nome no jornalismo esportivo. Ano passado ela regressou à TV TEM numa nova fase do "De Ponta a Ponta", agora nas tardes de sábado. Após a re-estreia em março, interromperam tudo após uma ou duas semanas e retomaram somente em agosto, com a última exibição sendo em outubro.

Outros destaques

A Fórmula 1 começou no rádio para Sérgio Maurício O UOL Esporte trouxe um especial sobre o narrador da TV Bandeirantes na categoria, feito por sua repórter - e produtora da emissora na equipe presencial nos autódromos - Julianne Cerasoli. A curiosidade destacada no título eu não fazia a mínima ideia que tivesse ocorrido e é muito bacana: apaixonado por automobilismo desde sempre, ele insistiu em 1988 que a Rádio Carioca (nome retomado em novembro passado após 11 anos sendo Rádio Sucesso) transmitisse o Grande Prêmio do Brasil. Mesmo com ele acontecendo no Rio de Janeiro, a emissora cobriu a prova não em Jacarepaguá, mas sim da sua casa, sendo alugadas linhas telefônicas para viabilizar o "geladão", que é como chamam no Rio os famosos e impopulares tubos.

E se mostrarem imagens da F-1 na Globo? Talvez o "Globo Esporte" registre algo na segunda-feira, é algo a cuidar, como serão os registros da categoria na programação da agora não mais exibidora dela. Uma coisa apenas acho que não acontecerá: surgir o logo da Bandeirantes em eventuais imagens exibidas. Digo isso porque o logo do Plim-Plim nunca apareceu nas imagens das provas que noticiários de todas as emissoras - inclusive a própria Bandeirantes - mostravam ao destacá-las em pequenos resumos, parecendo que elas as pegassem de agências internacionais ou algo assim, já que sempre foram as imagens limpas. Creio que assim permaneça igual agora.

Novo cenário do "Show do Esporte" Estreará neste domingo (9h em Sampa City e 10h30 na rede nacional) e foi apresentado nesta sexta-feira no "Jornal da Band", já com Glenda Kozlowski - regressada após uma semana ausente para cuidar do filho no Rio de Janeiro -  e Elia Júnior nele. Mais incrementado e bonito que o inicial.

Alexandre Santos na capa do Estadão O icônico ex-narrador da Rede Bandeirantes estampou a primeira página d'O Estado de S.Paulo na última quarta-feira em pauta sobre vacinados contra a Covid-19, para a qual deu um depoimento, imunizado que foi em 1ª dose há três semanas. Apenas observo que o jornal cometeu um erro que é recorrente em praticamente todos os perfis existentes sobre ele: afirmar que sua carreira foi interrompida em 2002 por causa do AVC que sofreu. Em fato, ele continuou trabalhando por mais alguns anos, fazendo parte dos primeiros de operação do BandSports. Em agosto de 2007, ao conversar com Milton Neves no "Domingo Esportivo" da Rádio Bandeirantes, ele destacou que seguia no ar fazendo o programa "Gol de Placa" e narrando boxe e futebol society. Dia desses, achei no YouTube uma pérola: Alexandre narrando luta livre pelo canal por assinatura em 2006.

Globo vai esperar o que tiver que esperar Do Gabriel Vaquer no UOL Esporte: a emissora não pretende dar pitacos nos bastidores sobre o Campeonato Paulista e deixar que os clubes decidam o que fazer, transmitindo os jogos quando e onde acontecerem - igual foi na última quarta-feira no São Bento x Palmeiras de Volta Redonda. Há uma preocupação de se evitar consequências parecidas com as do Carioca de 2020, que chegou a ter jogo suspenso a menos de um dia da realização. O Paulistão continuará sem acontecer em campos locais ao menos até 11 de abril.

Afogando em números nordestinos Do Gabriel Vaquer no UOL Esporte: sábado passado, a Jangadeiro (SBT) liderou na capital cearense com Ceará x Fortaleza, que marcou 22 pontos de média e 26 de pico das 15h45 às 17h55, acima dos 9 da Verdes Mares (Globo) e dos 2 da Cidade (Record). Na TV paga, o Fox Sports liderou com o clássico da Copa do Nordeste entre os homens dos 18 aos 49 anos. Já na terça-feira passada, Fortaleza x Santa Cruz não repetiu o mesmo índice alto ao dar à Jangadeiro 12 pontos, menos da metade dos 26 da Verdes Mares.

Copa do Nordeste no Fox Sports Não tem neste fim-de-semana, mas terá nesta rodada pois seu jogo dela é Santa Cruz x Sport, que foi remarcado para a próxima quarta, às 21h30, devido à remarcação da partida dos tricolores na Copa do Brasil diante do Ypiranga do Amapá, que aconteceu na tarde desta sexta.

