Desde 02/06/2003 Criação, produção e edição: Edu Cesar


papodebola@gmail.com


papodebola


sitepapodebola


edupapodebola

SOBRE ESTA SEÇÃO
O editor Edu Cesar comenta os resultados dos campeonatos de futebol e o dia-a-dia dos clubes. Destaque para o que de principal ocorre em todas as modalidades e ainda os tópicos não-esportivos "Sintonia PB", "Clipe do Dia" e "Bela do Dia".
 
LEIA AQUI as colunas anteriores VEJA AQUI as "Belas do Dia" anteriores
 
Terça, 27 de julho de 2021
Colocando em dia assuntos de quinta-feira para cá

Destaques dos Jogos Olímpicos de Tóquio

Cerimônia de abertura Sem público e sem pirotecnia, em tom eminentemente melancólico, mas condizente com os tempos pandêmicos que temos vivido, os piores do mundo em um século, por isso mesmo especial e marcante. Momentos tocantes: o globo terrestre formado por 1.800 drones e a linda versão de "Imagine"; a presença de apenas quatro representantes do Brasil (incluindo os porta-bandeiras Ketleyn Quadros e Bruninho Rezende), uma das menores no desfile das delegações; na falta de um, dois besuntados, o "original" de Tonga e o "genérico" de Vanuatu; e pira olímpica acesa por Naomi Osaka, com o fogo sagrado entrando no Estádio Olímpico ao som do "Bolero" de Ravel - Naomi, aliás, eliminada nas oitavas do tênis feminino ao sofrer 2 x 0 da tcheca Marketa Voudrousova.

O primeiro ouro do Brasil Veio no surfe, modalidade da qual Ítalo Ferreira tornou-se o primeiro campeão ao derrotar o anfitrião Kanoa Igarashi na finalíssima. Com isso, o país já faz em Tóquio 2021 por 2020 algo que não fizera em Tóquio 1964: atingir o lugar mais alto do pódio - há 57 anos, só veio bronze no basquete masculino.

As primeiras medalhas do Brasil Duas de prata no skate street: a de Kelvin Hoefler e especialmente a da "Fadinha" Rayssa Leal, de apenas 13 anos, a medalhista olímpica mais jovem do Brasil e terceira mais jovem da história dos Jogos. Tivemos ainda a do Daniel Cargnin no judô em luta vencida contra o israelense Baruch Shmailov no meio-leve, mantendo um hábito de ao menos uma medalha na modalidade em cada edição desde Los Angeles 1984.

Esperança de pódio na ginástica O "Baile na Favela" de Rebeca Andrade impressionou positivamente e fez ela se garantir nas finais de solo, salto e individual geral, atrás na pontuação apenas da rainha Simone Biles, que cometeu alguns deslizes em suas apresentações e ficou de fora da final por equipes, vencida pelo Comitê Russo.

Futebol masculino O Brasil empatou em 0 x 0 com a Costa do Marfim, tendo um jogador a menos dos 13 do 1º até os 34 minutos do 2º tempo. Ambas lideram o Grupo D com 4 pontos, brasileiros na frente por um gol a mais de saldo. A Alemanha foi aos 3 ao ganhar por 2 x 1 da ainda zerada Arábia Saudita, adversária brasileira nesta quarta.

Futebol feminino Num jogaço, Brasil e Holanda ficaram no 3 x 3 com Marta anotando uma vez para ir aos 13 em Olimpíadas, a um da recordista Cristiane. Nesta terça, vitória por 1 x 0 sobre Zâmbia e classificação garantida para enfrentar o Canadá nas quartas-de-final, que ainda terão Holanda x EUA, Suécia x Japão e Austrália x Grã-Bretanha.

Vôlei masculino Depois de estrear num 3 x 0 sem facilidade contra a Tunísia, que marcou o retorno pós-coronavírus do Renan Dal Zotto e a estreia olímpica do Leal como primeiro naturalizado a defender a seleção brasileira nos Jogos, a vitória desta segunda sobre a Argentina veio num espetacular 3 x 2 de virada após 2 x 0 de desvantagem.

Vôlei feminino O Brasil estreou ganhando por 3 x 0 da Coreia do Sul e prosseguiu vencendo a República Dominicana por 3 x 2 de virada, num jogo muito mais eletrizante que o imaginado.

