Desde 02/06/2003 Criação, produção e edição: Edu Cesar


papodebola@gmail.com


papodebola


sitepapodebola


edupapodebola


(51) 99843-7700

SOBRE ESTA SEÇÃO
O editor Edu Cesar traz o que é notícia envolvendo a imprensa esportiva, neste que é um espaço pioneiro sobre o assunto. Mudanças de emissoras, direitos de transmissão de campeonatos, grandes reportagens, bolas fora e muito mais.
 
LEIA AQUI as colunas anteriores
 

Domingo, 4 de outubro de 2020
Estádio do Morumbi: 60 anos, 60 jogos

Anteontem, o Cícero Pompeu de Toledo atingiu esta data. Um dos estádios mais importantes não só do Brasil, mas da América Latina, recebeu decisões aos montes, jogos maravilhosos, seleções nacionais, festas do dono São Paulo, dos rivais locais, de times de todo o país. É muito difícil porque muita coisa boa fica de fora, mas como esta é uma coluna sobre imprensa esportiva, tentei fazer numa temática a partir dela essa lista de 60 jogos mais importantes da história sexagenária do Morumbi, destacando curiosidades da televisão e do rádio. Espero que tenha ficado bom.

São Paulo 1 x 0 Sporting (Amistoso, 02/10/1960) Existem pequeníssimos fragmentos do 1º gol do estádio, marcado por Peixinho, até porque na época a televisão recém tinha completado 10 anos no Brasil. Infelizmente, mesmo procurando bastante, não encontrei na internet ao menos uma narração de rádio deste tento histórico.

São Paulo 3 x 6 Santos (Paulistão, 03/09/1961) Mais um jogaço da "era do rádio", este no qual Pelé marcou 4 vezes, do qual existem imagens preservadas dos arquivos da TV Tupi, mas não encontrei narrações de rádio, que na época tinha destaques como Pedro Luiz na Bandeirantes e Fiori Gigliotti na Panamericana.

Corinthians 0 x 1 Flamengo (Robertão, 27/10/1968) Resgatado há algns anos pelo "Gol, o Grande Momento do Futebol", o tento de Dionísio marcou a 1ª transmissão de torneio nacional da então TV Bandeirantes de São Paulo. Fernando Solera e Chico de Assis documentaram o gol do "Bode Atômico".

Santos 0 x 0 São Paulo (Paulistão, 21/06/1969) O 1º jogo do título do Morumbi assegurou o tricampeonato estadual ao Peixe e é encontrado no YouTube em registro do cinejornal "Canal 100", produzido por Carlos Niemeyer e cuja locução de Cid Moreira, acompanhada de Waldir Calmon e orquestra com "Na Cadência do Samba", é inesquecível.

São Paulo 1 x 0 Palmeiras (Paulistão, 27/06/1971) Primeiro título conquistado pelos tricolores em seu estádio, teve o do Toninho Guerreiro como o 2º gol mais lembrado daquele clássico. Ué, mas não acabou 1 x 0? Sim. É que o gol mais lembrado desta decisão foi o não validado por Armando Marques, que seria de empate dos alviverdes - e a imagem da TV Cultura, que documentou tudo com Luiz Noriega, não deixa isso suficientemente claro. No fim do jogo, César fez jus ao apelido "Maluco" ao perseguir um torcedor invasor e dar uma coça sem cerimônia nele.

Brasil 1 x 1 Áustria (Amistoso, 19/07/1971) O último gol de Pelé pela Seleção Brasileira foi transmitido conjuntamente pela TV Tupi e pela REI (Rede de Emissoras Independentes), com Orlando Duarte, Leônidas da Silva e Fausto Silva em ação num #RádioJovemPanFeelings. Participam ainda José Cunha, Rui Viotti e Rui Porto.

Palmeiras 0 x 0 Botafogo (Brasileirão, 23/12/1972) Falta de pesquisa não é, mas fato é: não existem quaisquer imagens deste empate que deu ao Verdão seu 1º título nacional. O único registro que há é do som da Rádio Bandeirantes, com narração de Joseval Peixoto, naquele ano tirado a peso de ouro da Jovem Pan para compor um elencaço de locutores com Fiori Gigliotti, Flávio Araújo e Ennio Rodrigues.

Santos 0 x 0 Portuguesa + 2 x 0 (Paulistão, 26/08/1973) Um escândalo para a eternidade. Armando Marques errou a contagem dos pênaltis e decretou o Peixe campeão quando a Lusa ainda tinha mais duas cobranças e poderia empatar a disputa. Um acordo foi costurado para ambos serem os campeões. De transmissões televisivas, não há registros desta final. Do rádio, a única narração que conheço disponível na rede é do Fiori Gigliotti pela Bandeirantes, a qual inclusive foi usada em 2013 pela TV Tribuna (Globo) para um ótimo especial sobre os então 40 anos daquela decisão.

Palmeiras 0 x 0 São Paulo (Brasileirão 1973, 20/02/1974) Não há disponíveis na web narrações de rádio ou televisão do bi nacional palmeirense. O único registro disponível na web é novamente do cinejornal "Canal 100", com a voz de Cid Moreira e imagens raras publicadas originalmente no YouTube pelo canal "Só Esportes", do Ted Sartori, mas hoje achadas no canal "Palmeiras 1914 Vídeos Amor Eterno" por não mais disponíveis no original.

Palmeiras 1 x 0 Corinthians (Paulistão, 22/12/1974) Falecido neste ano, Ronaldo entrou para a história com um dos gols mais famosos da história do Morumbi. Na Rádio Jovem Pan, Osmar Santos fez uma narração cujas palavras alusivas ao jogo dentro de campo em fato eram - com sua habilidade única - uma crítica subliminar à ditadura militar de então. Uma curiosidade é que as únicas imagens a cores deste clássico são da Bandeirantes, pois outras emissoras, como Globo, Record e Cultura, reprisam o gol em preto e branco.

Corinthians 1 x 2 Ponte Preta (Paulistão, 09/10/1977) Com 146.072 pessoas, a virada campineira registrou o maior público da história do Cícero. As TVs Globo, Bandeirantes, Tupi, Record, Gazeta e Cultura estavam prontas para documentar o fim do jejum corintiano, mas isso foi adiado com a vitória confirmada em gol de Rui Rei, jogador que tão polêmico seria no tira-teima definitivo de 4 dias depois.

Corinthians 1 x 0 Ponte Preta (Paulistão, 13/10/1977) Um dos mais reprisados da TV brasileira em todos os tempos, o gol do Basílio para o fim de quase 23 anos sem títulos é inesquecível para três narradores. Um deles é Osmar Santos, poucos dias antes estreado na Rádio Globo (então Globo/Nacional pois havia a transição de nomes) e cuja narração emocionada que os alvinegros paulistanos não esquecem jamais é um marco zero de uma revolução no AM esportivo nos tempos seguintes. Esta final também é histórica para José Silvério, a partir dali titular da Jovem Pan e iniciando sua campeoníssima história. Na televisão, a Record apresentou ali aquele que já era um profissional vividíssimo no meio em esferas diversas e que começava a se tornar um dos mestres da narração: Sílvio Luiz. Infelizmente, ao menos nas últimas décadas a emissora jamais reprisou sua narração original.

