Desde 02/06/2003 Criação, produção e edição: Edu Cesar


papodebola@gmail.com


papodebola


sitepapodebola


edupapodebola

SOBRE ESTA SEÇÃO
O editor Edu Cesar comenta os resultados dos campeonatos de futebol e o dia-a-dia dos clubes. Destaque para o que de principal ocorre em todas as modalidades e ainda os tópicos não-esportivos "Sintonia PB", "Clipe do Dia" e "Bela do Dia".
 
LEIA AQUI as colunas anteriores VEJA AQUI as "Belas do Dia" anteriores
 
Terça, 31 de agosto de 2021
100 medalhas de ouro brasileiras em Paralimpíadas

A marca histórica foi atingida no atletismo 1.500 metros rasos classe T11 por Yeltsin Jacques e por seu guia Antônio Carlos dos Santos, que marcaram 3min57s60, levando eles novamente ao topo depois da vitória nos 5.000 metros. Foi um dos oito ouros dos últimos dias e que ainda não registrei nesta coluna. Os outros: Alana Maldonado no judô classe B2 com vitória sobre a georgiana Ina Kaldani; Claudiney Batista no lançamento de disco F56 com 45,59m (recorde paralímpico); Elizabeth Gomes no lançamento de disco com 17,62m (recorde mundial); Gabriel Araújo na natação 200 metros livre classe S2 com 4min06s52; Maria Carolina Santiago na natação tanto nos 50 metros livre classe S13 com 26s82 quanto nos 100 livre S12 com 59s01 (primeira brasileira campeã olímpica da modalidade desde Fabiana Sugimori nos 100 livre S11 em Atenas 2004); e Mariana D'Andrea no halterofilismo levantando 137 quilos.

Seis pratas foram obtidas: Alessandro Rodrigo no arremesso de peso classe F11; Bruna Alexandre no tênis de mesa classe T10; Gabriel Bandeira na natação 200 metros medley classe SM14; Raíssa Rocha Machado no lançamento de dardo classe F56; revezamento da natação 4 x 100 metros livre misto (Maria Carolina Santiago, Wendell Belarmino, Douglas Matera e Lucilene Sousa); e Vinícius Rodrigues no atletismo 100 metros rasos classe T63. Ainda mais cinco bronzes: Beatriz Carneiro na natação 100 metros peito classe SB14 (dois centésimos na frente da irmã gêmea Débora Carneiro); Jardenia Félix no atletismo 400 metros rasos classe T20; Mariana Gesteira na natação 100 metros livre classe S9; Meg Emmerich no judô acima dos 70 quilos; e Renê Pereira no remo single skiff classe PR1.

Quem sai de Tóquio sem medalhas é Antônio Tenório, mas nem por isso menos digno de enaltecimento. Disputar os Jogos foi uma grande vitória para ele, que aos 50 anos venceu o coronavírus depois de ficar em estado grave para neles estar e que, mesmo perdendo o bronze para o uzbeque Sharif Khalilov, tem uma linda carreira paralímpica para a posteridade: tetracampeonato de 1996 até 2008, bronze em 2012 e prata em 2016. Eterno Tenório!

Um panorama do Campeonato Brasileiro

18 rodadas foram disputadas e, considerados os necessários - alguns deles aparentemente infinitos - "asterísticos", temos isto: em 1º, Atlético Mineiro com 39; em 2º, Palmeiras com 35; em 3º, Fortaleza com 33; em 4º, Red Bull Bragantino com 32; em 5º, Flamengo** com 31; em 6º, Corinthians com 27; em 7º, Atlético Goianiense com 25; em 8º, Ceará com 24; em 9º, Athletico Paranaense* e Internacional com 23; em 11º, Santos e São Paulo com 22; em 13º, Fluminense*, Juventude* e Cuiabá com 21; em 16º, Bahia e América Mineiro com 18; em 18º, Grêmio* e Sport com 16; e em 20º, Chapecoense com 7. Para termos isto, tivemos as 10 partidas destacadas a seguir.

Uma delas na segunda: Fluminense 2 x 0 Bahia. Agora comandado oficialmente pelo Marcão, o Tricolor das Laranjeiras voltou a ganhar depois de seis partidas (três perdidas) e três mandos, ainda que somente um derrotado nos seis últimos, dos quais três obtidos. No campeonato em si eram cinco fracassos seguidos e quatro derrotas consecutivas. Com o estreante Diego Dabove, o Esquadrão perdeu a 3ª consecutiva e não ganha há quatro jogos gerais, tendo um único sucesso nas 10 últimas atuações, oito delas perdidas. São seis visitas infrutíferas, cinco delas perdidas, e no campeonato em si são três derrotas seguidas, oito fracassos seguidos e cinco visitas perdidas.