Derrota inacreditável no tênis Foi a do João Menezes para Marin Cilic por 2 x 1. No segundo set, o brasileiro ficou a um game de ganhar o jogo, mas sofreu a virada. No terceiro, o croata teve 5/0 de vantagem, mas entregou a rapadura de tal jeito que "ninguém quis ganhar" a partida até que finalmente desse Marin por 9/7 no tie-break.

A primeira medalha de ouro em Tóquio Foi da chinesa Qian Yan no tiro esportivo carabina de ar 10 metros.

O primeiro ouro filipino em Olimpíadas Foi o de Hidilyn Diaz no levantamento de peso, 223 quilos levantados.

O primeiro ouro olímpico da história de Bermudas Veio no triatlo feminino com Flora Duffy.

25 anos depois, Equador ouro olímpico pela segunda vez Com Richard Carapaz ao ganhar o ciclismo de estrada, reprisando Jefferson Perez na marcha atlética 20 quilômetros em Atlanta.

Derrota do basquete dos EUA Pela vez primeira após 25 jogos em 17 anos, desde a semifinal contra a Argentina em Atlanta, perda olímpica na estreia para a França, vencedora po 83 x 76.

Agressividade no hóquei masculino A do argentino Lucas Rossi ao acertar a cabeça do espanhol David Alegre com seu taco ao término do empate por 1 x 1 entre as seleções.

Mike Tyson baixou num marroquino do boxe Youness Baalla foi desclassificado por tentar morder a orelha do adversário. O neozelandês David Nyika escapou, diferentemente de Evander Holyfield em 1997...

Fim de trajetória olímpica Foi o da ginasta uzbeque Oksana Chusovitina, de 46 anos, eliminada da disputa do salto na classificatória e que terminou a última de suas oito Olimpíadas.

Pedido de casamento Foi aceito pela esgrimista argentina Bélen Pérez Maurice após perder a estreia, pedida que foi sua mão pelo técnico e namorado Lucas Saucedo durante uma entrevista dela para a TyC Sports.

Coronavírus em Tóquio A cidade em si atingiu 2.848 novos casos nesta segunda, acima do recorde anterior em um único dia de 2.520 no início de janeiro. Na Vila Olímpica, são 160 casos, dos quais 18 de atletas.

Destaques do Campeonato Brasileiro

No sábado, Grêmio e América Mineiro empataram em 1 x 1, mantendo os tricolores sem uma única vitória em casa até agora. Novo clube do lateral esquerdo Jorge, adquirido junto ao Monaco até 2025 como reposição para a saída do Viña pra Roma, o Palmeiras fez 1 x 0 no Fluminense, jamais vencedor no Allianz Parque em oito jogos ali realizados. Invicto no torneio há 17 partidas, o Verdão chegou às nove vitórias consecutivas na temporada.

No domingo, o Atlético Mineiro voltou a ganhar do Bahia depois de quatro duelos ao marcar 3 x 0 com dobra do aniversariante Hulk, chegando às seis vitórias seguidas no campeonato, uma abaixo do recorde nos pontos corridos obtido em 2012. O Fortaleza venceu por 1 x 0 o Red Bull Bragantino, que não perdia havia 14 jogos gerais.

Já o Flamengo saiu do sério e voltou a bater o São Paulo depois de nove enfrentamentos desde 2017 com um 5 x 1 de Bruno Henrique como principal avalista com três gols, um deles maravilhoso no ângulo. Os rubro-negros chegaram a 14 gols nas últimas três partidas, algo que não acontecia desde os 7 x 1 no Friburguense, os 2 x 1 no Fluminense e os 6 x 1 no Bangu em abril de 2000. Eles não marcavam cinco gols nos são-paulinos desde os 5 x 3 da vitória na primeira decisiva da Copa dos Campeões de 2001. E o arranca-rabo nas duas casamatas foi um negócio daqueles.

Os brasileiros atuantes nos torneios Conmebol na quinta-feira passada se deram mal no Nacional. Responsável direto pela classificação do Santos para as quartas da Sul-Americana contra o Libertad ao pegar tudo e mais um pouco no 1 x 1 com o Independiente em Avellaneda, João Paulo desta vez negativou ao cometer o pênalti e não defendê-lo. Até o ano passado, o Atlético Goianiense nunca havia vencido em Vila Belmiro. Agora, ganhou duas seguidas lá, ambas por 1 x 0, e dos quatro grandes de SP só não superou o Palmeiras neste turno, mas bateu os outros três.