Palmeiras 0 x 1 Guarani (Brasileirão, 10/08/1978) O Bugre começou a ser ali campeão nacional com um pênalti que Zenon demorou para converter devido a uma treta daquelas, na qual Arnaldo Cezar Coelho expulsou o guarda-metas mandante Emerson Leão. A curiosidade fica para as transmissões televisivas, que tiveram narradores diferentes: esta ida foi relatada por Tércio de Lima na Globo e Fernando Solera na Bandeirantes, enquanto a volta do caneco em Campinas contou respectivamente com Luciano do Valle e Alexandre Santos.

São Paulo 0 x 1 Grêmio (Brasileirão, 03/05/1981) O 1º título tricolor gaúcho tem narrações históricas no rádio com Armindo Antônio Ranzolin na Guaíba e Haroldo de Souza na Gaúcha, ambos já vozes então do tri nacional do Internacional. Uma curiosidade fica para a TV Gaúcha (atual RBS), que mostrou a decisão com a narração nacional de Luciano do Valle pela Globo, algo diferente considerando-se que na época era habitual ela fazer transmissões próprias das partidas envolvendo o futebol local, tanto que o 2 x 1 gremista da ida no Olímpico teve a voz de Celestino Valenzuela. Além disso, sabe lá Deus por qual motivo, ao menos nas últimas 3 décadas em que a acompanho a TV Bandeirantes jamais reprisou a narração original desta final, embora já tenha mostrado muitas vezes o gol do Baltazar. A transmissão dela chegou a passar completa no BandSports nos primeiros anos do canal, mas não com o áudio original e sim narração atualizada do Alexandre Santos.

São Paulo 1 x 3 Corinthians (Paulistão, 12/12/1982) Dois destaques especiais deste título da "Democracia Corintiana", ambos televisivos: na Globo, a narração foi do então ainda locutor da EPTV Oliveira Andrade, pouco tempo depois transferido para a rede nacional; e na Bandeirantes, a voz da conquista alvinegra foi de Edgard Mello Filho, referência máxima em automobilismo e cuja narração irreverente foi uma aposta do então diretor artístico Edson Leite para fazer frente à então campeã paulistana de audiência Record, da qual tentou e não conseguiu tirar Sílvio Luiz - mas que conseguiu adquirir o comentarista concorrente e seu ex-colega de narrações pela Rádio Bandeirantes na Copa do Mundo de 1958, Pedro Luiz. Outra curiosidade era uma presença televisiva do "Show de Rádio", que naquele ano trocou a Jovem Pan pela Bandeirantes, o que levou à criação do pós-jogo "Terceiro Tempo". Os personagens do humorístico de Estevan Sangirardi apareciam em versão animada na tela e Edgard interagia com eles.

Corinthians 1 x 1 São Paulo (Paulistão, 14/12/1983) O bi corintiano em cima dos são-paulinos marca a primeira grande decisão da "era Luciano do Valle" na TV Bandeirantes, antes ainda dele estrear pois terminava de cumprir seu contrato com a Record. Egresso da Rádio Bandeirantes, Jota Júnior começava ali sua trajetória de muitos títulos relatados na telinha. Uma dúvida eterna que tenho é se o primeiro jogo do título de Campeonato Paulista de Galvão Bueno enquanto narrador da Globo foi esse aqui destacado ou o dos tricolores contra a Ponte Preta em 1981, de cuja decisão há registros globais apenas do 1 x 1 da ida, mas não do 2 x 0 da volta, este achado só mesmo com a voz de José Carlos Cicarelli na Cultura.

Corinthians 0 x 2 Fluminense (Brasileirão, 13/05/1984) Vitoriaça tricolor fora de casa para rumar à semifinal, depois garantindo isso com 0 x 0 no Maracanã. Um destaque do rádio é que, após a saída de Waldir Amaral, a Globo do RJ manteve o esquema de um narrador em cada tempo de partida, com Edson Mauro e Jorge Curi. Somente no fim daquele aconteceria o regresso do agora titular solo José Carlos Araújo, ainda na Nacional à ocasião deste prélio.

Santos 1 x 0 Corinthians (Paulistão, 02/12/1984) O primeiro campeonato estadual de Luciano do Valle no comando esportivo da TV Bandeirantes. Em seu primeiro ano ali, fez uma "tríplice coroa" pois narrou este caneco alvinegro praiano no Morumbi e também os títulos carioca e brasileiro do Fluminense.

Palmeiras 1 x 2 Inter de Limeira (Paulistão, 03/09/1986) Decisão histórica pois marcou o último Campeonato Paulista de Sílvio Luiz na TV Record, na qual até começa a temporada de 1987, mas sai logo em seguida. No rádio limeirense, a "voz metalizada" de Edmundo Silva eternizou pela Educadora este feito da Inter, última equipe do interior campeã estadual até o Ituano no Pacaembu em 2014.

São Paulo 1 x 1 Guarani (Paulistão, 22/02/1987) Aberta no Morumbi com este empate, esta final foi transmitida ao vivo com exclusividade pela Manchete, que reuniu os lendários Walter Abrahão e João Saldanha para contá-la. A emissora travou uma disputa a ferro e fogo com Globo e Bandeirantes para mostrar sozinha a decisão, já que na época não era habitual comprar a transmissão de um campeonato inteiro. Como a Manchete não pegava em boa parte do interior de SP e em troca de suporte técnico, a Cultura teve o direito de mostrar os dois jogos para grande parcela do estado, sendo Luís Alberto Volpe seu novo narrador após o fim da era dourada de Luiz Noriega, José Carlos Cicarelli e do já então não mais presente Orlando Duarte.

São Paulo 3 x 1 Palmeiras (Paulistão, 23/08/1987) Marcada para sempre por um frangão engolido por Zetti numa cobrança de falta de Neto, esta semifinal tem história televisiva para contar: a Bandeirantes transmitiu o clássico no "Show do Esporte" com Luciano do Valle, que estava dedicado naquele momento ao Pan-Americano de Indianápolis pela rede de estações independentes montada pela Koch Tavares (Gazeta de SP, Corcovado do RJ, Guaíba do RS e outras mais). Assim, naquele mesmo domingo, Osmar de Oliveira pôde narrar um dos acontecimentos mais memoráveis do desporto brasileiro: o título do basquete masculino contra os EUA, donos da casa.