Também na segunda, Fortaleza e Cuiabá empataram sem gols. O Leão do Pici de Juan Pablo Vojvoda empatou a quarta consecutiva e tem seis jogos de invencibilidade em termos gerais, no campeonato em si empatando três seguidas e emendando quatro atuações invictas, sendo o único mandante invicto até agora. Sua campanha, mesmo a um jogo de atingida ser a metade, já é a melhor de um nordestino na Série A dos pontos corridos, acima dos 32 pontos em 19 partidas do Vitória de 2008. Já o Dourado do Jorginho perdeu apenas um dos últimos seis jogos.

Se o Fortaleza tá por cima apesar dos muitos empates recentes, o Ceará está pior pois, mesmo com 10 ausências em surto de coronavírus, o América Mineiro venceu por 2 x 0. Os comandados do Vagner Mancini voltaram a vencer após duas partidas e agora têm duas vitórias nas quatro últimos, sendo que antes levou 18 jogos para saírem dois êxitos. Seis mandos sem empate, três vencidos. Campeão do Nordeste no ano passado, Guto Ferreira caiu fora do Vozão após 41 vitórias, 30 empates e 23 derrotas, e seu substituto é Tiago Nunes, que estreará contra seu último time, o Grêmio. São quatro compromissos gerais sem sucesso, duas derrotas nos três últimos. Sim, havia uma invencibilidade, mas era enganosa pois são apenas quatro triunfos nas últimas 19 pelejas, ainda que só cinco perdidas - o problema alvinegro é a "empatite aguda". 12 visitas sem vitória, também aí tem "empatite" pois são quatro derrotas.

Com Guto Ferreira fora do Ceará, o novo treinador mais longevo da primeira divisão é Maurício Barbieri no Red Bull Bragantino, onde completará um ano em setembro. O time dele até saiu na frente, mas uma chance bastou para Diego Costa estrear mostrando serviço e o líder Atlético Mineiro obter o 1 x 1. O Galo do Cuca tem sete jogos gerais de invencibilidade, com uma única derrota nos últimos 18 jogos (13 triunfantes), e não perde há 11 rodadas no campeonato, empatando as duas últimas depois de nove vitórias consecutivas. Já o Massa Bruta não perde há três partidas e venceu 15 das últimas 19, perdendo apenas quatro. O problema está em casa: embora perdesse apenas um dos últimos 13 mandos, faturou somente quatro. É mais um caso de "empatite aguda" que prejudica demais.

"Empatite" é o mal também dos igualados sem gols Atlético Goianiense e Internacional. O Dragão do Eduardo Barroca empatou cinco das últimas seis jornadas e ganhou somente quatro das 19 últimas, com seis derrotas. São sete mandos sem vitória e cinco empatados, quatro consecutivamente, sendo dois vencidos nos últimos 13 com apenas dois perdidos. Já o Colorado do Diego Aguirre perdeu apenas uma das últimas 10 atuações, mas se deu bem somente três vezes - e destes seis empates, cinco foram por 0 x 0. Sexto empate nas últimas oito visitas.

Um gaúcho empatou, o outro também. Embora Reinaldo voltasse a balançar as redes depois de seis meses, o São Paulo tomou nos acréscimos da etapa final o 1 x 1 do Juventude, a quem não enfrentava na divisão principal desde os 2 x 0 alviverdes de 7 de novembro de 2007. A equipe do Marquinhos Santos empatou duas seguidas, não perde há três partidas e caiu uma vez nas cinco últimas com duas vencidas. Dois mandos empatados e três sem vitória, embora apenas um perdido nos oito últimos com quatro obtidos. Já a esquadra do Hernán Crespo empatou duas seguidas, não perde há três jogos e sofreu uma derrota nos 10 últimos com cinco vencidos. Eram sete visitas sem empate, cinco delas vencidas. No campeonato em si, os tricolores não perdem há cinco rodadas e ganharam três delas.

Se um paulista empatou com um gaúcho, outro paulista derrotou outro gaúcho. Quatro jogos e três anos depois, finalmente voltamos a ter gol num Grêmio x Corinthians. Voltando a marcar depois de quase dois meses, Jô fez o novo time do Roger Guedes e do 14 anos depois retornado William ganhar a terceira seguida, algo que não acontecia desde maio contra Sport Huancayo, Novorizontino e Internacional de Limeira. Antes da trinca de agora, a equipe do Sylvinho tinha demorado 14 jogos gerais para obter as mesmas três vitórias, quatro deles perdidos. São quatro visitas de invencibilidade com três vitórias e apenas uma perdida nas 11 últimas, cinco delas faturadas.

O Tricolor do Luiz Felipe Scolari perdeu duas seguidas após somente três derrotas em meio a 11 partidas, sete delas vencidas. São dois mandos perdidos depois de quatro vencidos e, no campeonato em si, são seis atuações consecutivas sem empate, três delas vencidas. Diego Souza deu muita sorte de não ser expulso por Ricardo Marques Ribeiro após tomar o cartão amarelo dele, inexplicável isso. Pro olho da rua depois do gol foi o Maicon, que "queria o fígado do apitante exposto em um prato". Melancolicamente foi a última atuação dele pelo time, pelo qual venceu a Copa do Brasil de 2016, a Libertadores de 2017, a Recopa Sul-Americana de 2018 e um tetra estadual.

