.


.

  24 Horas
  Papo de Mídia
  Academia Esportiva
  Papo Especial
  Especiais PB
  O Jogo da Minha Vida
  Rádio PB
  PB Interativo
  Sites Parceiros
 

OFERECIMENTO

.

ATENÇÃO: página melhor visualizada em 1024 x 768 - Seja bem vindo ao PAPO DE BOLA - O SITE!

.

PAPO DE MÍDIA: COLUNA
Informações e opiniões sobre a imprensa esportiva

.

Agenda da TV
Eventos ao vivo e/ou em VT inédito.
Obs.: horários de Brasília

Quarta, 14/8/2013
12:00 - Tênis, Masters de Cincinnati: várias partidas - SPORTV2 (para às 15:45 e volta às 20:00)
15:00 - Futebol, Amistoso: França x Bélgica - BANDSPORTS
15:45 - Futebol, Amistoso: Suíça x Brasil - GLOBO, SPORTV e GLOBOESPORTE.COM (Internet)
15:45 - Futebol, Amistoso: Itália x Argentina - ESPORTE INTERATIVO e SPORTV2
15:45 - Futebol, Amistoso: Alemanha x Paraguai - ESPN+ e WATCH ESPN (Internet)
16:00 - Futebol, Amistoso: Inglaterra x Escócia - ESPN BRASIL e WATCH ESPN (Internet)
17:00 - Futebol, Amistoso: Equador x Espanha - ESPN e WATCH ESPN (Internet)
17:00 - Futebol, Amistoso: Hungria x República Tcheca - BANDSPORTS (gravado)
17:00 - Natação, Troféu José Finkel: várias provas - SPORTV3
18:00 - Futebol, Amistoso: Portugal x Holanda - SPORTV2
18:35 - Aquáticos, Mundial Paralímpico: várias provas - SPORTV3
19:30 - Futebol, Campeonato Brasileiro: Atlético Mineiro x Bahia - SPORTV (MG assiste no Premiere)
19:30 - Futebol, Campeonato Brasileiro: Santos x Vasco - PREMIERE
19:30 - Futebol, Campeonato Brasileiro: Criciúma x Náutico - PREMIERE
19:30 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série B: Guaratinguetá x Figueirense - PREMIERE
19:45 - Futebol, Copa do Brasil Sub-17: Atlético Mineiro x Ponte Preta - ESPN BRASIL
21:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro: Coritiba x Portuguesa - PREMIERE
21:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro: Vitória x Ponte Preta - PREMIERE
21:00 - Beisebol, MLB: Saint Louis Cardinals x Pittsburgh Pirates - ESPN+ e WATCH ESPN (Internet)
21:15 - Futebol, Copa Sul-Americana: Racing x Lanús - SPORTV3
21:50 - Futebol, Campeonato Brasileiro: Goiás x Flamengo - GLOBO (RJ, GO - exceto Goiânia -, ES, DF, BA, CE, AL, RN, PB, PI, PA, AM, RO, RR, AP, AC, TO e Balsas), BAND (RJ, MG, ES, DF, BA, CE, AL, RN, PB, SE, PI, PA, AM, RO, RR, AP, AC e TO) e PREMIERE
21:50 - Futebol, Campeonato Brasileiro: Fluminense x Corinthians - GLOBO (SP, Goiânia, Porto Alegre, SC, PR, MS, MT, PE, SE e MA - exceto Balsas), BAND (SP, GO, RS, SC, PR, MS, MT, PE e MA) e PREMIERE
21:50 - Futebol, Campeonato Brasileiro: Grêmio x Cruzeiro - GLOBO (MG e RS - exceto Porto Alegre) e PREMIERE
22:00 - Futebol, Amistoso: México x Costa do Marfim - ESPORTE INTERATIVO, SPORTV2 e BANDSPORTS
0:15 - Futebol, Amistoso: Milan x Los Angeles Galaxy - FOX SPORTS (gravado)
2:30 - Atletismo, Mundial: várias provas - SPORTV


Quinta, 15/8/2013
12:00 - Atletismo, Mundial: várias provas - SPORTV
12:00 - Tênis, Masters de Cincinnati: várias partidas - SPORTV2 (para às 19:30 e volta às 20:00)
13:00 - Futebol, Amistoso: Iraque x Chile - BANDSPORTS (gravado)
15:30 - Futebol, Amistoso: Bósnia x Estados Unidos - BANDSPORTS (gravado)
16:00 - Futebol, Taça Belo Horizonte de Juniores: Cruzeiro x Santa Cruz - SPORTV
17:00 - Natação, Troféu José Finkel: várias provas - SPORTV3
17:30 - Futebol, Amistoso: Polônia x Dinamarca - BANDSPORTS (gravado)
18:30 - Futebol, Taça Belo Horizonte de Juniores: Sport x Corinthians - SPORTV
18:30 - Aquáticos, Mundial Paralímpico: várias provas - SPORTV3
19:30 - Futebol, Campeonato Brasileiro: São Paulo x Atlético Paranaense - PREMIERE
19:30 - Futebol Americano, LFL: Minnesota Valkyries x Seattle Mist - BANDSPORTS (gravado)
21:00 - Futebol, Campeonato Brasileiro: Botafogo x Internacional - SPORTV (RJ assiste no Premiere)
21:00 - Futebol Americano, Pré-Temporada da NFL: Chicago Bears x San Diego Chargers - ESPORTE INTERATIVO, ESPN e WATCH ESPN (Internet)
21:00 - Beisebol, MLB: Chicago White Sox x Minnesota Twins - ESPN+
2:30 - Atletismo, Mundial: várias provas - SPORTV