Corinthians 1 x 1 Guarani (Paulistão, 31/07/1988) Embora tenha sido empatada esta ida decisiva, fica às vezes a impressão de que o Guarani ganhou o jogo pois o gol corintiano do Edson costuma ser ignorado nas memórias televisivas sobre ele, já que habitualmente reprisada apenas a bicicletaça do bugrino Neto, sobretudo e especialmente pela Bandeirantes, na qual Luciano do Valle fez uma de suas narrações mais inesquecíveis. Aliás: Luciano, que fez esta ida no Morumbi, mas não a volta em Campinas, na qual Sílvio Luiz documentou o triunfo corintiano. Na Globo, Luiz Alfredo fez as duas partidas. No rádio, esta final foi marcada por ser a primeira na Globo após a saída de Osmar Santos para a Record, passando a ser Oswaldo Maciel seu novo titular em divisão com Oscar Ulisses, o "co-titular".

São Paulo 0 x 2 Bahia (Brasileirão, 22/10/1988) O 2º título nacional dos baianos também passou pelo Cícero neste êxito marcado por um golaço de Zé Carlos no último lance da etapa inicial, mostrado com exclusividade pela Globo com Luiz Alfredo e Juca Kfouri, que no intervalo encheu com razão a bola dos tricolores do Nordeste.

São Paulo 0 x 1 Vasco (Brasileirão, 16/12/1989) 15 anos depois da conquista inicial, os cariocas voltavam a ser os melhores do Brasil com o gol do Sorato, que dispensou a volta no Maracanã. Aquele sábado marcou a véspera do 2º turno da primeira eleição presidencial na redemocratização, na qual Fernando Collor venceria Lula. Um destaque ficou para as quatro transmissões de três emissoras de TV - sim, quatro de três: a da Globo com Galvão Bueno e a estreia do então ainda convidado especial Arnaldo Cezar Coelho como analista de arbitragem; a da Bandeirantes com Luciano do Valle; e as duas da Manchete, a nacional com Paulo Stein e a local paulista com Osmar de Oliveira.

Corinthians 1 x 0 São Paulo (Brasileirão, 16/12/1990) O primeiro de dois Brasileirões exclusivos da Bandeirantes por deles a Globo abrir mão possibilitou a Luciano do Valle ser o único narrador de televisão ao vivo (pois o outro, Wilson de Freitas na Cultura, foi apenas em VT) do primeiro troféu nacional dos corintianos, num dos momentos mais memoráveis da emissora. Recentemente, este clássico foi reprisado na íntegra.

São Paulo 1 x 0 Newell's Old Boys + 3 x 2 (Libertadores, 17/06/1992) A vivíssima possibilidade de um brasileiro voltar a ganhar o torneio em 9 anos fez com que a Globo tentasse junto ao então concorrente Galvão Bueno o sublicenciamento da decisão. Mas o narrador da Rede OM valorizou o esforço da equipe em um trabalho exclusivo e assim manteve a condição até a finalíssima, na qual a afiliada Gazeta obteve em Sampa City o maior índice de sua história. Além de Galvão na OM, quem também transmitiu a final foi a Cultura só para o interior paulista - uma contra-partida em troca de suporte técnico na filmagem -, com Carlos Fernando.

Palmeiras 4 x 0 Corinthians (Paulista, 12/06/1993) Realizada num sábado devido à grade da Globo ter a Fórmula 1 no Canadá no domingo à tarde, a decisão que quebrou a seca alviverde de quase 17 anos teve quatro transmissões televisivas - e delas, apenas e tão somente o Top Sport (atual SporTV) contou com o mesmo narrador (Lincoln Gomide) na ida e na volta. A Globo foi respectivamente de Oliveira Andrade e Luiz Alfredo, a Bandeirantes de Luciano do Valle e Sílvio Luiz e, em detalhe curiosíssimo, a Manchete com Oscar Ulisses e Osmar Santos, que acabaram transmitindo os dois jogos pois a escala televisiva foi inversa à da Rádio Globo, que respectivamente teve Osmar e Oscar. Alfredo e Sílvio transmitiram um título palmeirense pela 1ª vez e Osmar voltou a fazê-lo depois do Paulista de 1976 ainda pela Jovem Pan. Esta, aliás, teve José Silvério eternizando o gol decisivo de Evair com um "eu vou soltar a minha voz" inspirado em uma canção na voz de Cauby Peixoto. Já na Bandeirantes, Fiori Gigliotti voltou a narrar um caneco alviverde depois de 19 anos, já que o de 1976 teve a voz de Flávio Araújo.

São Paulo 5 x 1 Universidad Católica (Libertadores, 19/05/1993) Não só a competição estava de volta à TV Globo, mas também Galvão Bueno, desta vez sem exclusividade nacional pois a Bandeirantes também transmitiu o torneio e teve Luciano do Valle nesta goleada.

São Paulo 2 x 2 Flamengo + 5 x 3 (Supercopa, 24/11/1993) Novamente Globo e Bandeirantes na parada com Galvão e Luciano, mas com um detalhe: a Bandeirantes teve futebol ao dobrado naquela noite, com Sílvio Luiz abrindo os trabalhos num Vitória 2 x 1 Corinthians pelo Brasileirão que ele não narrou até o final pois a bola rolou no Morumbi um pouco antes e a competição com a Globo falou mais alto, tanto que o tento corintiano não foi transmitido ao vivo. Aliás, quase que a Bandeirantes perde o 1º gol rubro-negro pois imediatamente antes Sílvio informava o término do triunfo baiano.

Palmeiras 2 x 0 Vitória (Brasileirão, 19/12/1993) Galvão e Luciano não passaram o ano do renascimento alviverde sem colocar suas vozes em uma conquista dele, nesta final fazendo apenas a volta pois, como estavam no Japão fazendo São Paulo 3 x 2 Milan no domingo anterior, a ida na Bahia contou com Oliveira Andrade e Sílvio Luiz. No rádio, uma curiosidade: Dirceu Maravilha foi o narrador da Bandeirantes, que naquele ano dividiu os títulos entre seus 3 principais narradores pois Fiori fez as conquistas palmeirenses no Paulista e no RJ/SP, enquanto o bi mundial tricolor foi com Éder Luiz.

São Paulo 1 x 0 Vélez Sarsfield + 3 x 5 (Libertadores, 31/08/1994) Era a oportunidade do tri consecutivo tricolor e tri consecutivo pessoal de Galvão, que desta vez era exclusivíssimo pois a Globo não tinha uma concorrente tipo a Bandeirantes no ano anterior e nem havia uma "exibidora alternativa" igual à Cultura para o interior na decisão feita pela OM em 1992. Era apenas e tão somente a Globo, era apenas e tão somente Galvão na televisão. Mas não deu.