Campeonato Gaúcho com Renata Silveira A narradora do SporTV já havia feito Juventude x Pelotas duas semanas atrás, mas neste domingo o alcance do seu trabalho será maior por envolver dupla Grenal, escalada que está para transmitir Grêmio x Pelotas às 21h no Premiere, junto de Paulo Vinícius Coelho, Pedrinho, Sandro Meira Ricci e Fernando Becker. A não ser que tenha havido outra ocasião igual da qual eu não saiba ou mesmo não recorde (e disso acho que não conseguiria esquecer, mas enfim), será a primeira vez que teremos uma mulher narrando uma partida de dupla Grenal no Campeonato Gaúcho dos homens em televisão - isso já acontece há alguns anos na internet pela webrádio Estação Web com a Clairene Giacobe, mas em mídias mais tradicionais creio ser inédito. Não consegui assistir o Ju x Lobão do dia 12, mas este Tricolor x Lobão farei questão de acompanhar.

Edson Callegares foi homenageado pela TV Tribuna O histórico narrador de diversas rádios do litoral paulista, atualmente apresentador do "Baixada Esporte" na Santa Cecília TV e falecido na sexta-feira aos 62 anos de complicações do coronavírus, foi homenageado em seis minutos no "Jornal da Tribuna - 2ª Edição" do mesmo dia na afiliada da Rede Globo. Entre os depoentes, três narradores que atuaram na Baixada Santista e há muitos anos brilham na capital: Paulo Soares (ESPN Brasil), Odinei Ribeiro (SporTV) e Carlos Fernando (TV Bandeirantes). Destaque à altura do significado dele para o rádio, cujo amor por ele uma vez mais foi evidenciado - desta vez por este tristíssimo motivo, mas ainda bem que em vezes anteriores também em momentos positivos - pelo comandante jornalístico da Tribuna, Eduardo Silva, que fez no Facebook uma lembrança muito bonita sobre o Edson.

Luís Roberto também homenageou Edson Callegares Foi num depoimento ao GloboEsporte que o narrador da TV Globo pronunciou-se sobre o antigo concorrente nos tempos de rádio santista na década de 1980 - eles não chegaram a dividir o mesmo prefixo em momento nenhum. Em 2016, deu uma controvérsia quando Luís começou a usar o bordão "sabe de quem?" primeiro no vôlei olímpico dos Jogos do Rio de Janeiro e depois nas transmissões de futebol, já que Edson reivindicou a autoria do bordão, mas depois eles conversaram e resolveram essa questão. De Múcio, que conheceu Edson quando este era da Cultura e ele da Cacique, destacou que a relação mais próxima deles foi quando o lendário Walter Dias fundou a Acesan (Associação dos Cronistas Esportivos de Santos).

TRANSMISSÕES ESPORTIVAS NA TV E NA WEB
Obs.: horários de Brasília.