Sexta, 16/8/2013
6:00 - Vôlei, Grand Prix: Cuba x Brasil - ESPORTE INTERATIVO e SPORTV
6:30 - Rúgbi, NRL: Rabbitohs x Sea Eagles - SPORTS+
8:30 - Futebol, Amistoso: Ucrânia x Israel - SPORTV3 (gravado)
8:30 - Vôlei, Grand Prix: Alemanha x Rússia - SPORTV2
12:00 - Tênis, Masters de Cincinnati: quartas-de-final - SPORTV2 (para às 18:00 e volta às 20:00)
13:00 - Velocidade, Ferrari Challenge: etapa de Portimão - BANDSPORTS (gravado)
14:00 - Tênis, WTA de Cincinnati: duas quartas-de-final - BANDSPORTS
15:30 - Futebol, Campeonato Francês: Sochaux x Lyon - ESPN e WATCH ESPN (Internet)
18:00 - Futebol, Campeonato Argentino: Arsenal x Olimpo - FOX SPORTS
19:30 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série B: Avaí x Ceará - SPORTV (SC assiste no Premiere)
19:30 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série B: São Caetano x Boa Esporte - PREMIERE
20:00 - Futsal, Liga Futsal: Corinthians x Maringá - ESPN BRASIL
20:00 - Beisebol, MLB: Boston Red Sox x New York Yankees - ESPN+
21:00 - Futebol Americano, Pré-Temporada da NFL: Tampa Bay Buccaneers x New England Patriots - ESPORTE INTERATIVO
21:50 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série B: Sport x Atlético Goianiense - SPORTV (PE assiste no Premiere)
21:50 - Futebol, Campeonato Brasileiro Série B: Oeste x Joinville - PREMIERE
22:00 - Boxe, Friday Night Fights: Andrzej Fonfara x Gabriel Campillo - ESPN e WATCH ESPN (Internet)
0:20 - Vôlei, Grand Prix: Japão x EUA - SPORTV2
Quarta, 14 de agosto de 2013
Os 35 anos do "Globo Esporte"

Tradição na hora do almoço, o "Globo Esporte" estreou em 14 de agosto de 1978 como uma evolução do "Copa Brasil", programa anterior que era dedicado exclusivamente a esta competição - era assim que se chamava o Campeonato Brasileiro na época. O futebol continuava predominando, mas outras modalidades passaram a ter espaço. Léo Batista, que já fazia o "Copa Brasil", seguiu no novo "GE", que foi criado pelo diretor José Bonifácio de Oliveira Sobrinho (Boni). Pouco tempo depois, chegaria a ele o apresentador Fernando Vannucci.

A partir de 1983, o jornal adotou o esquema que se tornaria tradicional e que ainda hoje persiste em grande parte do país: um bloco regional e outros dois em rede nacional. A década de 80 também faria São Paulo ganhar o seu próprio "GE", com apresentadores como Osmar Santos e Oliveira Andrade. Enquanto isso, no Rio de Janeiro alguns destaques eram os comentários de José Carlos Araújo sobre os times locais e as barbadas hilariantes do turfe passadas por Ernani Pires Ferreira. Um pouco menos de meia hora era usada para a atualização do noticiário no ar.

A década de 90 teve a chegada de outro rosto fundamental para o "Globo Esporte": Mylena Ciribelli, egressa da Manchete e que passou a se revezar na edição nacional com Vannucci e Léo. Enquanto isso, em São Paulo o apresentador nos primeiros anos desta fase era Cléber Machado, egresso da Globo do Vale do Paraíba e já atuante na capital pela TV Gazeta no início de tudo. Na segunda metade dos anos 90, a edição paulista ganhou a condução de Débora Meneses, ex-Manchete e Bandeirantes. Já a nacional tinha outro apresentador: Maurício Torres, ex-SporTV e Rádio Globo. Também estava nessa Glenda Kozlowski, do "Esporte Espetacular", um dos três programas fixos da grade nesta década - o outro era o "Placar Eletrônico", nos finais de domingo. Em 1997, Minas Gerais passou a fazer não mais um bloco local e sim os 30 minutos todos regionais.