São Paulo 6 x 1 Peñarol (Conmebol, 14/12/1994) Anteontem, Muricy Ramalho disse no "Bom Dia SP" da Globo ser esta a partida ali disputada que mais lhe marcou como técnico, comandante que era do "Expressinho" que obteve nesta jornada a maior goleada da história das finalíssimas sul-americanas, superando os próprios tricolores nos 5 x 1 diante da Católica um ano antes. Jota Júnior narrou na Bandeirantes com exclusividade, depois Sílvio Luiz foi ao Uruguai fazer os insuficientes 3 x 0 do Peñarol.

Palmeiras 0 x 0 Vasco (Brasileirão, 14/12/1997) Marcado pela expulsão obtida de propósito pelo Edmundo em malandragem que depois permitiu sua presença na volta no Maracanã, esta ida decisiva tem dois detalhes televisivos: nos canais abertos, a Globo pela 1ª vez contava com Cléber Machado numa finalíssima de Campeonato Brasileiro pois Galvão Bueno estava dedicado à Copa das Confederações, a qual era feita na Bandeirantes por outros narradores da casa, o que fez Luciano do Valle documentar toda a conquista cruzmaltina; e na TV por assinatura, não havia mais a presença da ESPN Brasil e finalmente o SporTV ficava exclusivo no epílogo, tendo problemas de áudio em boa parte da partida pois uma rádio musical FM entrava ao fundo do som digital direto do Cícero, o que fez muito do relato do Luiz Carlos Jr. ser com som "telefônico" até tudo normalizar no 2º tempo.

São Paulo 2 x 3 Botafogo (RJ/SP, 28/02/1998) Começou nesta vitória de revirada a conquista alvinegra carioca da competição, consumada num 2 x 2 no Maracanã. Sozinho em 1997, desta vez o SBT foi acompanhado da Globo no canal aberto. Já o SporTV passou sozinho entre os canais pagos.

Palmeiras 2 x 0 Cruzeiro (Copa do Brasil, 30/05/1998) Depois de três edições como exibidor exclusivo, o SBT teve a companhia da Globo naquele ano, sendo Sílvio Luiz e Cléber Machado os relatores da revanche palmeirense após ser batido em SP dois anos antes pelos cruzeirenses. Já na televisão por assinatura, esta edição foi a última exclusiva da ESPN Brasil, já que no ano seguinte o SporTV estrearia na competição.

São Paulo 3 x 1 Corinthians (Paulistão, 31/05/1998) Transmitida por cinco canais totais (Globo, Bandeirantes, Record, SporTV e ESPN Brasil), esta decisão ficou marcada pelo regresso de Raí apenas e tão somente para esta volta, na qual abriu o caminho do caneco.

Corinthians 2 x 0 Cruzeiro (Brasileirão, 23/12/1998) Num ano marcado pela adoção do sistema melhor-de-três no mata-mata, a decisão aconteceu às incomuns 4 da tarde de uma antevéspera natalina por causa do mercado internacional. Globo e Bandeirantes já estavam garantidas, mas o SporTV só teve presença confirmada na final graças à Raposa, que eliminou a Portuguesa na semi. Se a rubro-verde fosse para a decisão, somente as duas abertas passariam pois a Lusa tinha contrato com a ESPN Brasil e o Coringão com a Globosat (bem tipo SporTV x Turner hoje em dia).

Corinthians 2 x 0 Palmeiras + 2 x 4 (Libertadores, 12/05/1999) Uma empolgante quarta-de-final com uma vitória de cada pelo mesmo placar e pênaltis definindo a permanência dos palestrinos, que seriam os campeões. Enquanto a Globo estava mais uma vez sozinha em canal aberto, pela vez primeira dois canais esportivos pagos transmitiam o torneio, com o SporTV acompanhado da ESPN Brasil em sua primeira e única vez, rememorada na última semana pelo LDU x Binacional ali mostrado devido à Disney ter 3 jogos no horário e só dois Fox Sports.

Palmeiras 2 x 2 Corinthians (Paulista, 20/06/1999) Quatro dias após ser campeão da Libertadores, o Verdão tentou reviravoltar o 0 x 3 da ida, mas chegou no máximo a 2 x 1, com Edílson confirmando o topo do Timão e depois fazendo as embaixadinhas que enfureceram Paulo Nunes e deflagraram uma das maiores brigalhadas futebolísticas de todos os tempos. No canal aberto estavam Globo e Bandeirantes, esta com Luciano do Valle e Sílvio Luiz juntos pois Sílvio, regressado após deixar o SBT, ali estava como analista de arbitragem, ofício que exerceu nas décadas de 60 e 70. Na TV paga o documento foi da ESPN Brasil e do SporTV, esta no primeiro ano de Jota Júnior no Globosat após 16 anos de TV Bandeirantes. Outro detalhe ficou para a filmagem: a Bandeirantes teve seu ângulo central na marquise do Morumbi, enquanto Globo/SporTV e ESPN Brasil usaram o da cabine.

Corinthians 0 x 0 Atlético Mineiro (Brasileirão, 22/12/1999) Era para Galvão Bueno, Luciano do Valle e Luiz Carlos Jr. narrarem a decisão às 16h. Porém, o prefeito Celso Pitta foi à Justiça para trocar o horário da partida por não concordar com sua realização numa tarde tão pertinho do Natal, que causaria congestionamentos ainda maiores que os habituais em Sampa City pela mistura de final de futebol com quase 60 mil pessoas no Morumbi e movimento enorme nas lojas para as compras de presentes de fim de ano. Apenas e tão somente à 1 da tarde da própria quarta-feira do jogo o horário foi definido: não faltariam mais 3 horas para a bola rolar e sim 8 horas e 40 minutos, remarcada que fora para 21h40, horário no qual a Globo passaria o filme "Inimigo Íntimo". Inimigo do Plim-Plim o Pitta foi, só não íntimo.

Palmeiras 3 x 2 Corinthians + 5 x 4 (Libertadores, 06/06/2000) Galvão na Globo e Luciano na Bandeirantes tiveram o privilégio de contar uma semifinal magistral, na qual os dois times marcaram um total de 12 gols e que teve Marcos defendendo a cobrança final de Marcelinho Carioca, instante eternizado no rádio por um José Silvério nos finalmentes da Jovem Pan, prestes que estava a retornar em definitivo para a Rádio Bandeirantes. O grande destaque televisivo ficou para o exibidor exclusivo na TV paga: a PSN, canal a la carte estreado naquele ano e cujo titular era o também privilegiado Téo José, hoje titular do torneio no SBT.

Palmeiras 0 x 0 Boca Juniors + 2 x 4 (Libertadores, 21/06/2000) A PSN poderia ter aberto suas operações de cara com um título brasileiro, mas não deu. Os anos 2000 seriam pavorosos para os brasileiros contra o Boca, que faria outras festas aqui, inclusive no próprio Morumbi, o Santos em 2003 que o diga.