Domingo, 28/03/2021
06:30 - Ginástica Rítmica, Copa do Mundo: etapa da Bulgária - SPORTV 3
08:00 - Velocidade, Fórmula 2: corrida principal do GP do Bahrein - BANDSPORTS
10:00 - Futebol, Campeonato Mato-Grossense: Sorriso x Cuiabá - CENTRO AMÉRICA (MT)
11:00 - Velocidade, Mundial de Motovelocidade: GP do Catar - FOX SPORTS
12:00 - Velocidade, Fórmula 1: GP do Bahrein - BANDEIRANTES (dentro do "Show do Esporte")
13:00 - Futebol, Eliminatórias da Copa do Mundo: Albânia x Inglaterra - TNT
14:00 - Basquete, LBF: Liga Super x Santo André - CULTURA e TV NSPORTS (Internet)
15:00 - Basquete, NCAA Masculina: Creighton x Gonzaga - ESPN 2
15:30 - Futebol, Campeonato Carioca: Portuguesa x Macaé - PPV CLARO/NET + SKY + VIVO e CARIOCÃO TV (Internet)
15:30 - Tênis, Masters de Miami: várias partidas - ESPN
15:45 - Futebol, Eliminatórias da Copa do Mundo: Romênia x Alemanha - TNT
15:45 - Futebol, Eliminatórias da Copa do Mundo: Bulgária x Itália - SPACE
16:00 - Futebol, Campeonato Pernambucano: Sport x Central - GLOBO NORDESTE (PE) e SPORTV
16:00 - Futebol, Campeonato Baiano: Jacuipense x Juazeirense - TVE (BA)
16:00 - Futebol, Copa do Nordeste: Bahia x Altos - PPV CLARO/NET + SKY e NORDESTEFC (Internet)
16:00 - Futebol, Campeonato Catarinense: Figueirense x Chapecoense - NSC (SC)
16:00 - Futebol, Campeonato Mato-Grossense: Aquidauanense x Dourados - MORENA (MS)
16:30 - Velocidade, Nascar Cup Series: etapa de Bristol - FOX SPORTS
18:00 - Futebol, Campeonato Carioca: Nova Iguaçu x Botafogo - PPV CLARO/NET + SKY + VIVO, CARIOCÃO TV (Internet) e BOTAFOGO TV (Internet)
18:00 - Basquete, NCAA Masculina: Florida State x Michigan - ESPN 2
18:30 - Futebol, Copa da Liga Argentina: River Plate x Racing - ESPN BRASIL
19:00 - Vôlei, Superliga Feminina: Praia Clube x Osasco (semifinal, jogo 2) - SPORTV 2
20:00 - Futebol, Campeonato Gaúcho: São José x Juventude - SPORTV
20:15 - Basquete, NCAA Masculina: UCLA x Alabama - ESPN 2
21:00 - Futebol, Campeonato Gaúcho: Grêmio x Pelotas - PREMIERE
21:00 - Futebol, Copa da Liga Argentina: Independiente x Boca Juniors - ESPN BRASIL
21:30 - Vôlei, Superliga Feminina: SESI/Bauru x Minas (semifinal, jogo 2) - SPORTV 2
22:45 - Basquete, NCAA Masculina: Oregon x USC - ESPN 2
23:00 - Basquete, NBA: Orlando Magic x Los Angeles Lakers - BANDEIRANTES
**************************************************
EVENTOS SOMENTE PELA INTERNET
10:00 - Futebol, Eliminatórias da Copa do Mundo: Cazaquistão x França - ESTÁDIO TNT SPORTS
11:00 - Futebol, Amistoso: Grécia x Honduras - ESTÁDIO TNT SPORTS
11:00 - Rúgbi, Premiership: Leicester Tigers x Newcastle Falcons - ESPN PLAY
12:00 - Tênis, Aberto de Miami: várias partidas - ESPN PLAY
13:00 - Futebol, Eliminatórias da Copa do Mundo: Geórgia x Espanha, Dinamarca x Moldávia e Armênia x Islândia - ESTÁDIO TNT SPORTS
13:05 - Futebol, Amistoso: Irlanda do Norte x EUA - ESTÁDIO TNT SPORTS
14:00 - Basquete, NCAA Feminina: quatro partidas ao longo do dia (a última inicia às 22:00) - ESPN PLAY
15:00 - Futebol, Campeonato Pernambucano: Sete de Setembro x Afogados - MYCUJOO FEDERAÇÃO PERNAMBUCANA DE FUTEBOL
15:45 - Futebol, Eliminatórias da Copa do Mundo: Kosovo x Suécia, Israel x Escócia, Suíça x Lituânia, Ucrânia x Finlândia, Polônia x Andorra, Áustria x Ilhas Faroe, San Marino x Hungria e Macedônia x Liechtenstein - ESTÁDIO TNT SPORTS
16:00 - Futebol, Campeonato Catarinense: Próspera x Avaí e Marcílio Dias x Concórdia - TV NSPORTS
16:00 - Futebol, Campeonato Sul-Mato-Grossense: Novo x Operário - MYCUJOO TV FFMS
16:00 - Futebol, Copa da Liga Argentina: Defensa y Justicia x Vélez Sarsfield - ESPN PLAY
19:00 - Futebol, Campeonato Catarinense: Joinville x Criciúma e Brusque x Juventus - TV NSPORTS
19:00 - Vôlei, Athletes Unlimited: duas partidas em sequência - ESPN PLAY
20:00 - Futebol, Campeonato Gaúcho: Caxias x São Luiz e Aimoré x Ypiranga - GLOBOESPORTE
00:00 - Futebol, Mexicano Série B: Cimarrones x Tiaxcala - ESPN PLAY