Os anos 2000 compõem o período em que passei a assistir com maior frequência o "GE". A edição nacional não contava mais com Fernando Vannucci, que deixou a emissora em 1998, mas lá estavam Léo, Mylena, Maurício e a novidade Alexandre Bacci. Na edição paulista, Débora saiu no fim de 2001. A partir de 2003, estes dois "Globo Esporte" passaram a ser reprisados de segunda a sexta pelo SporTV nos fins de tarde (posteriormente pelo SporTV2). Tempos de Mylena titular do nacional e de Glenda titular do paulista. Através do "GE"/SP, conheci duas apresentadoras reservas: Flávia Freire, que ficou uns poucos meses e depois se firmou na previsão do tempo, e Débora Vilalba, que teve um tempo bem razoável no ar por cobrir a licença-maternidade da Glenda. Quando Débora saiu, o "GE"/SP teve como um reserva imediato mais assíduo Alexandre Oliveira, do SporTV.

Um período de inovação no "Globo Esporte" foi o de 2008: cenário físico e, pela primeira vez, uma bancada na tela, além de uma dupla na apresentação. Glenda Kozlowski e Tino Marcos se juntavam novamente, após três anos reunidos no "Esporte Espetacular". O principal de tudo: transmissão simultânea para Rio de Janeiro e São Paulo, tendo que ser equilibradas as pautas dos clubes destes dois estados - o que afetava especialmente a cobertura paulista por lá ter edição toda local em quase todos os então 30 anos no ar. Acabou não dando certo.

Mudança completa o "GE" sofreria em 2009. São Paulo voltou a ter uma edição regional e seu apresentador era um lançamento em termos de canal 5 paulistano: Tiago Leifert, ex-SporTV e TV Vanguarda. Um formato muito diferente, apostando em informalidade, descontração e brincadeiras em um tom pop próprio dos programas de jovens somado às informações diárias, além de um novo cenário e apresentação em pé. O novo "GE"/SP virou mais um ao qual se aplica a frase "ame-o ou deixe-o". Pouco depois, o novo formato foi adotado também pela edição nacional, que Glenda deixou de fazer para ser sucedida de segunda a sexta por Alex Escobar.

Grandes mudanças aconteceram em 2011: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Pernambuco, Bahia e Ceará ganharam seus próprios "Globo Esporte", privilegiando as coisas regionais e mesclando elas a um básico enviado pela rede nacional. Pouco tempo depois, também o Rio de Janeiro se separou da edição nacional, algo até então inédito. O mesmo estúdio atendia dois jornais: o carioca ao vivo e o nacional, para as demais afiliadas e as antenas parabólicas, gravado pela Cristiane Dias. No ano passado, Brasília também entrou nessa de "GE" regionalizado. Assim, chegamos ao que temos hoje: dez edições completas diárias - exceto sábados e alguns dias durante a semana, quando a edição nacional também é transmitida para o Rio de Janeiro.

Para traçar um painel da evolução do "Globo Esporte" ao longo destes 35 anos, selecionei abaixo um vídeo por ano. Muita gente que dele fez parte não entrará nessa lista de vídeos que fiz e alguns serão repetidos, mas numa compilação dessas foi inevitável repetir isso ou ausentar aquilo, sendo o critério o de um vídeo por ano. Mas dá para oferecer um bom painel das mudanças que o jornal esportivo da Plim-Plim sofreu. Eis:

De 1978 (postagens de abernardogf e rogerioandre), a primeira edição, com o título anunciado na abertura por Dirceu Rabelo e a apresentação de Léo Batista. A manchete principal era o Guarani campeão brasileiro, com o gol do título narrado por Luciano do Valle e entrevistas no vestiário feitas por Juarez Soares.

De 1979 (postagem de badsnows), Luciano do Valle apresenta uma entrevista de Reginaldo Leme com Emerson Fittipaldi.

De 1980 (postagem de rglobohdtv), Fernando Vannucci apresenta uma entrevista de Carlos Valadares, repórter e narrador da Globo Minas, com o goleiro João Leite, do Atlético - em preto e branco, como ainda acontecia em umas que outras emissoras naqueles tempos.

De 1981 (postagens de abernardogf e rglobohdtv), "GE" com novo logotipo e novo selo na parede verde. Vannucci apresenta uma matéria de Roberto Thomé. O então repórter da TV Gaúcha cobriu a festa Chuteira de Ouro aqui em Porto Alegre. Neste ano, entrou a abertura mais duradoura do jornal, além da versão mais famosa da trilha sonora de vinheta.

De 1982 (postagem de rglobohdtv), Léo apresenta uma matéria sobre o Campeonato Carioca de Voo Livre. O vídeo não tem créditos, a repórter não fez passagem e não a reconheci de voz, então, não sei quem é ela.

De 1983 (postagem de elgclemente), Galvão Bueno apresenta os gols de Blooming 0 x 2 Grêmio, pela Copa Libertadores. O técnico do Flamengo, Paulo César Carpegiani, assistiu à partida dos estúdios da emissora no Rio de Janeiro e, neles, encontrou o humorista Jô Soares.

