Desde 02/06/2003 Criação, produção e edição: Edu Cesar


papodebola@gmail.com


papodebola


sitepapodebola


edupapodebola

SOBRE ESTA SEÇÃO
O editor Edu Cesar comenta os resultados dos campeonatos de futebol e o dia-a-dia dos clubes. Destaque para o que de principal ocorre em todas as modalidades e ainda os tópicos não-esportivos "Sintonia PB", "Clipe do Dia" e "Bela do Dia".
 
LEIA AQUI as colunas anteriores VEJA AQUI as "Belas do Dia" anteriores
 
Segunda, 19 de julho de 2021
Quem é que para o Palmeiras?



Imparável está o Palmeiras. Embora o placar de 3 x 0 soe enganoso por dois gols saíram depois dos 46 minutos do segundo tempo, a vitória sobre o Atlético Goianiense não apenas manteve a liderança, como foi a sétima consecutiva e a nona nas últimas 10 partidas sem empate. Quarta vitória seguida sobre os atleticanos em Goiânia, quarta consecutiva fora de casa e seis vitórias nas últimas sete visitas com uma única perdida. Abel Ferreira e cia. engataram a 5ª marcha e ninguém mais consegue detê-los. Enquanto isso, o Dragão liderado por Eduardo Barroca voltou a perder após três jogos, agora não vence há três e ganhou apenas dois dos últimos 10, dos quais quatro perdidos. São três mandos sem vitória, dois deles perdidos, e apenas um faturado nos seis últimos. Os goianos não tomavam três de diferença como mandantes desde os 3 x 0 do próprio Palestra em 25 de outubro do ano passado.



Para deixar melhor o fim-de-semana alviverde, o Corinthians perdeu. Embora Gustavo Mosquito fizesse um gol emocionado por dedicado ao pai e a avô perdidos para o coronavírus, Hulk foi o cara dos 2 x 1 de virada do Atlético Mineiro pois dobrou após 10 jogos sem marcar. E aquele gol perdido pelo Jô, heinhô??? Bom, antes o Galo não tinha vencido as primeiras sete visitas a Itaquera e agora ganhou duas seguidas e só perdeu uma das seis últimas, tendo quatro vitórias consecutivas no geral. Cuca e cia. não perdem há seis jogos gerais, cinco deles vencidos, e têm quatro visitas sem derrota com três vencidas, apenas uma perdida nas 14 últimas com 11 delas obtidas. Já o time o Sylvinho perdeu duas seguidas depois de seis jogos de invencibilidade, ganhando apenas três dos últimos 14 para cinco perdidos. São três mandos sem vitória e um único faturado nos sete últimos, quatro deles perdidos.



Quer melhorar mais ainda o fim-de-semana palmeirense? O São Paulo do Hernán Crespo também perdeu, dois anos depois voltando a cair para um time treinado por Juan Pablo Vojvoda, tal qual fora pro Talleres na segunda pré-grupos da Libertadores com derrota fora e empate em casa. Robson assinou o 1 x 0 histórico, primeira visita vencida pelos tricolores cearenses sobre os paulistas. 3ª vitória seguida do Leão do Pici e quarta nos últimos cinco jogos, reabilitado daqueles quatro fracassos seguidos. É a melhor campanha de um nordestino nas 12 primeiras rodadas da Série A em pontos corridos, acima do Sport de 2015 com 23 pontos em 5º. Aliviado por tudo estar bem com o massagista Marcelo Silva após a tensão desgraçada causada pela convulsão que sofreu, o Bem-Amado voltou a perder após três jogos e só ganhou três dos últimos 15, dos quais seis derrotados. Duas derrotas nos últimos oito mandos.



Quer mais uma? O Palmeiras foi o único paulista vencedor desta 12ª rodada pois Red Bull Bragantino e Santos ficaram no 2 x 2, com duas vezes a igualdade sendo concedida, a derradeira aos 50 minutos do segundo tempo com Marcos Leonardo. Quinto empate consecutivo entre eles e quinto mando seguido sem vitória do Massa Bruta sobre o Peixe, superado pela vez última nos 2 x 1 de 19 de março de 2011. A equipe do Maurício Barbieri sofre de "empatite aguda": 13 jogos de invencibilidade, mas seis deles iguais, sendo quatro nos seis últimos, com oito mandos sem derrota, mas três empatados consecutivos e só três faturados dos 13 últimos com apenas dois perdidos. Já a esquadra do Fernando Diniz empatou quatro das últimas 11 partidas, ganhando quatro delas, e não vence há cinco visitas - aliás: santistas desastrosos fora de casa pois só três visitas obtidas nas 30 últimas, 19 delas derrotadas.