Segunda, 29/03/2021
12:00 - Tênis, Masters de Miami: várias partidas - ESPN
16:00 - Vôlei, Athletes Unlimited: Roxo x Azul - ESPN 2
19:30 - Futebol, Copa do Nordeste: Sampaio Corrêa x Salgueiro - PPV CLARO/NET + SKY e NORDESTEFC (Internet)
20:00 - Basquete, NCAA: jogo a confirmar - ESPN 2
20:30 - Basquete, NBA: Boston Celtics x New Orleans Pelicans - SPORTV 2
21:15 - Futebol, Copa da Liga Argentina: Atlético Tucuman x Newell's Old Boys - FOX SPORTS
22:45 - Basquete, NCAA: jogo a confirmar - ESPN 2
23:00 - Hóquei no Gelo, NHL: Los Angeles Kings x Vegas Golden Knights - ESPN
**************************************************
EVENTOS SOMENTE PELA INTERNET
12:00 - Tênis, Aberto de Miami: várias partidas - ESPN PLAY
16:00 - Futebol, Campeonato Sul-Mato-Grossense: Novo x Operário - MYCUJOO TV FFMS
16:00 - Futebol, Espanhol Série B: Fuenlabrada x Mallorca - ESPN PLAY
20:00 - Futebol, Campeonato Gaúcho: Esportivo x Novo Hamburgo - GLOBOESPORTE
20:00 - Vôlei, Athletes Unlimited: Laranja x Ouro - ESPN PLAY
20:00 - Basquete, NCAA Feminina: rodada dupla sequencial - ESPN PLAY


Terça, 30/03/2021
12:00 - Tênis, ATP de Dubai: várias partidas - ESPN
13:00 - Rúgbi, Superliga Americana: Cobras Brasil XV x Cafeteros Pro - ESPN
15:00 - Tênis, Masters de Miami: várias partidas - ESPN
15:45 - Futebol, Eliminatórias da Copa do Mundo: Luxemburgo x Portugal - TNT
16:30 - Vôlei, Superliga Feminina: Osasco x Praia Clube (semifinal, jogo 3, se necessário) - SPORTV 2
17:00 - Futebol, Amistoso: México x Costa Rica - ESPN BRASIL
19:00 - Vôlei, Superliga Feminina: Minas x SESI/Bauru (semifinal, jogo 3, se necessário) - SPORTV 2
19:30 - Futebol, Copa do Nordeste: CRB x ABC - PPV CLARO/NET + SKY e NORDESTEFC (Internet)
19:30 - Basquete, LBF: Blumenau x Vera Cruz - TV NSPORTS
20:00 - Basquete, NCAA: jogo a confirmar - ESPN 2
21:35 - Futebol, Campeonato Carioca: Fluminense x Vasco - RECORD (RJ, ES, SC, PR, DF, GO, BA, SE, PI, PA, AM, RO, AP e regiões de Uberlândia e Varginha), PPV CLARO/NET + SKY + VIVO, CARIOCÃO TV (Internet), FLUTV (Internet) e VASCO TV (Internet)
22:00 - Basquete, NBA: Denver Nuggets x Philadelphia 76ers - SPORTV 2
22:45 - Basquete, NCAA: jogo a confirmar - ESPN 2
**************************************************
EVENTOS SOMENTE PELA INTERNET
12:00 - Tênis, Aberto de Miami: várias partidas - ESPN PLAY
13:00 - Futebol, Eliminatórias da Copa do Mundo: Azerbaijão x Sérvia - ESTÁDIO TNT SPORTS
14:00 - Basquete, Euroliga: Real Madrid x Anadolu Efes - DAZN
14:30 - Futebol, Espanhol Série B: Malaga x Almeria - ESPN PLAY
15:45 - Futebol, Eliminatórias da Copa do Mundo: Gibraltar x Holanda, Croácia x Malta, Eslováquia x Rússia, Bélgica x Bielorrússia, Turquia x Letônia, País de Gales x República Tcheca, Montenegro x Noruega e Chipre x Eslovênia - ESTÁDIO TNT SPORTS
16:00 - Futebol, Campeonato Sul-Mato-Grossense: União ABC x Chapadão - MYCUJOO TV FFMS
16:00 - Futebol, Espanhol Série B: Ponferradina x Logroñes - ESPN PLAY
16:30 - Rúgbi, Superliga Americana: Peñarol x Selknam - ESPN PLAY
20:00 - Hóquei no Gelo, NHL: Columbus x Blue Jackets x Tampa Bay Lightning - ESPN PLAY
20:00 - Basquete, NCAA Feminina: rodada dupla sequencial - ESPN PLAY
20:00 - Rúgbi, Superliga Americana: Olimpia Lions x Jaguares - ESPN PLAY

Torneios de futebol, todas as modalidades e variedades não-esportivas.

Destaques da imprensa esportiva. O que acontece em TV, rádio, jornal e web.

Podcasts com pitacos sobre os esportes e outros registros interessantes.

Convidados escrevem sobre temas de agora no futebol e em todos os esportes.

Para entender o presente, é preciso conhecer o passado. Aqui se faz isso.

Teste de conhecimentos com direito a charadas e perguntas "pega-ratão".

Verde para o bom, vermelho para o ruim e amarelo para chamar a atenção.

Gente do esporte dá dicas de livros, filmes, música, culinária e mais.