De 1984 (postagem de arquivos1000), Luiz Andreoli apresenta na edição paulista uma reportagem dele mesmo com Serginho Chulapa, autor do gol do título estadual do Santos. Destaques dos créditos finais: o chefe de redação era Michel Laurence; um dos editores era Marco Antônio Rodrigues, o "Bodão"; o editor regional de Ribeirão Preto era Luís Alberto Volpe; e o chefe de reportagem era o comentarista José Maria de Aquino.

De 1985, Vannucci apresenta matéria de José Luiz Datena no Palmeiras, que estava com dúvida sobre qual o melhor centroavante: Reinaldo ou Reinaldo?

De 1986 (postagem de rglobohdtv), Oliveira Andrade apresenta em São Paulo e Roberto Thomé entrevista José Carlos Brunoro sobre sua saída do comando técnico do vôlei do Brasil.

De 1987, nova logomarca atrás do apresentador. Vannucci anuncia matéria de Marcelo Rezende sobre uma crise no Flamengo. Já indiquei essa recentemente, mas vale a reprise ainda mais nestes tempos em que Rezende anda muito bem cotado por seu noticiário policial "Cidade Alerta" registrar os melhores índices de momento na Record.

De 1988 (postagem de oldvideocassetetapes), uma edição quase completa apresentada por Vannucci. Tem uma rápida passagem do então repórter Luiz Fernando Lima, que dividia com Telmo Zanini a chefia de redação, e uma matéria sem passagem de Abigail Costa, além de offs de Léo Batista e Sérgio Ewerthon. Nos créditos finais, o editor-chefe era Ricardo Pereira e um dos editores era o repórter Raul Quadros.

De 1989 (postagem de rglobohdtv), a primeira mulher apresentadora do "Globo Esporte": Isabela Scalabrini. Ela mostra um VT sobre a morte de Luizinho das Arábias, jogador ex-Flamengo e Fortaleza, que atuava no Remo.

De 1990 (postagem de rglobohdtv), Vannucci apresenta uma matéria de Tino Marcos no Flamengo. Novamente o fundo atrás do apresentador era verde, com a logomarca reformulada.

De 1991 (postagem de videosspfc), nova dose do Tino, desta vez em reportagem sobre o São Paulo campeão estadual contra o Corinthians. Apresentação da Mylena Ciribelli, a partir de então "a cara" deste noticiário.

De 1992 (postagem de bokitonizo), o "GE"/SP pós-título mundial do São Paulo contra o Barcelona. Interessante: os então três narradores nacionais reunidos neste mesmo vídeo. Cléber Machado apresentava e as matérias de Roberto Thomé no Brasil e Roberto Cabrini no Japão recuperam os gols narrados por Luiz Alfredo e Oliveira Andrade. Era o tempo do Galvão Bueno na Rede OM, não custa lembrar.

De 1993 (postagem de videosspfc), Abigail Costa apresentando na edição paulista uma reportagem de Roberto Thomé sobre o São Paulo campeão da Supercopa diante do Flamengo. Destaque para os créditos finais: Marco Antônio Rodrigues era o editor-chefe, Michel Laurence um dos editores, Renato Leal o editor de Campinas, Nivaldo de Cillo o editor em São José dos Campos, José Emílio Ambrósio o gerente de operações, José Maria de Aquino o chefe de redação e Ciro José o diretor de esportes.

De 1994 (postagem de rluiz66), Léo na edição dedicada à chegada dos tetracampeões mundiais ao Brasil, em reportagens de Stênio José em PE, Vinícius Dória no DF, Régis Rosing aqui no RS, Marcos Malafaia e Roberto Sander no RJ e Mauro Naves e César Augusto em SP. Nos créditos finais: o editor-chefe era João Ramalho e nos editores estavam Mário Jorge Guimarães e Rosane Araújo, atual editora-chefe do "Esporte Espetacular".

De 1995 (postagem de squadra62bfr), Vannucci apresenta reportagens de Roberto Sander e Marcos Malafaia sobre o Botafogo campeão brasileiro contra o Santos.

De 1996 (postagem de gabapanda), escalada de uma edição apresentada por Mylena, cujos destaques eram os 40 anos da estreia de Pelé no Santos, uma luta de Mike Tyson e preparativos de São Paulo, Corinthians e Flamengo para os próximos jogos do Campeonato Brasileiro.

De 1997 (postagem de hilhotta), Maurício Torres apresenta uma matéria de - salvo algum engano dos meus ouvidos - Renato Ribeiro sobre vitória do Fluminense diante do Corinthians.

De 1998 (postagem de ruituco e diler2006b), novos selos atrás dos apresentadores, neste vídeo Glenda Kozlowski. Tem uma reportagem de Régis Rosing e outra de Mauro Tagliaferri, esta sobre Zagallo na Portuguesa.