Brasil 1 x 0 Colômbia (Eliminatórias, 15/11/2000) Este jogo exibido por Globo, Bandeirantes e PSN entrou para a história por uma imagem absolutamente incomum: a torcida no Cícero ficou tão revoltada com a atuação canarinho enquanto empatado o cotejo que resolveu tocar pra bem longe as bandeirinhas verdes e amarelas que tinham. Procure algo parecido na história da Seleção jogando em casa e falharás miseravelmente. A lavoura só foi salva com Roque Júnior na mudança de amarelo para vermelho na sinaleira.

Corinthians 1 x 3 Grêmio (Copa do Brasil, 17/06/2001) A conquista tricolor determinou a revanche pela perda do título de 1995 para os corintianos no Olímpico e teve como detalhe televisivo a exibição ser por SporTV, ESPN Brasil, Globo e a novidade RedeTV!, apenas e tão somente naquele ano sublicenciada nesta competição e também no Paulistão - havia a expectativa do mesmo no Campeonato Brasileiro, mas isso não aconteceu. Destaque especial para seu narrador: Mílton Jung, apresentador do "Leitura Dinâmica" e que conciliava a RedeTV! com a Rádio CBN. Filho do lendário Milton Ferretti Jung (que narrou pela Rádio Guaíba a final paulista vencida pelos corintianos em 1977), ele adotava um estilo mais sóbrio e discreto de relato, próximo ao modelo britânico, mas naquela tarde de bola rolando às 15h devido ao racionamento de energia elétrica no país a emoção foi muito forte pois era ele contando um título do time do coração seu e do pai. Detalhe: aqui no Rio Grande do Sul, só dava para ver a RedeTV! pela Net e uma e outra operadora paga a mais pois ela não estava em canal aberto à ocasião, fora que não fazia parte da grade da Sky.

São Paulo 2 x 4 Palmeiras (RJ/SP, 20/03/2002) Um jogão marcado para sempre pelo gol de placa - ou, neste caso, gol de outdoor - do Alex chapelando Rogério Ceni, privilégio exclusivo na televisão de um empolgadíssimo João Guilherme no SporTV. Aliás, todos os narradores deste clássico se empolgaram, como ser diferente? O lance foi chamado de "o maior gol do mundo no Morumbi" por Oscar Ulisses na Globo/CBN, enquanto a voz de José Silvério na Rádio Bandeirantes eternizou a jogada e até rendeu o tal outdoor que citei, tão especial que é.

Corinthians 2 x 3 Santos (Brasileirão, 15/12/2002) A última finalíssima da história do campeonato foi inesquecível, com o Peixe aumentando vantagem no 1º tempo, o Timão conseguindo uma virada que lhe deixou a um gol dos pênaltis, mas o alvinegro praiano conseguindo uma revirada espetacular liderada por Robinho. Junta da Globo naquela cobertura em TV aberta estava a Record, que voltava a investir com força em futebol a partir dali, inicialmente em parceria com a Traffic e depois pelas próprias pernas, tendo Nivaldo Prieto como narrador principal.

São Paulo 2 x 3 Corinthians (Paulistão, 22/03/2003) O famoso Campeonato Paulista tumultuadíssimo na TV aberta, com SBT e Federação Paulista de um lado e Globo e Record do outro, ainda que na decisão a Record tenha ficado de fora. Como o detentor principal era o SBT, os horários eram marcados a pedido dele. E este clássico aconteceu às 18h de um sábado, o que fez com que a Globo não pudesse reprisar o último capítulo da novela das 6, "Sabor da Paixão". O narrador da emissora de Silvio Santos foi Dirceu Maravilha, cujas escalas sucessivas afetaram diretamente a Rádio Bandeirantes devido a cada um dos grandes jogar num horário diferente, o que fez José Silvério ser escalado mais vezes além das quartas e dos domingos e, por sobrarem só ele e José Maia quase sempre, Odinei Edson completar escalas antes de tomar o rumo do mundo quando iniciada a Fórmula 1. Na TV por assinatura, esta foi a última edição transmitida pela ESPN Brasil, a partir do ano seguinte ficando o SporTV sozinho.

São Paulo 4 x 0 Atlético Paranaense (Libertadores, 14/07/2005) A primeira finalíssima entre dois times do mesmo país "degringolou" na segunda etapa, já que o Furacão poderia ter ido para o intervalo com 1 x 1 no escore se não errasse um pênalti. Exclusivo dos globais tanto na Globo quanto no SporTV, o tri são-paulino teve dois destaques no rádio: a CBN, que naquele ano montou uma equipe esportiva própria com Deva Pascovicci como locutor principal, e a Record, na qual Fiori Gigliotti teve ali seu último jogo do título pois logo em seguida o time dele daria lugar a uma nova equipe liderada por Paulo Roberto Martins.

São Paulo 1 x 2 Internacional (Libertadores, 09/08/2006) Antes de mais nada, não acredite numa mentira constada na Wikipédia: não, o BandSports não transmitiu este torneio. Copa Libertadores no BandSports foi apenas e tão somente nas edições de 2010 e 2011, só essas e nada mais do que essas. Não sei por qual motivo ficam inventando essas coisas lá na Wikipédia, humpf... Só Globo e SporTV mesmo, deixando bem claro. Bom, falar dessa ida decisiva da final é falar evidentemente de Pedro Ernesto Denardin com seu famoso "o Inter rasga a camisa do São Paulo e pisa em cima dela" na Rádio Gaúcha, o que chegou nos são-paulinos e deixou eles pistolaços com "PI" maiúsculo, como diriam em Picos, Barras e Oeiras. Posteriormente, o titular mais longevo da estação da RBS manifestou-se arrependido desta frase, dita em momento de extrema empolgação com a excelente atuação colorada.

São Paulo 2 x 2 Boca Juniors (Recopa Sul-Americana, 14/09/2006) Coisa rara já ali: futebol na TV aberta sem ser na Globo. Transmissão exclusiva da Record com Éder Luiz e um dos repórteres sendo o hoje narrador Gustavo Villani. Argentinos campeões por terem vencido a ida na Bombonera. Nesta época, as presenças do "10 do Rádio" na Record às quartas e aos domingos influenciava diretamente na Rádio Transamérica, que não contava com ele nestes dias nobres, tocados por Oswaldo Maciel, Antônio Edson e André Henning.

São Paulo 1 x 1 Atlético Paranaense (Brasileirão, 19/11/2006) Além da Globo e do SporTV, este jogo destaca-se televisivamente por causa da Record, que fez nesta partida e no simultâneo São Caetano 0 x 1 Vasco suas últimas transmissões na história do torneio, com Éder Luiz "cerrando as portas" do futebol brasileiro na emissora - e, sim, o Tricolor foi campeão (pela vez 1ª em Nacionais em sua casa) com duas rodadas de antecipação, mas como já definira que não continuaria com o futebol a partir de 2007 a sub-licenciada global caiu fora nas duas restantes e só a Globo as mostrou.