Grêmio x Corinthians marcou o encontro dos times cujas derrotas para o Flamengo foram as maiores de suas arenas. Flamengo, que tocou 1, 2, 3, 4 x 0 no Santos na Vila Belmiro, onde não vencia por tantos gols de diferença desde um amistoso no longínquo e distante 1953, sendo a maior goleada como visitante desde os 5 x 0 pela Libertadores de 1984 no Morumbi. Na antevéspera de seu aniversário, Gabriel Barbosa foi o dono da festa com três proezas, a outra sendo do estreante Andreas Pereira, em seu primeiro gol profissional por um clube brasileiro. Invicto há seis jogos com cinco vencidos e um único perdido nos 15 últimos com 13 vencidos, o Mengão não perde há oito visitas e venceu sete delas, em cinco marcando mais de três gols. São 14 partidas sob o comando de Renato Portaluppi e oito delas foram faturadas com diferença a partir de três gols. Ganha, ganha muito e ganha marcando muito gol.

A pior derrota do Peixe em Campeonatos Brasileiros desde os 4 x 0 do Goiás em 22 de junho de 2008 significou o fim da invencibilidade pessoal de Fernando Diniz contra o Flamengo, contra o qual tinha nove partidas sem derrota desde 2019 - aliás: o que foi o Diniz falando que, tirando um pênalti questionável e dois gols entregados, apenas um pra valer foi sofrido? Bom, vindo do autor do "ganhamos o segundo tempo por 2 x 1" após o São Paulo dele tomar três gols da LDU no primeiro, como estranhar? São cinco partidas gerais sem vitória, três delas perdidas. Três vitórias nos 13 últimos compromissos com cinco perdidos. O time não perdia havia quatro mandos gerais. No campeonato em si, não ganha há quatro jogos, voltou a perder depois de quatro e venceu um dos sete últimos, dois perdidos.

Dois paulistanos venceram, o outro sendo o Palmeiras com 2 x 1 sobre o Athletico Paranaense. A esquadra do Abel Ferreira não empatava havia quatro jogos gerais e venceu dois dos três últimos, os únicos dos sete últimos após a série de nove vitórias consecutivas. 10 mandos gerais sem empate com dois perdidos nos quatro úlrimos. No campeonato em si, eram três derrotas seguidas e quatro partidas fracassadas minimizando as sete vitórias consecutivas e nove em 10 atuações. Já os comandados do António Oliveira têm seis derrotas nos últimos nove compromissos gerais com dois vencidos, perderam a terceira visita seguida e não ganham há seis, perdendo cinco delas. No campeonato, cinco derrotas consecutivas e uma vitória nas últimas nove presenças, sete delas perdidas.

E tivemos a Chapecoense do Pintado fazendo história negativa no 0 x 0 com o Sport. Embora não perca há três partidas, empatou todas e tem 18 sem vitórias no geral, 11 delas perdidas. É o único time não apenas da primeira divisão, mas o único dos 124 de todas as quatro divisões que ainda não venceu um único joguinho que fosse. A marca negativa foi estabelecida após a Patrocinense fazer 1 x 0 no Águia Negra pela Série D. Enquanto isso, imagino que Gustavo Florentín deve estar pensando onde é que foi amarrar o burrico dele. O Leão não ganha há quatro partidas e venceu apenas três das últimas 20 gerais, oito perdidas. São sete mandos sem vitória depois do 1 x 0 no Grêmio em 17 de junho, três deles perdidos e todos os empatados exatamente em 0 x 0. Detalhe: o gol na vitória sobre os gaúchos foi o único até agora como mandante nesta Série A. Repriso: o ú-n-i-c-o! É uma pouca vergonha.

Com aquilo de time que tem convocado pela Seleção pras Eliminatórias ter seu próximo compromisso adiado, cinco partidas sabe lá Deus quando acontecerão: Atlético Mineiro x Grêmio, Ceará x Palmeiras, Flamengo x Atlético Goianiense, Internacional x Red Bull Bragantino e São Paulo x Palmeiras. Nestas duas semanas teremos apenas seis jogos, um deles o atrasado Fluminense x Juventude da 14ª rodada nesta quinta, às 19h. Os outros são da 19ª: no sábado, Bahia x Fortaleza e Cuiabá x Santos ambos às 21h; no domingo, Athletico Paranaense x Sport às 18h15; e na terça da semana que vem, Corinthians x Juventude e Chapecoense x Fluminense ambos às 21h30.