De 1999 (postagem de cobhc13news), Rita Andrade apresenta na edição paulista uma reportagem de Marjana Vargas sobre Daiane dos Santos, um talento que despontava para a ginástica brasileira. Rita era reserva da Débora Meneses e não sei por onde anda atualmente - lembro de vê-la há bastante tempo no programa da Sônia Abrão na RedeTV!, onde foi para contar das dificuldades que vivia à ocasião, que não sei se foram superadas.

De 2000 (postagem de arqueirovasco), Alexandre Bacci apresenta um VT sobre o Vasco bicampeão carioca de atletismo em provas disputadas no agora tombado Estádio Célio de Barros.

De 2001 (postagem de fbaccarat80), o fim do "GE"/SP apresentado por Débora Meneses no dia seguinte ao Atlético Paranaense campeão brasileiro contra o São Caetano - novamente, os selos de fundo refeitos. O vídeo tem som de apenas um dos lados.

De 2002 (postagem de fabiosvr), toda a edição paulista pós-Santos campeão brasileiro contra o Corinthians. A abertura estreou no ano anterior e a apresentação foi da Mariana Becker, que chegou a cantarolar trechos do famoso hino informal do Peixe, "Leão do Mar", nas passagens para os intervalos. Há reportagens de Pedro Bassan, Mauro Tagliaferri, Gudryan Neufert e Fabiana Faria. O nome da Mariana tinha "São Paulo" creditado abaixo porque era um hábito vindo ainda dos tempos de bloco local, que permaneceu por mais alguns anos. No início do segundo bloco, Mariana é novamente creditada pois apenas ali era formada rede estadual, já que o primeiro bloco era regional de cada afiliada no interior paulista.

De 2003 (postagem de crvgmultimidia), Mylena Ciribelli apresenta reportagem de José Ilan sobre vitória do Vasco contra o São Paulo, pelo Brasileirão.

De 2004 (postagem de utrillo), Léo Batista apresenta matéria de Bruno Côrtes sobre o centenário do Bangu, que tem entre os depoentes Roberto Assaf, que não lembro agora se já era comentarista do SporTV naquele ano.

De 2005 (postagem de vitorluizsalgado), Tadeu Schmidt apresenta uma reportagem de Abel Neto sobre Atlético Paranaense x São Paulo, a primeira decisiva da Libertadores. Planos de fundo alterados uma vez mais e uma nova abertura a partir deste ano.

De 2006 (postagens de mymatheusmartins e luigisci), Mariana chama a matéria de Marco Sperotto Jr. para São Paulo x Internacional, pela final da Libertadores.

De 2007 (postagem de videotv1000), Alexandre Oliveira apresenta o "GE"/SP, com entrada ao vivo de Luís Roberto e reportagens de Eduarda Streb, Marco Aurélio Souza e Eric Faria. Nos créditos finais: o editor executivo era Sérgio Hilinsky, hoje na Record; uma das produtoras era Renata Cuppen, depois popularizada entre o público do jornal como "voz na consciência"; e o chefe de redação era o ex-repórter João Pedro Paes Leme.

De 2008 (postagens de mymatheusmartins e saopaulinosnorio), nova abertura, cenário físico, bancada e Glenda Kozlowski e Tino Marcos juntos na apresentação para Rio e São Paulo unidos nos 30 minutos. Reportagem de Renato Ribeiro no Prêmio Craque Brasileirão.

De 2009 (postagem de albertotrindade), a nova fase da retomada edição paulista, com Tiago Leifert voltando de férias e o começo dedicado às zoeiras do pessoal do estúdio com ele, dando o tom da informalidade a partir daquele ano adotada. Depois, ele chama Felipe Diniz no Corinthians.

De 2010 (postagem de fluzao4ever), Cristiane Dias apresenta na edição nacional a retrospectiva de fim de ano.

De 2011 (postagem de tornado939), novo cenário único para todos os programas esportivos globais. Nesta edição carioca, Alex Escobar anuncia a matéria de Carol Barcellos para a vitória do Vasco sobre o Fluminense.

De 2012, um "Globo Esporte" especialíssimo: homenagem aos 80 anos completados no dia seguinte por Léo Batista, há anos permanente no jornal somente aos sábados. Ele e Escobar apresentaram juntos aquela edição, mas foi o atual titular que chamou o VT de aniversário no fim, num momento bacana demais.

De 2013 (postagem de Canal Três), uma edição nacional de poucos dias atrás, com Fernanda Gentil cobrindo férias de Cristiane Dias já no estúdio novo, que foi inaugurado na Copa das Confederações - edição nacional que, como bem observei, não é assistida em RJ/ES, SP, MG, RS, SC, PR, PE, BA, CE e DF, além de em quase todas as demais afiliadas entrar somente a partir do segundo bloco e ir ao ar completa nas antenas parabólicas.