Eliminado da Libertadores ao reviver com tudo a semifinal de 1989 com direito a penalidade máxima perdida no tempo normal (pelo Edenilson, primeira desperdiçada de todas que já cobrou pelo time - e anotador do tento deste domingo) e derrota na disputa por pênaltis após 0 x 0 com o Olimpia (primeira perdida no Beira-Rio desde 2011, quando deu Cruzeiro pelo primeiro turno do Campeonato Gaúcho), o Internacional tomou 2 x 1 do Athletico Paranaense, que por ele não é derrotado na Arena da Baixada há cinco realizações e que abriu o placar num golaço do Terans, primeiro de falta do time desde o do Nikão no 1 x 1 com a Chapecoense em setembro de 2019. O prejuízo rubro-negro ficou para a perda de Matheus Babi por lesão no joelho, cirurgia necessária e seis a oito meses de parada.

Por fim, o empate sem gols entre o Sport, nordestino de maior pontuação nos pontos corridos com 470 (dois acima do Vitória), e o Ceará, que completou nove partidas para sua maior invencibilidade em primeira divisão na história. Já nesta segunda, no reencontro deles pela primeira divisão depois de 43 anos, o Juventude voltou a ganhar depois de quatro jogos com 1 x 0 sobre a Chapecoense, que não ganha há 12 partidas gerais e perdeu a sexta seguida só na Série A. E o Corinthians (cinco anos e meio depois novamente tendo Renato Augusto em seu elenco) derrotou o Cuiabá por 2 x 1 em embate inédito para ter cinco vitórias em seis atuações na Arena Pantanal, onde está invicto.

Superadas 12 rodadas, vamos à classificação (*jogo a menos): em 1º, Palmeiras com 31; em 2º, Atlético Mineiro com 28; em 3º, Fortaleza com 27; em 4º, Red Bull Bragantino com 24; em 5º, Athletico Paranaense* com 23; em 6º, Flamengo** com 21; em 7º, Ceará com 19; em 8º, Atlético Goianiense com 18; em 9º, Bahia, Corinthians e Fluminense com 17; em 12º, Santos e Juventude com 16; em 14º, Internacional com 14; em 15º, Cuiabá* com 12; em 16º, Sport e São Paulo com 11; em 18º, América Mineiro com 10; em 19º, Grêmio** com 7; e em 20º, Chapecoense com 4.

Destaques da Série B do Campeonato Brasileiro

Na quinta passada, a 13ª rodada acabou com Coritiba 1 x 1 CRB e Avaí 1 x 0 Operário. Na sexta, a 14ª iniciou com Londrina 1 x 0 Remo, que rompeu a seca londrinense de seis rodadas sem vitórias e cessou a série de três êxitos azulinos, e ainda Ponte Preta 2 x 1 Goiás, que tornou Gilson Kleina o primeiro técnico a completar 200 jogos pela Macaca desde Zé Duarte em 1980, além de Rodrigão voltar a marcar após um ano e cinco meses.

No 1 x 1 de sábado com o Brusque, o Náutico perdeu Jean Carlos e Kieza lesionados. Vila Nova e Cruzeiro (oito jogos sem vitória) empataram sem gols, o Botafogo estreou Enderson Moreira ganhando por 1 x 0 do Confiança, que mandou embora o técnico Rodrigo Santana após oito fracassos seguidos e 2 vitórias, 4 empates e 8 derrotas. O Vasco estreou Lisca tocando 4 x 1 no Guarani e o CSA marcou 2 x 1 no Vitória. No domingo, o 1 x 0 do Operário terminou a série de 10 rodadas invicta do Coritiba, o Sampaio Corrêa sofreu 2 x 1 do CRB e Avaí e Brasil ficaram no 1 x 1.

Depois destes jogos, eis a classificação com asterisco para jogo a menos (dois destes "asterísticos" sairão nesta terça pois tem Botafogo x CSA atrasado pela 6ª rodada): em 1º, Náutico com 30; em 2º, Coritiba* com 25; em 3º, CRB com 24; em 4º, Goiás e Guarani com 23; em 6º, Vasco e Avaí* com 22; em 8º, Operário com 21; em 9º, Brusque* e Sampaio Corrêa com 20; em 11º, CSA* com 18; em 12º, Botafogo* e Remo* com 16; em 14º, Vila Nova com 15; em 15º, Vitória, Brasil, Ponte Preta, Londrina e Cruzeiro com 12; e em 20º, Confiança com 10.