"Epa lá! Epa lá, Edu Cesar! Agora você atestou que é um imbecil idiota! Como é que você põe jogo do Athletico nessa lista dos que acontecerão se ele teve o Santos convocado? Te desmascaramos, seu imundo!!! Vai chupar uma meia suja, sua fraude!!!" Fraude sou, imundo talvez também, mas imbecil e idiota não sou. Sim, o Furacão teve o goleiro chamado pelo Tite. Mas sim, vai jogar no próximo domingo por causa do calendário entupido em setembro: nesta quarta, FC Cascavel pela ida da semifinal estadual; depois, o Sport; na quarta da semana que vem, FC Cascavel pela volta da semi estadual; dia 11, América Mineiro; dia 14, Santos; entre 17 ou 20, Juventude; dia 23, Peñarol pela ida da semi da Sul-Americana; dia 26 ou 27, Grêmio; e dia 30, Peñarol pela volta da semi da Sul-Americana.

Panorama da Série B após 21 rodadas

Sem asteriscos por todo mundo estar rigorosamente em dia (com suas mensalidades), eis a classificação: em 1º, Coritiba com 39; em 2º, Goiás com 38; em 3º, CRB com 37; em 4º, Botafogo com 35; em 5º, Sampaio Corrêa e Náutico com 34; em 7º, Guarani e Avaí com 33; em 9º, Operário com 32; em 10º, Vasco com 31; em 11º, CSA com 28; em 12º, Remo com 27; em 13º, Brusque com 26; em 14º, Cruzeiro com 25; em 15º, Ponte Preta e Vila Nova com 22; em 17º, Londrina com 21; em 18º, Vitória com 20; em 19º, Brasil com 14; e em 20º, Confiança com 13.

A 22ª rodada terá nesta semana: na quarta, Confiança x CRB às 19h e Londrina x Coritiba às 21h30; na sexta, Vasco x Brasil, Ponte x Sampaio e Brusque x Avaí às 19h e CSA x Vila às 21h30; e no sábado, Operário x Vitória às 11h, Remo x Botafogo e Náutico x Guarani às 16h30. Já Goiás x Cruzeiro ficou para terça que vem, às 21h30, no Centro-Oeste.

No fim-de-semana, o Vasco voltou a ganhar depois de três rodadas ao marcar 2 x 0 na Ponte Preta, que não ia a São Januário desde a derrota por 2 x 1 na última rodada da elite em 2017. A Macaca será a próxima adversária do Cruzeiro como mandante em 11 de setembro, situação na qual os mineiros poderão ter torcida sem ser em Belo Horizonte, obtida no STJD a extensão da liminar que lhe é favorável - absurda pois ninguém deveria ter torcida em relação aos demais. O time chegou à 8ª partida de invencibilidade num 0 x 0 com o CRB, que não perde há 10.

O Náutico ficou no 1 x 1 com o Vitória e completou quatro atuações sem sucesso nos Aflitos, duas delas perdidas. Os pernambucanos não perdem para os baianos há sete jogos (três vencidos). Já o Sampaio Corrêa derrotou por 2 x 0 o CSA, que encheu o saco do Ney Franco, que agora não tava na beira do por estar no legítimo caos puro. Foram apenas 10 partidas, com cinco vitórias, dois empates e três derrotas. Na melhor base do "a volta dos que não foram", o substituto é o retornado Mozart, que anteriormente obteve 20 vitórias, 17 empates e oito derrotas.

E tivemos este acontecimento horrível, repugnante e nojento em Brusque 0 x 0 Londrina, no qual Celsinho foi pela vez terceira só nesta Bêzona alvo de ofensas racistas, as duas primeiras cometidas por cronistas esportivos que foram afastados pelas rádios depois de proferi-las (Romes Xavier e Vinícius Silva, da Bandeirantes de Goiânia, e Cláudio Guimarães, da Clube do Pará). Desta vez ele foi chamado de "macaco" pelo presidente do conselho deliberativo pentacolor Júlio Petermann e denunciou isso em entrevista ao SporTV no fim do jogo.

Aí, o Brusque veio com uma nota oficial que só poderia mesmo gerar a pior repercussão possível pois foi ultrajante ao querer imputar culpa na vítima. Só mesmo no Brasil esse tipo de coisa acontece: o autor do delito não só não reconhece que cometeu o delito, como tenta virar o jogo a seu favor colocando culpa na vítima. Pior ainda quando é racismo. O clube tentou no dia seguinte consertar sua imagem com um pedido de desculpas, mas não soou sincero para quase ninguém. O Londrina finalmente tomou as dores do Celsinho e prometeu tomar medidas judiciais cabíveis.

Lembram do Grêmio eliminado da Copa do Brasil de 2014 por causa de ofensas racistas de torcedores contra o Aranha, do Santos? O Brusque não mereceria algo semelhante, ainda mais que o ato criminoso foi cometido por alguém que não é apenas adepto, mas sim do próprio clube? Depois dessa coisa nojenta, da nota oficial de embrulhar o estômago e de uma reviravolta de postura que não convenceu ninguém, torcerei pelo pior possível para ele. E tomara que o Londrina vá adiante nos processos, cometedores de tais crimes precisam ser punidos.