Esta foi a linha do tempo apenas pegando as edições nacional e paulista, que são os fios condutores da história de 35 anos do "Globo Esporte". Mas não dá para esquecer de alguns dos tantos apresentadores regionais. Peguei um exemplo de algumas regiões, que servem como representativos de cada uma delas:

Minas Gerais - Fernando Sasso em 1991 (postagem de danielromeirosilva). Tem compacto narrado por ele e reportagem de Guilherme Mendes para Cruzeiro 0 x 0 Colo-Colo, pela Supercopa. Sasso morreu em 2005. No início dos anos 2000, passaram jornalistas como Lincoln Gomide, Adriana Spinelli e - agora sei o nome dela - Lia Lombardi. Veio a seguir o período da Letícia Renna, que durou bastante tempo. Mais recentemente, Marcos Leandro era o apresentador. Atualmente, há um rodízio entre os vários componentes esportivos da emissora.

Rio Grande do Sul - Paulo Brito em 1997 (postagem de fredmendesfjp). Chamado de informações pré-jogo de Pelotas x Internacional com Roberto Brauner e Farid Germano Filho, então da Rádio Gaúcha. Som de apenas um dos lados. Brito foi titular do "GE" gaúcho, tanto bloco local quanto edição estadual, por duas décadas, mas deixou a titularidade no ano passado, quando Alice Bastos Neves ficou sozinha na apresentação após um ano deles juntos. Paulo e seu jargão "boa taaaarde, tudo belezinha?" ainda aparecem no "GE" aos sábados.

Santa Catarina - Suyanne Quevedo em 2002 (postagem de drgustavo107). Segunda-feira do Criciúma campeão brasileiro da Série B contra o Fortaleza. Entre reportagem e apresentação, Suyanne está envolvida com o "Globo Esporte" por quase duas décadas, há mais de 10 anos no comando dele - hoje conjunto com Giovani Martinello.

Paraná - Gilberto Fontoura em 1988 (postagem de guerrilheirocap). Tem reportagem de Ney Hamilton sobre o Atlético campeão sobre o Coritiba. Não sei por onde anda Gilberto, mas sei que depois dele muito presente esteve e ainda está Gil Rocha, a partir da década de 2000 sendo Jasson Goulart o apresentador. Atualmente, Rogério Tavares e Janaína Castilho dividem o comando - mais ele, mas ela também faz bastante o noticiário.

Pernambuco - Natan Oliveira em 1992 (postagem de marcoslima3). Tem matérias de Stênio José e Cláudia Prosini sobre o Sport campeão estadual diante do Náutico. Natan foi a voz da Globo Nordeste nas décadas de 80 e 90, atuante também na rede nacional - foi ele, por exemplo, o locutor do Fla-Flu de despedida do Zico em Juiz de Fora em 1989. Hoje, está na Rádio Jornal. Nos anos 2000, a apresentadora mais presente foi Juliana Maggi, hoje editora do SporTV no Rio de Janeiro. Atualmente, George Guilherme é o condutor do jornal.

Bahia - Thiago Mastroianni em 2007 (postagem de lucasbgp). Outro que vem de longa data como "cara local" do "Globo Esporte", atualmente junto com Patrícia Abreu na apresentação. Neste vídeo de seis anos atrás, há reportagens de Marcus Pimenta e Ivan Andrade.

Faltou muita coisa, bem sei. Mas considerando-se o tempão no ar e a riqueza de material disponível para ser explorado, há de se levar em conta que ficou bem grande o tópico de homenagem a estes 35 anos do "Globo Esporte" - homenagem à altura, assim espero. Que todos comemorem bastante esta ocasião, até porque não são muitos os programas de televisão que duram não digo todo este tempo, mas mesmo metade disso.

Vamos a outros assuntos do dia
Pois é, pessoas. Tem mais temas por abordar a seguir, inacreditavelmente.

"Planeta Extremo"
Do Flávio Ricco no "Canal 1": o quadro do Clayton Conservani será convertido em programa de temporada na Globo, igual a vários outros semanais assim feitos. Serão 12 episódios às quintas-feiras, provavelmente vindo na sequência do "Globo Mar". Natural esta evolução, dado o grande destaque às aventuras radicais do Clayton.

Novo Basquete Brasil
De João Gabriel Rodrigues no GloboEsporte.com: a Globo transmitirá Flamengo x Uniceub dia 9 de novembro, sábado. Será o jogo de abertura da temporada 2013/2014, cuja decisão poderá ter duas partidas na final, o que a Liga Nacional de Basquete tá discutindo com a TV - e duas partidas naquele esquema de ida e volta, saldo de pontos, melhor campanha etc. Vão conseguir futebolizar o esporte da bola no cesto. Aí é pra matar o vivente.

"Bom Dia Rio"
Jornalistas do SporTV normalmente são chamados para comentar os times cariocas no matinal ao longo dos últimos cerca de dez anos. Assim foi com Alex Escobar (pré-TV Globo) e Paulo César Vasconcellos na época da Ana Luiza Guimarães e, agora, assim é com Raphael Rezende, que tem comparecido ao jornal apresentado por Flávio Fachel às 6 e meia. Legal essa. Raphael é um jovem e talentoso valor - e jovem mesmo, nem chegou aos 30 anos de vida, ainda mais numa função normalmente de gente mais experiente como a de comentarista.