Série B, que no returno passará a ter arbitragem de vídeo em todos os jogos, confirmado isso pela CBF.

Outros destaques do futebol

Campeonato Brasileiro Série C A 9ª rodada do Grupo A teve Tombense 1 x 1 Volta Redonda, Floresta 1 x 1 Ferroviário, Botafogo da Paraíba 1 x 0 Santa Cruz, Altos 2 x 2 Jacuipense e Manaus 1 x 1 Paysandu. Classificação: em 1º, Botafogo e Ferroviário com 15; em 3º, Tombense e Voltaço com 14; em 5º, Paysandu com 13; em 6º, Altos com 12; em 7º, Manaus com 11; em 8º, Floresta com 10; em 9º, Jacuipense com 9; e em 20º, Santa com 3. Já o Grupo B teve Criciúma 1 x 0 Figueirense (o Tigre não vencia o Furacão no Estreito desde 2016 no geral e desde 2014 em casa), Oeste 1 x 1 Paraná, Ypiranga 2 x 1 São José de Porto Alegre, Novorizontino 1 x 0 Mirassol e Botafogo de Ribeirão Preto 2 x 1 Ituano. Classificação: em 1º, Ypiranga e Novorizontino com 19; em 3º, Criciúma com 17; em 4º, Ituano e Botafogo com 16; em 6º, Mirassol e Figueirense com 10; em 8º, Paraná e São José com 8; e em 10º, Oeste com 3.

Campeonato Brasileiro Série D Antes da ida das oitavas da Copa do Brasil, o ABC marcou 2 x 0 no Campinense pelo Grupo A3 e o Juazeirense tocou 3 x 0 no Murici pelo A4, ambos líderes com 18 pontos em 8 rodadas.

Copa do Brasil A ida das oitavas começa nesta terça com Criciúma x Fluminense e Vitória x Grêmio.

Curtinhas Esportivas

Mais confusão na CBF A 2ª Vara Cível da Barra da Tijuca anulou a eleição da CBF que definiu Rogério Caboclo como seu presidente em abril de 2018 e nomeou como interventores por um mês os presidentes do Flamengo, Rodolfo Landim, e da Federação Paulista, Reinaldo Carneiro Bastos, que ainda não responderam se aceitam ou não.

Que porra é essa, Copa do Nordeste??? "Do nada", alteraram o regulamento e agora serão três fases pré-grupos com 36 clubes no total do torneio, abrindo espaço para incompetentes que não conseguiram classificação através dos seus estaduais. É uma vergonha, um duro soco no critério técnico. Mandaram tri mal nessa.

Finais continentais em Montevidéu A da Sul-Americana será em 20 de novembro e a da Libertadores no dia 27.

Vacine-se! Não faça como desumanos da NFL Se um time tiver jogadores ou integrantes que não se vacinarem contra o coronavírus, franquias poderão ser creditadas com derrota em caso de adiamento de partidas. Pra começo de conversa: a liga deveria obrigar a vacinação, sim, é um vacilo inadmissível; dito isto, é justo, correto e devido castigar negacionistas desalmados. Um, por exemplo, já tomou o olho da rua e poderia cair fora do convívio com a sociedade também: Rick Dennison, assistente do Minnesota Vikings, que recusou tomar a vacina.

Helio Castroneves o ano inteiro na Fórmula Indy em 2022 Presença garantida pela Meyer Shank, escuderia que ele defende neste ano em apenas algumas poucas provas, inclusive na vitoriosa 500 Milhas de Indianápolis.

Fórmula 1 com mini-corrida confirmada na Itália O Grande Prêmio de Monza acontecerá em 12 de setembro, quatro dias antes do meu aniversário de 40 anos (mas isso não vem ao caso).

Bandeira preta anula vitória de Lucas di Grassi na Fórmula E Ele ganhou a segunda corrida da Inglaterra, mas uma manobra feita com carro-madrinha na pista o levou do 9º para o 2º lugar e foi considerada ilegal para levá-lo à exclusão, dando Alex Lynn. Um piloto não tomava bandeira preta em evento da FIA desde Felipe Massa e Giancarlo Fisichella na Fórmula 1 em 2007, desrespeitaram a luz vermelha na saída do pitlane no Canadá.