Santos 2 x 0 São Caetano (Paulistão, 06/05/2007) Decisão eletrizante, na qual o Peixe conseguiu nos instantes finais a igualdade no saldo de gols necessária para o título pela melhor campanha. Globo e SporTV passaram novamente a ter a partir dali a companhia da Bandeirantes, que assumia as competições exibidas até o ano anterior pela Record, o que devolvia Luciano do Valle ao Campeonato Paulista após uma temporada ausente.

São Paulo 3 x 0 América de Natal (Brasileirão, 31/10/2007) O 2º título consecutivo dos são-paulinos tem como "raridade rara" ter tido transmissão ao vivo apenas, tão somente, única e exclusivamente do Premiere, com Milton Leite. Quem não tinha pay-per-view não assistiu o jogo, que não teve TV aberta nem sequer no Rio Grande do Norte. Globo e Bandeirantes mostraram para os paulistas a derrota do Corinthians pré-rebaixamento por 2 x 1 para o Flamengo e abriram somente os minutos finais e a comemoração tricolor, na Globo com o mesmo Cléber Machado do clássico RJ/SP e na Bandeirantes com Sílvio Luiz, que esteve no Morumbi gravando a partida para fins de arquivo e compacto no pós "Bola no Chão".

Corinthans 3 x 1 Sport (Copa do Brasil, 04/06/2008) Apesar de ter sido derrota, é impossível não incluir na lista este sucesso rubro-negro mostrado por Globo, Bandeirantes e SporTV. Sim, sucesso rubro-negro, já que o gol do Carlinhos Bala na finaleira foi fundamental para, com os 2 x 0 da volta na Ilha do Retiro (aquela da narração do Cléber Machado que enfureceu os rubro-negros, aquela do Luciano do Valle junto do Neto e do Oscar Roberto Godoi após achincalhá-los localmente na TV Clube e aquela do Rembrandt Jr. substituindo um disfônico Milton Leite), a histórica conquista ser assegurada.

São Paulo 0 x 2 Cruzeiro (Libertadores, 18/06/2009) Apesar do título não ter vindo por perdida a final para o Estudiantes, a Raposa teve momentos positivos para guardar daquela campanha, como esta vitoriaça sobre os são-paulinos na casa dele, que o SporTV transmitiu com exclusividade com Luiz Carlos Jr.

São Paulo 2 x 1 Internacional (Libertadores, 05/08/2010) Mostrada por Globo, SporTV e BandSports (essa sim BandSports, viu, zé chulé que gosta de adicionar mentiras na Wikipédia?), esta derrota classificou o futuro bicampeão Colorado pra finalíssima devido ao gol fora de casa com 2 x 2 totais. Naquela quinta-feira que também teve debate entre os candidatos à presidência do Brasil, a Rádio Bandeirantes teve que se virar do jeito que deu e encaixou a semifinal da Libertadores no FM 90,9 e a retransmissão do debate no AM 840.

São Paulo 2 x 0 Tigre (Sul-Americana, 12/12/2012) Uma final de 45 minutos mostrada por Globo, Bandeirantes e o naquele ano aqui desembarcado Fox Sports, este com João Guilherme e exclusivo entre os canais esportivos por assinatura. Os argentinos não voltaram para o 2º tempo pois acusaram a Polícia de ameaçá-los com armas de fogo no vestiário. Assim, os tricolores conquistaram a competição, neste que é seu último título até o momento.

São Paulo 1 x 2 Atlético Mineiro (Libertadores, 02/05/2013) O Fox Sports mostrou com exclusividade esta vitória dos futuros campeões da temporada no Morumbi, pela ida das oitavas. Uma varrida do Galo sobre os são-paulinos, que depois tomaram 4 x 1 no Independência.

São Paulo 1 x 3 Ponte Preta (Sul-Americana, 20/11/2013) Paulada num torneio da Conmebol, paulada no outro e uma vitória inesquecível daquela que seria a vice-campeã da competição. Globo, SporTV e Fox Sports passaram o jogo, sendo que praticamente todo o país só pôde assisti-lo pelos exibidores por assinatura já que no mesmo horário o Plim-Plim teve o primeiro Atlético Paranaense 1 x 1 Flamengo decisivo da Copa do Brasil.

Brasil 3 x 0 Bolívia (Copa América, 14/06/2019) Globo e SporTV transmitiram a estreia da Seleção na competição, da qual acabaria campeã, neste que foi o único jogo dela no Cícero. Destaque para a filmagem, que voltou a adotar como ângulo principal o da cabine e não mais o da marquise.

São Paulo 3 x 0 LDU (Libertadores, 11/03/2020) Tenho um único e simples motivo para fechar esta lista de 60 mais importantes em 60 anos de Morumbi: o do Igor Gomes foi o último com gol com público no estádio a ser narrado por José Silvério, que quatro dias depois faria aquele Corinthians 1 x 1 Ituano do estúdio por estourar a pandemia do coronavírus e que, durante a parada por causa dela, acabou dispensado pela Rádio Bandeirantes.

TRANSMISSÕES ESPORTIVAS NA TV E NA WEB
Obs.: horários de Brasília.