O massacre da rodada foi do Flamengo no Bahia: 1, 2, 3, 4, 5 x 0 com a primeira trinca do Gabriel desde os 4 x 1 sobre a Cabofriense em 29 de fevereiro de 2020. Segunda maior vitória rubro-negra sobre os tricolores, atrás apenas dos 1, 2, 3, 4, 5, 6 x 0 no Maracanã em 7 de agosto de 2003. Dimensão do que tivemos neste domingo da parte baiana: não tomava cinco gols tanto no mesmo jogo quanto como mandantes desde os 5 x 3 dos próprios flamenguistas em 2 de setembro do ano passado, cinco de diferença desde os 5 x 0 do Atlético Paranaense na Copa do Brasil em 20 de abril de 2011 e cinco de diferença como mandante desde os 7 x 0 do Cruzeiro em 14 de dezembro de 2003.

Da parte carioca: não fazia cinco gols na mesma partida desde os 5 x 1 no Madureira em 5 de abril, cinco no mesmo jogo fora de casa desde os 5 x 2 no Palestino em 5 de julho de 2017, cinco de diferença desde os 6 x 1 no Avaí em 5 de dezembro de 2019 e cinco de diferença como visitante desde os 5 x 0 no Ivinhema em 4 de março de 2009. Agora com Renato Portaluppi, o Mengão ganhou a terceira seguida e não empata há 13 jogos, dos quais quatro perdidos nos nove últimos. São duas visitas faturadas e cinco sem empate, três deles triunfantes. Já os comandados do Dado Cavalcanti perderam duas seguidas e quatro nas últimas sete atuações sem empate, com três derrotas nos últimos seis mandos e apenas dois obtidos. Por si e só e mais ainda por todas estas marcas, uma goleada inesquecível.



Flamengo, pelo qual foi campeão brasileiro em 1992 o saudoso Gaúcho, fundador do Cuiabá, que fez história neste domingo ao conquistar sua primeira vitória como clube de primeira divisão nacional - e numa peleja mais emocionante do que o esperado, sobretudo na etapa inicial, com duas vezes a Chapecoense na frente para depois ser igualada. O time do Jorginho obteve o 3 x 2 histórico com Elton, sempre ele, aos 43 do 2º tempo. Fim da seca de 10 partidas, embora só três delas perdidas, e temos aí mais uma "empatite" pois, embora voltasse a vencer após cinco visitas, agora não perde há cinco. Jair Ventura, por sua vez, não decola. Com ele e antes dele, são cinco derrotas consecutivas e oito nos últimos 12 fracassos, com uma única vitória nas últimas 17 apresentações, 10 delas perdidas.



Essa do Dourado foi uma das três vitórias confirmadas no finalzinho nesta 12ª rodada, a primeira delas sendo do Ceará por 1 x 0 sobre o Athletico Paranaense, com Wendson anotando aos 53 da etapa final para o primeiro sucesso alvinegro sobre os rubro-negros após nove partidas gerais desde o 1 x 0 de 23 de junho de 2012. O Vozão do Guto Ferreira não perde há oito jogos com três deles vencidos, tendo quatro mandos de invencibilidade com três conquistados. Já o Furacão do António de Oliveira perdeu três das últimas oito partidas, das quais três faturadas, isso depois daquelas 11 de invencibilidade. Sete visitas sem empate com três perdidas nas últimas cinco.



Já o Grêmio passou pelo Fluminense também por 1 x 0 numa noturnaça de sábado horrorosamente péssima, mas que não ficou no zero absoluto graças a uma penalidade máxima apontada após revisão no vídeo e convertida aos 45 do segundo pelo Pinares. Invicto contra os cariocas em suas agora quatro passagens (quatro vitórias e três empates), Luiz Felipe Scolari deu ao Imortal duas vitórias seguidas após nove partidas sem vitória e primeira na Série A desde os 5 x 2 no Botafogo em 8 de fevereiro, também no Rio de Janeiro. Primeiro êxito vindo na 10ª jornada, uma acima da primeira vitória na seca de 1998. Além disso, é a 5ª vitória gremista sobre o Flu nas últimas seis atuações no Rio desde 2017. A equipe do Roger Machado voltou a perder após quatro jogos, quatro sendo as derrotas nas últimas 12 atuações com quatro vencidas. Quatro mandos sem vitória com dois perdidos, isso após ganhar quatro de cinco.



Não sendo no finalzinho, mas também com a arbitragem de vídeo decisiva no gol bem anulado por um toque de braço inconveniente do Rafael Forster rente à última linha no que seria um tento olímpico do Juventude, o Internacional rompeu a seca de seis jogos e oito mandos com 1 x 0 assinado por Thiago Galhardo. Quarta vitória seguida dos vermelhos sobre os verdes no Beira-Rio (onde não se davam bem agora desde os 4 x 1 justamente sobre eles em 8 de maio) e invencibilidade em casa contra eles vinda desde 2008. Diego Aguirre e cia. têm agora duas derrotas nas últimas nove partidas e quatro vitórias nas últimas 20, das quais sete perdidas. Já Marquinhos Santos e associados não vencem há quatro partidas com três derrotas, sendo três vitórias nas últimas 13 apresentações e seis delas perdidas. Fora de casa, pior ainda: 11 fracassos consecutivos depois do 1 x 0 no Ypiranga em 22 de março.