Sintonia PB

Começa o tópico desta "24 Horas" que está antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:

Tua Rádio São Francisco no FM estendido Além do AM 560, a emissora de Caxias do Sul passou a transmitir também em FM 79,9.

Elisa Veeck e skate: relacionamento antigo Durante o "Live CNN" desta segunda, a apresentadora do "Novo Dia" surgiu no estúdio andando de skate durante o noticiário olímpico na hora em que falavam da medalha da Rayssa Leal. A hoje jornalista e ex-atriz é íntima dele desde que atuou no clipe de "Daqui Pra Frente", do NX Zero.

Estreia na GloboNews Iniciado nesta segunda o "Conexão GloboNews", apresentado das 9h às 13h por Leilane Neubarth no Rio de Janeiro, José Roberto Burnier em São Paulo e Camila Bomfim em Brasília.

Zileide Silva teve câncer de mama A jornalista revelou no "GloboNews em Pauta" desta segunda que ficou afastada um tempo devido à doença, sendo necessárias operação, quimioterapia e afastamento por algum tempo.

Carlos Tramontina está voltando Na próxima segunda-feira, ele reassumirá a apresentação do "SPTV - 2ª Edição" na Globo, da qual só não ficou fora do ar por continuar participando aos domingos de manhã do "Antena Paulista". Já vacinado com as duas doses do imunizante contra a Covid, fez seu último jornal em 20 de março de 2020.

Joana Treptow se recuperando Sei pelo Flávio Ricco que a apresentadora do "Jornal da Band" recebeu alta médica na última sexta após internação devido ao coronavírus. Mais uma semana em casa até a volta ao ar.

Augusto Nunes mal estreou e saiu do "Jornal da Record News" Sua dupla com Camila Busnello durou apenas dois dias. Desde quarta-feira da semana passada, Gustavo Toledo passou a substituí-lo. Sei pelo Gabriel de Oliveira no TV Pop que o rumor de bastidor é que Augusto entrará em breve na retornada TV Jovem Pan.

Mariana Bispo estreou no "Zapping" Desde esta segunda, ela é a nova apresentadora do programa de variedades do fim de noite da Record News, substituindo a recentemente dispensada Vera Viel.

Silvio Santos voltou a gravar nos estúdios do SBT Após um ano e oito meses e tendo tomado as duas doses da vacina contra o coronavírus, o "Patrão" voltou na sexta para gravar um "Roda a Roda" inédito. Dois dias depois, gravou o primeiro "Programa Silvio Santos" depois de um ano e sete meses para ir ao ar já no domingo que vem.

Mudanças nos finais de semana da Globo A partir de 5 de setembro, Luciano Huck apresentará o "Domingão", uma semana depois do fim da "Super Dança dos Famosos" com Tiago Leifert. No dia 4, o "Caldeirão" terá um novo apresentador a ser definido e virá logo depois da retornada "Sessão de Sábado". Já no sábado da semana que vem, o "Se Joga" da Fernanda Gentil chegará ao fim.

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna.

Datas em 0 ou 5

É um hábito desta "24 Horas" de bastante tempo e que será mantido aqui ao observar datas importantes que completam 5, 10, 25, 40, 65, 100 anos, enfim, sempre em 0 ou 5 pois é como consigo me organizar melhor. As da sexta, 23 de julho, foram estas:

*80 anos do nascimento de Richie Evans, automobilista falecido em 1985 e um dos grandes campeões da Nascar.

*60 anos ao dobrado: de Luis Fernando Montoya, treinador campeão da Libertadores de 2004 pelo Once Caldas; e de Woody Harrelson, ator indicado ao Oscar por "O Povo Contra Larry Flynt" e como coadjuvante por "O Mensageiro" e "Três Anúncios Para um Crime", atuante também em "Homens Brancos Não Sabem Enterrar", "Proposta Indecente", "Assassinos por Natureza" e na série "Cheers" como Woody Boyd.

*55 anos da morte de Montgomery Clift, ator nascido em 1920 e indicado ao Oscar por "Perdidos na Tormenta", "Um Lugar ao Sol", "A um Passo da Eternidade" e "Julgamento em Nuremberg".