Outros destaques das rodadas do futebol

Campeonato Brasileiro Série C A 14ª rodada do Grupo A teve Santa Cruz 2 x 1 Volta Redonda (os tricolores não ganhavam no Arruda desde os 4 x 1 no Vera Cruz no longínquo e distante 7 de abril), Altos 0 x 0 Botafogo da Paraíba, Paysandu 1 x 1 Floresta, Tombense 2 x 1 Manaus e Ferroviário 0 x 0 Jacuipense. Classificação: em 1º, Tombense com 22; em 2º, Manaus, Botafogo e Paysandu com 21; em 5º, Ferroviário com 20; em 6º, Voltaço com 19; em 7º, Floresta com 16; em 8º, Altos com 15; em 9º, Jacuipense com 12; e em 10º, Santa com 11. O Grupo B completou a 14ª com São José 1 x 0 Paraná, Figueirense 1 x 1 Ypiranga, Ituano 2 x 1 Mirassol e Oeste 0 x 0 Botafogo de Ribeirão Preto. Eis: em 1º, Ypiranga e Novorizontino com 27; em 3º, Criciúma com 26; em 4º, Ituano com 25; em 5º, Botafogo e Figueirense com 20; em 7º, Mirassol e São José com 16; em 9º, Paraná com 10; e em 10º, Oeste com 7.

Campeonato Brasileiro Série D Imperatriz x 4 de Julho foi interrompido depois dos 30 minutos do segundo tempo devido a um horror que graças a Deus não resultou em maiores gravidades humanas, mas cuja gravidade material foi gigantesca, já que parte da cobertura do Estádio Frei Epifânio desmoronou devido à forte ventania. Gente do céu, imagina se isso acontecesse com público no local, o tamanho da tragédia que não teríamos?

Campeonato Brasileiro Feminino Palmeiras e Corinthians saíram na frente nas semifinais que disputaram fora de casa, as alviverdes tendo 1 x 0 de frente sobre o Internacional com golaço de letra da Chú e as alvinegras marcando 3 x 1 na Ferroviária, com direito a Gabi Zanotti marcando uma bicicleta lindona. Conseguirão Colorado e Locomotiva impedir, nas voltas do próximo domingo, a finalíssima Majestosa?

Campeonato Brasileiro Feminino Série A2 Começou sem gols a final entre Red Bull Bragantino e Atlético Mineiro. A volta acontecerá no próximo domingo de manhã, em Belo Horizonte.

Campeonato Francês A 4ª rodada tem o Paris Saint Germain como único com 12 pontos após 2 x 0 sobre o Reims. Messi foi a campo aos 15 minutos do 2º tempo, mas o treinador Mauricio Pochettino frustrou muita gente que queria vê-lo novamente junto do Neymar, justamente o substituído. Mbappé marcou duas vezes e fica a expectativa se ele sairá ou ficará. Enquanto isso, Gerson marcou seu primeiro pelo Olympique de Marselha, que ganhou por 2 x 1 do Saint-Étienne e soma 7 pontos em três partidas.

Campeonato Inglês A 3ª rodada marcou o gol 30.000 da história da Premier League, anotado por Chris Wood no 1 x 1 do seu Burnley com o Leeds United. O único 100% é o Tottenham, 1 x 0 no Watford. Os dois de Manchester venceram, o United fazendo 1 x 0 no Wolverhampton para ter agora a maior invencibilidade visitante da história do torneio (28 partidas, uma acima do Arsenal de 2003/2004) e o United tocando 1, 2, 3, 4, 5 x 0 no Arsenal com um do Gabriel Jesus. Os Diabos Vermelhos têm 7 pontos e os Cidadãos somam 6, enquanto os Gunners estão zeradinhos. Quem também têm 7 pontos são Liverpool e Chelsea, que se confrontaram e empataram em 1 x 1.

Campeonato Espanhol A 3ª rodada mostrou os três principais somando 7 pontos: o Barcelona com 2 x 1 sobre o Getafe, o Real Madrid com 1 x 0 no Betis e o Atlético de Madrid num 2 x 2 com o Villarreal.

Campeonato Italiano A 2ª rodada teve a Internazionale ganhando do Verona por 3 x 1 para ir aos 6 pontos e, na primeira partida após a saída do Cristiano Ronaldo, a Juventus seguindo com 1 ao tomar 1 x 0 do Empoli.

Campeonato Alemão A 3ª rodada apresentou mais um show do Lewandowski para 1, 2, 3, 4, 5 x 0 do Bayern de Munique pra cima do Hertha Berlim, somados sendo 7 pontos - o polonês foi às redes pela 13ª vez partida consecutiva no torneio. O Borussia Dortmund foi aos 6 ao ganhar do Hoffenheim por 3 x 2 e o único com 100% é o Wolfsburg, 1 x 0 no RB Leipzig.