Futebol na Globo
Vale o lembrete: com três transmissões das cabeças de rede nesta quarta-feira, dividiram os comentaristas entre Casagrande e Júnior em Suíça x Brasil e Caio Ribeiro em Fluminense x Corinthians, novamente Roger Flores sendo o comentarista do jogo do Rio de Janeiro, da maior parte da rede e da parabólica (Goiás x Flamengo). Já Grêmio x Cruzeiro terá transmissões separadas: Globo Minas com Rogério Corrêa, Bob Faria, Márcio Rezende Freitas e Rodrigo Franco, e RBS no interior do RS com Gustavo Manhago, Diogo Olivier e Glauco Pasa.

Futebol na Band
Nesta quarta-feira, assinantes da Sky receberão Goiás x Flamengo em todo o Brasil pelo canal 15, com as exceções de SP, GO, RS, SC e PR, que assistirão Fluminense x Corinthians pelo canal 132.

A hérnia do Neto
É uma hérnia de disco que tirou o ex-jogador de combate das suas atividades no Grupo Bandeirantes. Por isso que no sábado ele não apresentou o "Concentração" na Rádio Bandeirantes, no domingo não comentou Cruzeiro x Santos na TV Band e na segunda-feira não apresentou o "Baita Amigos" no BandSports - neste dia ele até fez "Os Donos da Bola" na Band, mas com o desvido resguardo, incluindo um banco para se sentar (a condução é sempre em pé). Do Flávio Ricco no "Canal 1": mesmo sob cuidados médicos, Neto estará nos comentários das partidas da TV Bandeirantes hoje, em Fluminense x Corinthians, e domingo, em Flamengo x São Paulo. Porém, não fará hoje nenhum jogo na Rádio Bandeirantes, nem Suíça x Brasil e nem Santos x Vasco. Enquanto isso, o "Donos" de São Paulo, Curitiba e Palmas na rede VHF/UHF tem sido apresentado pelo Nivaldo Prieto.

Copa do Mundo no Fox Sports
O canal fez somente ontem o anúncio oficial da aquisição da competição de 2014, que será transmitida nele e no Fox Sports 2, que chegará justamente no ano que vem. A cobertura às ganhas da Copa iniciará em outubro.

Fox Sports 2
Do Flávio Ricco no "Canal 1": o espaço que ele ocupará será o do canal Bem Simples, que terá seu conteúdo migrado para o Fox Life, numa mescla de ambos a partir de janeiro. Por um lado, isso resolve de imediato a presença do FS2 na maioria das operadoras. Só que especificamente na Sky espero que não tenhamos um novo "dramalhão mexicano" igual ao do ingresso do FS no ano passado. Motivo: a Sky não tem o Bem Simples...

Fox Sports
Há alguns dias está com uma nova repórter, e lamentavelmente caía no meu esquecimento fazer tal registro - do qual recordei hoje por ser justamente hoje seu aniversário: Daniela Boaventura, loira lindindona que por bastante tempo foi do jornalismo geral da Rede Record em São Paulo, além de uma breve passagem pelo SBT no Rio de Janeiro. Um material dela no FS é este aqui, exibido ontem, sobre Hernane querer ser titular do Flamengo.

BandSports
É nele que Hugo Botelho tem duas transmissões agendadas neste meio de semana, ambas comentadas por Fábio Salgueiro: Hungria x República Tcheca hoje e Polônia x Dinamarca amanhã. Não é o ideal ainda porque melhor será escutá-lo novamente no rádio, mas serve para deixá-lo em atividade. Que mais venha por aí.

SporTV
Do UOL Esporte: após comemorar seu título no salto com vara no Mundial de Atletismo, Yelena Isinbayeva foi entrevistada por Tiago Maranhão e, a pedido dele, disse o slogan "SporTV, o canal campeão". O repórter brincou e perguntou: "é o seu canal, né?" E a musa: "sim, é o meu canal. Me dê o dinheiro. (risos)" Baixou Cuba Gooding Jr. na Isinbayeva? Sim, né, pra lançar o "show me the money" dele em "Jerry Maguire", eh, eh...