*50 anos ao dobrado: da morte de Van Heflin, ator nascido em 1908 e vencedor do Oscar de coadjuvante por "Estrada Proibida"; e da cantora Alison Krauss.

*20 anos do Brasil eliminado da Copa América ao tomar 2 x 0 de Honduras.

*10 anos da morte de Amy Winehouse, cantora nascida em 1983.

As do sábado, 24 de julho, foram estas:

*70 anos de Lynda Carter, atriz que estrelou a série "Mulher-Maravilha" de 1976 até 1979.

*45 anos de Cacá Bueno, automobilista cinco vezes campeão da Stock Car.

*15 anos de Dunga anunciado como novo treinador da Seleção Brasileira no lugar de Carlos Alberto Parreira.

*10 anos do Uruguai campeão da Copa América com 3 x 0 sobre o Paraguai.

As do domingo, 25 de julho, foram estas:

*95 anos do nascimento de Beatriz Segall, atriz falecida em 2018 e que por quase sete décadas atuou em filmes, peças teatrais e inúmeras novelas de Tupi, Excelsior, Rio, Bandeirantes, Cultura, Manchete, Record e Globo, eternizada pela Odete Roitman de "Vale Tudo".

*60 anos de Darren Star, criador das séries "Barrados no Baile", "Melrose" e "Sexo e a Cidade".

*50 anos da abertura dos Jogos Pan-Americanos de Cali.

*45 anos ao dobrado: de Marcos Assunção, ex-futebolista campeão por Santos (RJ/SP de 1997), Palmeiras (Copa do Brasil de 2012), Figueirense (Catarinense de 2014), Roma (um Italiano e uma Supercopa da Itália), Betis (uma Copa do Rei) e Al Ahly (uma Copa dos Emirados Árabes); e do último "Programa Silvio Santos" na TV Globo.

*35 anos ao dobrado: de Hulk, futebolista do Atlético (campeão mineiro este ano) e campeão também por Brasil (Confederações de 2013), Vitória (Baiano de 2005), Porto (Liga Europa de 2011, quatro Portugueses, três Taças e três Supertaças de Portugal), Zenit (um Russo, uma Copa e uma Supercopa da Rússia) e Shanghai SIPG (um Chinês e uma Supercopa da China); e da morte de Vincente Minnelli, cineasta nascido em 1903 e ganhador do Oscar por "Gigi", indicado por "Sinfonia de Paris" e realizador ainda de "Agora Seremos Felizes", "O Pirata", "O Pai da Noiva", "Assim Estava Escrito", "A Roda da Fortuna", "Sede de Viver", "Teu Nome é Mulher", "Adeus às Ilusões" e "Num Dia Claro de Verão".

*30 anos da morte de Cafuringa, ex-futebolista nascido em 1948 e campeão pelo Fluminense (Robertão de 1970 e quatro Cariocas).

As da segunda, 26 de julho, foram estas:

*165 anos do nascimento de George Bernard Shaw, dramaturgo falecido em 1950 e autor de "Pigmaleão".

*105 anos do nascimento de Sylvio Pirillo, ex-futebolista falecido em 1991 e campeão por Internacional (um Citadino), Flamengo (três Cariocas), Botafogo (um Carioca) e, como treinador, por Fluminense (um RJ/SP), Palmeiras (um Paulista) e Brasil (uma Copa Roca).

*95 anos do nascimento de James Best, ator falecido em 2005 e que fez o xerife Rosco Coltrane na série "Os Gatões".

*90 anos do nascimento de Telê Santana, ex-futebolista falecido em 2006 e campeão pelo Fluminense (Copa Rio de 1952, RJ/SP de 1957 e 1960, mais dois Cariocas) e, como treinador, por Flu (um Carioca), Atlético (Brasileiro de 1971 e dois Mineiros), Grêmio (um Gaúcho), São Paulo (Intercontinental e Libertadores de 1992 e 1993, Supercopa de 1993, Recopa Sul-Americana de 1993 e 1994, Brasileiro de 1991 e dois Paulistas) e Al Ahly (um Saudita, uma Copa do Rei Árabe e uma do Golfo), além de comandar o Brasil nas Copas do Mundo de 1982 e 1986.