Campeonato Português A 4ª rodada tem o Benfica como único com 12 pontos após 2 x 1 no Tondela. 10 pontos quem têm são o Porto, que fez 3 x 0 no Arouca, e o Sporting, que ficou no 1 x 1 com o Famalicão.

Campeonato Paraguaio A 7ª rodada teve o River Plate sofrendo 1, 2, 3, 4, 5 x 1 do Guaraní em seus domínios. Mas teve gente dele que saiu feliz desta derrotaça: o técnico Celso Ayala, que antes da partida pediu em casamento a namorada Lili Benítez e ouviu um "aceito". Azar no jogo, sorte no amor.

Curtinhas Esportivas

Brasil x Argentina sem torcida Demorou muito, mas a ficha caiu ao menos para alguém de que não estamos ainda no momento para aglomerações em alta escala num país onde continua morrendo muita gente e infecções seguem aos montes por causa do coronavírus (apesar de que, por exemplo, na minha rua parece que "a pandemia acabou" de tanta gente que anda sem máscara como se nada mais anormal acontecesse, mas o que é dessa gente está guardado - e não terei a menor pena dela, me perdoem). Venderiam 12 mil bilhetes pro jogo na Neo Química Arena, mas agora apenas 1.500 convidados - o que já é muito - acompanharão in loco o clássico das Eliminatórias.

Ausente deste e talvez de qualquer jogo da Seleção Estará Matheus Nunes, que não foi liberado pelo Sporting. Consta dos autos que ele deva ser convocado em breve para Portugal, onde talvez seja mesmo melhor aproveitado. Ou alguém acha, sinceramente, que o Brasil teria este jogador mais alguma vez do que esta emergencial?

Os "espanhóis" terão que jogar as Eliminatórias O recurso de La Liga foi negado pelo Tribunal Arbitral do Esporte e os atletas dos clubes dela terão que ser liberados para as seleções sul-americanas.

Leoas da Serra bicampeãs da Taça Brasil de Futsal Amandinha comandou os 5 x 3 sobre Taboão na final.

Começando um Aberto dos EUA muito diferente O primeiro desde 1997 a não ter ou Roger Federer ou Rafael Nadal ou Serena Williams. Na disputa masculina, terreno livre para Novak Djokovic confirmar o favoritismo e chegar ao topo - se bem que a gente pensava que o mesmo aconteceria na Olimpíada, mas no entanto...

Carolina Meligeni campeã de duplas Ela e a britânica Sarag Beth Grey derrotaram as japonesas Mana Kawamura e Funa Kokazi por 2 sets a 1 (6/4, 3/6 e incríveis 13/11) na final do torneio da tcheca Prerov. Terceiro título da brasileira com a britânica, os anteriores sendo os dos torneios da polonesa Bydgoszcz e da sérvia Vrnjacka Banja.

Rayssa Leal campeã em Salt Lake City A "Fadinha" conquistou a etapa da Liga de Verão de Skate Street com uma manobra que rendeu nota impressionante. Em 4º, ela precisava de nota 8,3 para ser líder. Ganhou 8,5.

Luto no esporte mundial: morreu Jacques Rogge Falecido no domingo aos 79 anos, ele presidiu o Comitê Olímpico Internacional de 2001 até 2013, depois disso sendo presidente honorário da entidade.

Calendário alterado na Fórmula 1 Remanejos foram feitos devido aos cancelamentos das provas da Austrália e do Japão, o que afetou o GP do Brasil, agora definido para 14 de novembro, uma semana depois do México.

O que aconteceu na Bélgica não pode mais se repetir Foi uma vergonha histórica para a Fórmula 1, tanto que as regras serão revistas pela FIA para que o acontecimento do domingo não mais se repita. Foi, sim, uma farsa fazer a largada do Grande Prêmio com todo mundo atrás do carro-madrinha só para um mínimo de voltas ser completado para metade dos pontos ser concedida. Lewis Hamilton está certíssimo na definição que fez, as pessoas se sentiram como trouxas. Que não havia condição para correr, era nítido já desde a classificação de sábado, marcada pelo acidentaço do Lando Norris e pela pole do Max Verstappen na última tentativa, superando George Russell sensacionalmente. Mas que não fizessem todos esperar três horas a troco de nada, aí foi demais. Assim, Verstappen "venceu", Russell "foi o 2º" e Hamilton "acabou em 3º". Que no próximo domingo, na Holanda, isso não se repita.

Qual tinha sido a corrida mais curta antes dessa? Tinha sido a da Austrália em 1991, com 14 voltas.