Domingo, 04/10/2020*
*Obs.: a confirmar os eventos do Combate.
06:00 - Tênis, Roland Garros: várias partidas - SPORTV 3 e BANDSPORTS (TV e internet)
06:00 - Automobilismo, Mundial de Superbike: superpole do GP da França - DAZN (Internet)
06:30 - Ciclismo, Liège-Bastogne-Liège: etapa única - WATCH ESPN (Internet)
07:00 - Futebol, Campeonato Espanhol: Osasuna x Celta - FOX PREMIUM
07:15 - Futebol, Campeonato Holandês: Groningen x Ajax - FOX SPORTS
07:15 - Automobilismo, Mundial de Superbike: 2ª corrida WSSP da França - DAZN (Internet)
08:00 - Futebol, Campeonato Inglês: Leicester x West Ham - ESPN BRASIL
08:00 - Futebol, Campeonato Inglês: Southampton x West Bromwich - DAZN (Internet)
08:30 - Futebol, Campeonato Alemão Série B: Hamburgo x Erzgebirge Aue - ONEFOOTBALL (Internet)
08:30 - Futebol, Campeonato Alemão Série B: Holstein Kiel x Fortuna Dusseldorf - ONEFOOTBALL (Internet)
08:30 - Futebol, Campeonato Alemão Série B: Wuerzburger Kickers x Greuther Furth - ONEFOOTBALL (Internet)
08:30 - Automobilismo, Mundial de Superbike: 2ª corrida WSBK da França - DAZN (Internet)
09:00 - Futebol, Campeonato Espanhol: Alavés x Athletic Bilbao - FOX PREMIUM
09:00 - Automobilismo, Stock Car: classificação da 2ª etapa de Cascavel - SPORTV 2
09:30 - Futebol, Campeonato Inglês: Willem II x Feyenoord - WATCH ESPN (Internet)
09:30 - Ciclismo, Giro D'Italia: 2ª etapa - ESPN 2
10:00 - Futebol, Campeonato Italiano: Internazionale x Lazio - BANDEIRANTES e SPORTV
10:00 - Futebol, Campeonato Inglês: Wolverhampton x Fulham - ESPN BRASIL
10:00 - Futebol, Campeonato Inglês: Arsenal x Sheffield - DAZN (Internet)
10:30 - Futebol, Campeonato Alemão: Wolfsburg x Augsburg - ONEFOOTBALL (Internet)
11:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro: Botafogo x Fluminense - PREMIERE
11:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Sub-20: Botafogo x Vasco - MYCUJOO CBF TV (Internet)
11:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Sub-20: Palmeiras x Vitória - MYCUJOO CBF TV (Internet)
11:00 - Futebol, Campeonato Espanhol: Levante x Real Madrid - FOX SPORTS
11:00 - Futebol, Campeonato Espanhol Série B: Sabadell x Espanyol - WATCH ESPN (Internet)
11:00 - Rúgbi, Premiership: London Irish x Bristol Rugby - WATCH ESPN (Internet)
11:00 - Rúgbi, Premiership: Leicester Tigers x Harlequins - WATCH ESPN (Internet)
11:00 - Rúgbi, Premiership: Wasps x Exeter Chiefs - WATCH ESPN (Internet)
11:15 - Futsal, LNF: Assoeva x Pato - TV BRASIL e TV NSPORTS (Internet)
11:15 - Automobilismo, Stock Car: 1ª corrida da 2ª etapa de Cascavel - SPORTV 2
11:45 - Futebol, Campeonato Holandês: PSV Eindhoven x Fortuna Sittard - ESPN
12:00 - Boxe, Boxing For You: Mark Magsayo x Rigoberto Hermosillo - ESPN 2 (gravado)
12:10 - Automobilismo, Stock Car: 2ª corrida da 2ª etapa de Cascavel - SPORTV 2
12:30 - Futebol, Campeonato Inglês: Manchester United x Tottenham - ESPN BRASIL
12:30 - Futsal, Gaúcho Série Ouro: Itaqui x Guarani - RDC (RS)
13:00 - Futebol, Campeonato Italiano: Milan x Spezia - BANDEIRANTES
13:00 - Futebol, Campeonato Alemão: Bayern de Munique x Hertha Berlim - ONEFOOTBALL (Internet)
13:00 - Futebol, NCAA Feminina: Syracuse x Notre Dame - WATCH ESPN (Internet)
13:00 - Futebol, NCAA Feminina: Boston College x Louisville - WATCH ESPN (Internet)
13:15 - Futebol, Campeonato Espanhol Série B: Castellón x Leganes - WATCH ESPN (Internet)
13:30 - Futebol, Campeonato Espanhol: Cádiz x Granada - FOX PREMIUM
13:30 - Automobilismo, Copa Truck: etapa de Cascavel - SPORTV 2
14:00 - Futebol, NCAA Feminina: Florida State x Wake Forest - WATCH ESPN (Internet)
14:00 - Futebol, NCAA Feminina: Kentucky x South Carolina - WATCH ESPN (Internet)
14:00 - Futebol Americano, NFL: Seattle Seahawks x Miami Dolphins - ESPN
14:00 - Futebol Americano, NFL: Baltimore Ravens x Washington Football Team - ESPN 2
14:00 - Automobilismo, Nascar Truck Series: etapa de Talladega - FOX SPORTS 2
14:30 - Futsal, Gaúcho Série Ouro: Brasil x AES - RDC (RS)
15:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série D: Pelotas x Joinville - MYCUJOO CBF TV (Internet)
15:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série D: Real Noroeste x União de Rondonópolis - MYCUJOO CBF TV (Internet)
15:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série D: Caxias x São Luiz - MYCUJOO CBF TV (Internet)
15:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série D: Brasiliense x Atlético de Alagoinhas - MYCUJOO CBF TV (Internet)
15:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Sub-20: Santos x América Mineiro - MYCUJOO CBF TV (Internet)
15:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Sub-20: Grêmio x Flamengo - MYCUJOO CBF TV (Internet)
15:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Sub-20: Fluminense x São Paulo - MYCUJOO CBF TV (Internet)
15:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Sub-20: Sport x Internacional - MYCUJOO CBF TV (Internet)
15:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Feminino: Ponte Preta x Grêmio - MYCUJOO CBF TV (Internet)
15:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Feminino: Flamengo x Audax - MYCUJOO CBF TV (Internet)
15:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Feminino: Vitória x São Paulo - MYCUJOO CBF TV (Internet)
15:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Feminino: Avaí/Kindermann x Cruzeiro - MYCUJOO CBF TV (Internet)
15:00 - Boxe, Super-Leve do CMB: Adriana Araújo x Chantelle Cameron - DAZN (Internet)
15:15 - Futebol, Campeonato Inglês: Aston Villa x Liverpool - FOX SPORTS
15:30 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série C: Ferroviário x Santa Cruz - DAZN (Internet)
15:30 - Futebol, Campeonato Brasileiro Feminino: Corinthians x São José - BANDEIRANTES
15:45 - Futebol, Campeonato Italiano: Juventus x Napoli - BANDSPORTS
16:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro: Flamengo x Athletico Paranaense - GLOBO (menos SP) e GLOBOESPORTE (Internet)
16:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro: Coritiba x São Paulo - GLOBO (SP) e PREMIERE
16:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série C: Boa Esporte x Tombense - MYCUJOO CBF TV (Internet)
16:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série C: Londrina x Volta Redonda - MYCUJOO CBF TV (Internet)
16:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série D: Palmas x Bahia de Feira - MYCUJOO CBF TV (Internet)
16:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série D: Vitória da Conquista x Potiguar - MYCUJOO CBF TV (Internet)
16:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série D: Villa Nova x Tupynambás - MYCUJOO CBF TV (Internet)
16:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série D: Ji-Paraná x Bragantino do Pará - MYCUJOO CBF TV (Internet)
16:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série D: Campinense x Floresta - MYCUJOO CBF TV (Internet)
16:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série D: Atlético de Cajazeiras x Guarany de Sobral - MYCUJOO CBF TV (Internet)
16:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série D: FC Cascavel x Mirassol - MYCUJOO CBF TV (Internet)
16:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série D: Toledo x Ferroviária - MYCUJOO CBF TV (Internet)
16:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Feminino: Iranduba x Minas Icesp - MYCUJOO CBF TV (Internet)
16:00 - Futebol, Campeonato Espanhol: Barcelona x Sevilla - ESPN BRASIL
16:00 - Futebol, NCAA Feminina: Texas A&M x Arkansas - WATCH ESPN (Internet)
16:00 - Futebol, NCAA Feminina: Pittsburgh x Virginia Tech - WATCH ESPN (Internet)
16:00 - Futebol, NCAA Feminina: Miami x Virginia - WATCH ESPN (Internet)
16:00 - Basquete, WNBA: Seattle Storm x Las Vegas Aces (final, jogo 2) - WATCH ESPN (Internet)
17:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série D: São Raimundo do Pará x Santos do Amapá - MYCUJOO CBF TV (Internet)
17:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Sub-20: Atlético Mineiro x Ceará - MYCUJOO CBF TV (Internet)
17:00 - Futsal, Gaúcho Série Ouro: Passo Fundo x Canoense - RDC (RS)
17:00 - Futebol Americano, NFL: New York Giants x Los Angeles Rams - ESPN
17:25 - Futebol Americano, NFL: New England Patriots x Kansas City Chiefs - FOX SPORTS
17:30 - Automobilismo, Nascar Xfinity Series: etapa de Talladega - FOX SPORTS 2
18:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série D: Goianésia x Aparecidense - MYCUJOO CBF TV (Internet)
18:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série D: Vilhenense x Atlético Acreano - MYCUJOO CBF TV (Internet)
18:00 - Futebol, NCAA Feminina: Clemson x Duke - WATCH ESPN (Internet)
18:00 - Futebol, NCAA Feminina: Alabama x Florida - WATCH ESPN (Internet)
18:15 - Futebol, Campeonato Brasileiro: Goiás x Santos - PREMIERE
18:15 - Futebol, Campeonato Brasileiro: Bahia x Sport - PREMIERE
18:15 - Futebol, Campeonato Brasileiro: Fortaleza x Atlético Goianiense - PREMIERE
19:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série D: Fast x Independente - TV BRASIL
19:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série D: Galvez x Rio Branco do Acre - MYCUJOO CBF TV (Internet)
19:00 - Futsal, LNF: Campo Mourão x Umuarama - TV NSPORTS (Internet)
20:30 - Futebol, Campeonato Brasileiro: Atlético Mineiro x Vasco - SPORTV (MG assiste no Premiere)
20:30 - Basquete, NBA: Los Angeles Lakers x Miami Heat (final, jogo 3) - BANDEIRANTES e ESPN
21:15 - Futebol Americano, NFL: Philadelphia Eagles x San Francisco 49ers - ESPN 2