Rádio do Recife*
O comentarista Aderval Barros sacudiu o Twitter ontem à noite ao responder uma série de perguntas e lançar em várias postagens os nomes da equipe esportiva que atuará a partir do mês que vem na CBN, que troca o canal de 90,3 para 97,1, substituindo a Globo FM, e sai do Sistema Jornal do Commercio para a Rede Nordeste de Comunicação. Em resumo, a equipe informada pelo "Implacável" é esta: na narração, Eri Santos (o mesmo do Premiere e da TV Asa Branca de Caruaru) e Alexandre Costa; nos comentários, Léo Guerreiro, Beto Lago, Uaci Matias, Marcos Leandro (homônimo do narrador mineiro, antes que alguém pense ser o mesmo) e Léo Medrado (ex-Globo Nordeste); nas reportagens, João Victor, Vitor Araújo, Diogo Marques e Renato Barros; e no plantão, Ricardo Barone. Agora, é aguardar mais informações sobre programação e eventuais nomes que faltem.
*Com auxílio do conviva Helberdan Torres

Rádio de Goiânia
Do Auvaro Maia: enquanto o repórter Bruno Daniel pode deixar a CBN para assumir a coordenação da Equipe do Mané na TV Brasil Central, pendências contratuais causaram a suspensão momentânea do esporte da Difusora.

Rádio de Araraquara
Do Araraquara.com: após quase uma semana de internação devido a um infarto, recebeu alta do Hospital São Paulo o narrador José Roberto Fernandes, da equipe "Campeões da Bola" da Cultura AM. Ele, que ficará ausente do trabalho por um mês em recuperação, agradeceu ao time da Ferroviária por lhe dedicar a vitória sobre o São Carlos, pela Copa Paulista, e aos torcedores da Ferroviária, que gritaram seu nome no fim da partida.

Momento Raridade Rara I
Nome especial da seleção brasileira e multicampeã estadual, nacional, sul-americana e mundial em clubes como Transbrasil, Sadia, São Caetano, Leite Moça, Barueri e BCN, Ana Moser completa 45 anos nesta quarta-feira. Grande jogadora de vôlei, ela comentou a modalidade por muito tempo na ESPN Brasil e em passagens pela TV Bandeirantes. Dois registros para destacá-la: neste aqui (postagem de celsohn), sua aposentadoria em 1999 é destacada num VT da Globo com locução de Luís Roberto e em outro da Band com trechos de jogadas suas narradas por Luciano do Valle; e este aqui (postado por paulinhonet) tem ela no "Juca Entrevista" em 2007.

Momento Raridade Rara II
Assista aqui (postagem de jogosdobrasil) Suíça 1 x 0 Brasil, amistoso em 1989, narrado na TV Globo por Galvão Bueno. O comentarista era Chico Anysio, que algumas vezes comentou futebol na Plim-Plim, embora tivesse esta atividade mais presente principalmente em emissoras de rádio do Rio de Janeiro.

Momento Raridade Rara III

Tópico para os jogos do dia pelo Campeonato Brasileiro.

Começo aqui (postagem de urutara) com Atlético Mineiro 4 x 1 Bahia, em 1996, com Fernando Sasso no SporTV, pelo qual narrava jogos em Minas Gerais na época.

Prossigo com dois Santos x Vasco na Vila Belmiro: de 1995 (postagem de ferrazrbr), 5 x 3 cruzmaltino na voz de Januário de Oliveira na TV Bandeirantes; e de 2003 (postagem de paulkiske), 3 x 0 santista contado por Deva Pascovicci no Premiere Esportes.

Passo para dois Goiás x Flamengo no Serra Dourada com narração de César Rezende para compactos na TV Anhanguera: de 1986 (postagem de alrossi), 4 x 0 flamenguista apresentado na Rede Globo por Léo Batista; e de 1991 (postagem de cicim8665), 5 x 1 esmeraldino.

Avanço para dois Fluminense x Corinthians no RJ: de 2003 (postagem de patrickrente1), 1 x 0 tricolor com Lucas Pereira e Jorge Luiz Rodrigues no Premiere Esportes; e de 2005 (postagem de octavius8th), 2 x 0 corintiano com Cléber Machado na TV Globo.

Termino com dois Grêmio x Cruzeiro aqui em Porto Alegre: de 1993 (postagem de sleite1271), 1 x 0 gremista em amistoso narrado por Nelson Marconi na TVE/RS; e de 1997 (postagem de urutara), 1 x 0 cruzeirense transmitido por Oliveira Andrade na TV Globo.

Ajude o PB
É o banner que está à esquerda desta página. Forçado fui a adotar por tempo indeterminado o sistema chamado de "crowdfunding" (financiamento coletivo). Clicando aqui, entenderão o que me levou a algo que relutei em fazer.

Convivas

As mensagens aqui publicadas são remetidas pelos leitores deste PB ao e-mail papodebola@gmail.com.

Atenção: as mensagens enviadas ontem serão reunidas às remetidas hoje e publicarei na coluna de amanhã.

O COLUNISTA: Edu Cesar é criador e editor do Papo de Bola (autor também da coluna "24 Horas").

TWITTER: @papodebola
E-MAIL: papodebola@gmail.com


LEIA COLUNAS ANTERIORES

.


 
Seja mais um seguidor do Papo de Bola e leia as manchetes do site e comentários diversos.

PAPO DE BOLA - O SITE Desde 2/6/2003 Jogue junto com este time!
Criação, produção e edição Edu Cesar E-mail papodebola@gmail.com

.