Sintonia PB

Começa o tópico desta "24 Horas" que está antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:

Rádio Bandeirantes retoma a marca "RB" Abandonada em junho do ano passado, está de volta a partir desta quarta, quando o logo da emissora será renovado e ela voltará a ter um slogan, para mim inspirado numa frase usada sempre pelo José Luiz Datena ao término de seus comentários iniciais no "Manhã Bandeirantes" - o "fechada com você, fechada com a verdade" me lembra muito o "RB, fechada com você" dito por Joel Sênior.

Roberta Scherer estreou no "Jornal da Band" A repórter da TV Bandeirantes, que um dia vi surgir como estagiária e apresentadora de boletins de intervalo no SBT daqui de Porto Alegre lá nos idos de 2014, fez no sábado sua primeira participação no estúdio em quarteto com Paloma Tocci, Sérgio Gabriel e João Paulo Vergueiro.

Greve na RedeTV! Radialistas que trabalham em vários setores da emissora cruzaram os braços a partir desta terça para protestar contra os quatro anos sem reajuste salarial. Se os donos da RedeTV! destinassem um pouco das próprias fortunas para tentar salvar a emissora ao invés de esbanjá-la pessoalmente, já ajudaria.

Adriana Perroni trocou a Globo pela Record A repórter e apresentadora substituta saiu da GloboNews e iniciará nesta semana na nova emissora, mais uma em sua carreira iniciada na RedeTV! e que teria ainda RIT TV, CNT e TV TEM (Globo) de Sorocaba. Sei pelo Gabriel de Oliveira no TV Pop que, contrariada pela maneira como ela deixou a emissora, diretores da Globo determinaram uma re-edição em episódio do podcast comemorativo "As Histórias da GloboNews" sobre coberturas de desastres aéreos, sendo cortados os depoimentos dela na parte dedicada à tragédia da Chapecoense - Adriana foi até Medellín cobrir os desdobramentos da triste história.

Os imundos cagam fora do vaso e a Lívia Torres é que é a "culpada"??? Segundo esses desgraçados, sim, a "culpa" é da repórter da Globo, que teve exibida no "Fantástico" do último dia 15 uma reportagem que denunciou empresas que dão o golpe da pirâmide financeira. Manifestantes ligados a elas se reuniram na sexta-feira em frente à emissora e exigiram a presença da repórter e esclarecimentos sobre os tais crimes. Quem tem que dar explicação não é a Lívia e sim estas empresas. Mas já dizia o velho ditado: quem não deve, não teme...

Despedida incluiu a lembrança de algo que boa parte do Brasil não viu O último "Caldeirão" apresentado pelo Luciano Huck foi ao ar no sábado e teve o resgate de trechos da estreia em 8 de abril de 2000. O detalhe é que muitas regiões do país só foram assistir o programa a partir do ano seguinte, já que em todo seu primeiro ano a Rede Globo ainda deixou que a faixa dele (14h30 às 16h) liberada para afiliadas mostrarem atrações regionais antes do futebol ao vivo, tanto que no primeiro programa inédito de 2001 lembro bem do Luciano citar "trocentas" emissoras que a partir dali passavam a exibi-lo - e uma delas era a RBS daqui do Rio Grande do Sul, pra se ter ideia.

Paolla Oliveira ganhou a "Super Dança dos Famosos" Foi a segunda vitória dela neste ano, mas inegavelmente a mais valiosa. A primeira foi ganhar meu coração, só que ela preferiu o do Diogo Nogueira. (rs)

"Duas Caras" entrou no GloboPlay - e em HD! A novela das oito, escrita pelo Aguinaldo Silva e estrelada por Antônio Fagundes, Marjorie Estiano, Dalton Vigh e Alinne Moraes, foi ao ar entre 2007 e 2008, por menos de uma hora não sendo a primeira em alta definição da televisão brasileira (a primazia é da Bandeirantes com "Dance, Dance, Dance"). Espetáculo mais imperdível: Flávia Alessandra como Alzira em alta definição. Ah, a pole dance!

"MasterChef" automobilístico O programa da Bandeirantes nesta terça terá como convidados Cacá Bueno e Nelson Piquet Jr., já que uma das provas à qual os candidatos serão submetidos tem relação com a velocidade.

Luto em Hollywood: morreu Edward Asner Vitimado no domingo aos 91 anos de causas naturais, o ator ganhou as gerações atuais na dublagem original do Carl Fredericksen da animação "Altas Aventuras", mas para sempre está marcado como o comandante jornalístico Lou Grant, surgido em 1970 na série "Mary Tyler Moore" em tom cômico e interpretado até 1982, sendo que a partir de 1977 em série dramática com o nome do personagem.

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna.

Datas em 0 ou 5

É um hábito desta "24 Horas" de bastante tempo e que será mantido aqui ao observar datas importantes que completam 5, 10, 25, 40, 65, 100 anos, enfim, sempre em 0 ou 5 pois é como consigo me organizar melhor. As da segunda, 30 de agosto, foram estas:

*125 anos do nascimento de Raymond Massey, ator falecido em 1983 e que fez o Dr. Gillespie na série "Dr. Kildare" de 1961 até 1966.