*55 anos de Everton Cunha, apresentador do "Pijama Show" na Rádio Atlântida de Santa Catarina e comunicador ex-rádios Atlântida de Porto Alegre, Farroupilha, Bandeirantes, Universal e Fan FM de Cachoeira do Sul.

*40 anos ao dobrado: de Maicon, futebolista campeão por Brasil (Copas América de 2004 e 2007 e das Confederações de 2005 e 2009), Cruzeiro (Brasileiro e Copa do Brasil ambos de 2003, Sul/Minas de 2001 e 2002, mais três Mineiros) e Internazionale (Mundial e Liga dos Campeões de 2010, cinco Italianos, duas Copas e três Supercopas da Itália); e de Maicon Bock, jornalista ex-Zero Hora, Correio do Povo e Metro Jornal, de cuja edição porto-alegrense foi editor-chefe por sete anos.

*35 anos ao triplicado: do Vancouver Whitecaps, campeão canadense de 2015; de Monica Raymund, atriz que faz a Jackie Quinones na série "Hightown" e que fez a Ria Torres na série "Engane-me Se Puder" e especialmente a Gabriela Dawson na série "Heróis Contra o Fogo" e em toda a franquia "Chicago"; e da cantora Bruna Caram.

*30 anos de Pérola Faria, atriz no ar na Record em "Gênesis" e nas reprises de "Topíssima" e "Os Dez Mandamentos" (esta última na TV Brasil), atuante ainda em "Rebelde" e estreante na Globo em "Páginas da Vida".

*15 anos do Flamengo campeão da Copa do Brasil com 1 x 0 sobre o Vasco.

As desta terça, 27 de julho, são estas:

*105 anos do nascimento de Keenan Wynn, ator falecido em 1986 e que fez filmes como "A Canção dos Acusados" e "Dr. Fantástico".

Bela do Dia: Ana Brenda Contreras

Ana Brenda Contreras, atriz. Americana com ascendência mexicana, ela estrela "Coração Indomável", novela exibida diariamente no SBT.

*40 anos ao quadruplicado: de Carol Gattaz, voleibolista que está competindo nos Jogos de Tóquio pelo Brasil e que venceu cinco Grand Prix e duas Copas dos Campeões; da morte de William Wyler, cineasta nascido em 1902 e recordista de indicações ao Oscar, vencedor por "Rosa da Esperança", "Os Melhores Anos de Nossas Vidas" e "Ben-Hur", sendo indicado por "Fogo de Outono", "O Morro dos Ventos Uivantes", "A Carta", "Pérfida", "Tarde Demais", "Chaga de Fogo", "A Princesa e o Plebeu", "Sublime Tentação" e "O Colecionador"; de "Bella Donna", primeiro disco solo de Stevie Nicks, destacado por "Stop Draggin' My Heart Around" e "Edge of Seventeen"; e de "KooKoo", primeiro disco solo de Debbie Harry, destacado por "Backfired".

*25 anos ao dobrado: de Jacqueline e Sandra primeiras campeãs olímpicas de vôlei de praia com 2 x 0 sobre Adriana Behar e Shelda; do atentado no Parque Olímpico em Atlanta, que deixou duas pessoas mortas.

*10 anos ao dobrado: de Santos 4 x 5 Flamengo, com três gols tanto do vitorioso Ronaldinho Gaúcho quanto do derrotado Neymar, a maior partida da história do Brasileirão nos pontos corridos; e da morte de Geraldo Scotto (nascido em 1934)

*5 anos do Atlético Nacional campeão da Libertadores com 1 x 0 sobre o Independiente del Valle.

Arremate

Covid: mais de 550 mil vítimas; mais de 19,7 milhões de casos; mais de 38 milhões de imunizados por completo.

"24 Horas" volta rezando que um dia este mal cesse ou diminua drasticamente!

Torneios de futebol, todas as modalidades e variedades não-esportivas.

Destaques da imprensa esportiva. O que acontece em TV, rádio, jornal e web.

Podcasts com pitacos sobre os esportes e outros registros interessantes.

Convidados escrevem sobre temas de agora no futebol e em todos os esportes.

Para entender o presente, é preciso conhecer o passado. Aqui se faz isso.

Teste de conhecimentos com direito a charadas e perguntas "pega-ratão".

Verde para o bom, vermelho para o ruim e amarelo para chamar a atenção.

Gente do esporte dá dicas de livros, filmes, música, culinária e mais.