Segunda, 05/10/2020
06:00 - Tênis, Roland Garros: várias partidas - SPORTV 3 e BANDSPORTS (TV e internet)
09:30 - Ciclismo, Giro D'Italia: 3ª etapa - ESPN 2
15:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Feminino: Palmeiras x Internacional - MYCUJOO CBF TV (Internet)
15:30 - Futebol, Campeonato Alemão Série B: Nuremberg x Darmstadt - ONEFOOTBALL (Internet)
17:05 - Beisebol, MLB: Houston Astros x Oakland Athletics - ESPN 2
19:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Feminino: Santos x Ferroviária - TWITTER BRFEMININO (Internet)
19:00 - Futebol, NCAA: UAB x Clemson - WATCH ESPN (Internet)
20:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série B: Oeste x Operário - SPORTV (Barueri assiste no Premiere)
20:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série C: Brusque x Criciúma - DAZN (Internet)
20:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série C: Jacuipense x Vila Nova - MYCUJOO CBF TV (Internet)
20:05 - Futebol Americano, NFL: New England Patriots x Kansas City Chiefs - ESPN
20:30 - Futsal, LNF: Tubarão x Jaraguá - TV NSPORTS (Internet)
21:05 - Beisebol, MLB: New York Yankees x Tampa Bay Rays - ESPN 2
21:15 - Futebol Americano, NFL: Atlanta Falcons x Green Bay Packers - WATCH ESPN (também na ESPN logo após Patriots x Chiefs)

Terça, 06/10/2020
06:00 - Tênis, Roland Garros: várias partidas - SPORTV 3 e BANDSPORTS (TV e internet)
09:00 - Ciclismo, Giro D'Italia: 4ª etapa - ESPN 2
14:00 - Dardos, Grand Prix: 1º dia - DAZN (Internet)
15:05 - Beisebol, MLB: Miami Marlins x Atlanta Braves - ESPN 2
17:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série B: Chapecoense x Botafogo de Ribeirão Preto - SPORTV (SC assiste no Premiere)
17:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série B: Confiança x CRB - PREMIERE
17:35 - Beisebol, MLB: Houston Astros x Oakland Athletics - ESPN
19:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série D: São Caetano x Marcílio Dias - MYCUJOO CBF TV (Internet)
19:00 - Vôlei, Paulista Feminino: São Paulo x Osasco Audax - SPORTV 2
19:15 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série B: Juventude x Cuiabá - SPORTV (RS assiste no Premiere)
19:15 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série B: Vitória x América Mineiro - PREMIERE
19:15 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série B: Paraná x Náutico - PREMIERE
19:15 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série B: Avaí x Brasil - PREMIERE
19:15 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série B: CSA x Figueirense - PREMIERE
20:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série D: ABC x Central - MYCUJOO CBF TV (Internet)
20:00 - Basquete, WNBA: Las Vegas Aces x Seattle Storm (final, jogo 3) - ESPN 2
21:10 - Beisebol, MLB: New York Yankees x Tampa Bay Buccaneers - FOX SPORTS 2
21:00 - Futsal, LNF: São José x Corinthians - TV NSPORTS (Internet)
21:30 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série B: Ponte Preta x Guarani - SPORTV (Campinas assiste no Premiere)
21:30 - Vôlei, Paulista Masculino: Taubaté x Guarulhos (semifinal, jogo 1) - SPORTV 2
22:00 - Basquete, NBA: Miami Heat x Los Angeles Lakers (final, jogo 4) - BANDEIRANTES e ESPN
22:35 - Beisebol, MLB: San Diego Padres x Los Angeles Dodgers - ESPN 2

Torneios de futebol, todas as modalidades e variedades não-esportivas.

Destaques da imprensa esportiva. O que acontece em TV, rádio, jornal e web.

Podcasts com pitacos sobre os esportes e outros registros interessantes.

Convidados escrevem sobre temas de agora no futebol e em todos os esportes.

Para entender o presente, é preciso conhecer o passado. Aqui se faz isso.

Teste de conhecimentos com direito a charadas e perguntas "pega-ratão".

Verde para o bom, vermelho para o ruim e amarelo para chamar a atenção.

Gente do esporte dá dicas de livros, filmes, música, culinária e mais.