*80 anos do nascimento de Nelson Xavier, ator falecido em 2017 e que fez produções da Globo como "Lampião e Maria Bonita", "O Pagador de Promessas", "Renascer" e "Gabriela".

*75 anos do nascimento de Peggy Lipton, atriz falecida em 2019 e que fez a Julie Barnes da série "Mod Squad" de 1968 até 1973 e a Norma Jennings da série "Twin Peaks" entre 1990 e 1991.

*65 anos do nascimento de Said Belqola, ex-árbitro de futebol falecido em 2002 e que comandou a final França 3 x 0 Brasil da Copa do Mundo de 1998.

*60 anos ao dobrado: de Paulinho Criciúma, ex-futebolista campeão por Botafogo (dois Cariocas) e Internacional (um Gaúcho); e da morte de Charles Coburn, ator nascido em 1877 e vencedor do Oscar de coadjuvante por "Original Pecado".

*55 anos do fim da já citada série "Dr. Kildare", estrelada por Richard Chamberlain em 191 episódios e cinco temporadas.

*40 anos da morte de Vera-Ellen, atriz nascida em 1921 e que fez filmes como "Um Dia em Nova York" e "Natal Branco".

*25 anos de Gabriel Barbosa, futebolista do Flamengo (Libertadores de 2019, Recopa Sul-Americana de 2020, Brasileiros destes dois anos, Supercopas do Brasil de 2020 e 2021, mais três Cariocas) e campeão também por Brasil (ouro olímpico na Rio 2016) e Santos (dois Paulistas).

*20 anos do sequestro de Silvio Santos, ocorrido dois dias após a libertação da filha Patrícia Abravanel e feito pelo mesmo bandido, Fernando Dutra Pinto (morto na prisão quatro meses depois), num acontecimento que mobilizou cobertura midiática gigantesca e transmissão por horas a fio de todas as redes abertas de TV.

*15 anos da morte de Glenn Ford, ator nascido em 1916 e que fez filmes como "Gilda" e "Papai Precisa Casar".

As desta terça, 31 de agosto, são estas:

*75 anos da estreia do Frangolino, no curta-metragem "Walky Talky Hawky".

Bela do Dia: Petria Chaves

Petria Chaves, apresentadora da "Revista CBN", veiculada nos finais de semana. Dos 30 anos que a Rádio CBN vai completar em outubro, ela faz parte de metade deles também como repórter e apresentadora do extinto semanal "Caminhos Alternativos".

*65 anos do chargista Angeli.

*55 anos de Marcos Winter, ator de novelas como "Pantanal" na Manchete, "Essas Mulheres" na Record, "Duas Caras" na Globo e "Vende-se um Véu de Noiva" no SBT.

*50 anos ao dobrado: de Virna, ex-voleibolista bronze olímpico nos Jogos de Atlanta 1996 e Sydney 2000, além de ouro no Pan de Winnipeg 1999 e quatro vezes campeã do Grand Prix pelo Brasil; e de Chris Tucker, ator que fez os três filmes "A Hora do Rush".

*45 anos de Roque Júnior, ex-futebolista campeão por Brasil (Copas do Mundo de 2002 e das Confederações de 2005), Palmeiras (Libertadores de 1999, Mercosul e Copa do Brasil de 1998, RJ/SP de 2000 e um Paulista) e Milan (Liga dos Campeões e Copa da Itália ambas de 2003).

*40 anos de Mosiah Rodrigues, ginasta que foi ouro na barra fixa no Pan-Americano do Rio em 2007.

*35 anos do relançamento do Correio do Povo, de publicação suspensa em junho de 1984 devido à crise máxima na Caldas Júnior.

*30 anos de António Félix da Costa, automobilista que é o atual campeão da Fórmula E.

*25 anos da estreia de Roberto Carlos no Real Madrid, num 1 x 1 com o La Coruña no qual o gol merengue foi dele.

*20 anos do fim de "Presença de Anita", minissérie da Globo, escrita por Manoel Carlos e estrelada por Mel Lisboa e José Mayer.

Arremate

Covid: quase 580 mil vítimas; mais de 20,7 milhões de casos; mais de 61,6 milhões de imunizados por completo.

"24 Horas" volta rezando que um dia este mal cesse ou diminua drasticamente!

Torneios de futebol, todas as modalidades e variedades não-esportivas.

Destaques da imprensa esportiva. O que acontece em TV, rádio, jornal e web.

Podcasts com pitacos sobre os esportes e outros registros interessantes.

Convidados escrevem sobre temas de agora no futebol e em todos os esportes.

Para entender o presente, é preciso conhecer o passado. Aqui se faz isso.

Teste de conhecimentos com direito a charadas e perguntas "pega-ratão".

Verde para o bom, vermelho para o ruim e amarelo para chamar a atenção.

Gente do esporte dá dicas de livros, filmes, música, culinária e mais.