Antes do desfecho desta 12ª rodada no América Mineiro x Sport desta segunda, eis a classificação (*jogo a menos): em 1º, Palmeiras com 28; em 2º, Atlético Mineiro com 25; em 3º, Fortaleza e Bragantino com 24; em 5º, Athletico* com 20; em 6º, Flamengo** e Ceará com 18; em 8º, Bahia e Fluminense com 17; em 10º, Santos com 16; em 11º, Atlético Goianiense* com 15; em 12º, Corinthians e Inter com 14; em 14º, Juventude com 13; em 15º, São Paulo com 11; em 16º, América e Cuiabá** com 9; em 18º, Sport com 7; em 19º, Grêmio** com 6; e em 20º, Chapecoense com 4.

A próxima rodada destacarei na próxima coluna, mas antes dela teremos a volta das oitavas da Libertadores, tendo nesta terça Atlético Mineiro x Boca Juniors (0 x 0) e Racing x São Paulo (1 x 1) - teríamos também Fluminense x Cerro Porteño (2 x 0), mas ficou para 3 de agosto por falta de condição emocional dos paraguaios, especialmente do treinador Arce, que passa por algo pelo que nenhum pai e nenhuma mãe deveria passar: a dor da perda de um filho, o dele sendo Alexsandro, vitimado aos apenas 20 anos em acidente de carro neste domingo (e isso adiou Flu x Criciúma, pela Copa do Brasil, pro dia 7) -, enquanto a quarta apresentará Palmeiras x Universidad Católica (1 x 0) e Flamengo x Defensa y Justicia (1 x 0), este com público no Mané Garrincha e sem precisar estar vacinado, só apresentando um PCR negativo (que vergonha, governo do DF, que vergonha!), por fim na quinta acontecendo Internacional x Olimpia (0 x 0).

Na volta das oitavas da Sul-Americana, vamos na terça de Grêmio x LDU (1 x 0) e Athletico Paranaense x América de Cali (1 x 0), na quarta de Bragantino x Del Valle (2 x 0) e na quinta de Independiente x Santos (0 x 1).

Apesar do empate no finalzinho, Náutico histórico



Mesmo tomando a igualdade nos acréscimos da etapa final, o time do Hélio dos Anjos fez história no 1 x 1 com o Vasco pela 12ª rodada pois é a primeira equipe a chegar invicta aos 12 primeiros jogos na Série B dos pontos corridos, uma acima do Corinthians em 2008, do Guarani em 2009 e do São Bento em 2018. Não é pouca coisa, mas não é mesmo. Praticamente um terço do torneio sem ser derrotado, o que credencia demais os alvirrubros ao acesso.

Já o nome da rodada foi Edu, que participou de um gol e marcou outro (o 9º em 11 atuações) nos 2 x 1 de virada do Brusque sobre o Botafogo, que voltou a jogar nesta cidade catarinense 63 anos depois dos 2 x 2 amistosos com o Carlos Renaux. Outro 2 x 1 deste fim-de-semana, mas aí não em casa e sim fora dela, foi do Remo diante da Ponte Preta, tendo agora duas vitórias seguidas depois de sete fracassos consecutivos. Novos tempos.



E novos tempos remistas que virão neste meio de semana ao encontro de velhos e fracassados tempos do Cruzeiro, que completou 50 rodadas na segunda divisão sem jamais estar entre os quatro primeiros. Fábio chegou aos 950 jogos pelo clube e "ganhou de presente" um 3 x 0 do Avaí, que não perde pra Raposa há 10 jogos gerais (três vencidos) depois de tomar 5 x 0 em 2011 em Uberlândia, com seis jogos sem derrota para ela no Mineirão.

A dupla de Maceió se deu bem, tanto o CSA com 2 x 0 diante do Operário quanto o CRB com 2 x 1 sobre o Vila Nova, enquanto rubro-negro turbulento por rubro-negro turbulento quem se deu melhor foi o Brasil de Pelotas no 1 x 0 diante do Vitória. Já o Londrina estreou o técnico Márcio Fernandes e voltou a pontuar após quatro derrotas num 0 x 0 com o Goiás, cujo falatório dá conta de (o que seria, dada a boa campanha, uma inexplicável) saída do Pintado.

Após 12 rodadas, eis a classificação da Bêzona (*partida a menos): em 1º, Náutico com 26; em 2º, Coritiba* com 24; em 3º, Guarani com 22; em 4º, CRB e Goiás com 20; em 6º, Sampaio Corrêa com 19; em 7º, Avaí*, Vasco e Operário com 18; em 10º, Brusque* com 16; em 11º, CSA* e Vila Nova com 14; em 13º, Botafogo* e Remo* com 13; em 15º, Brasil e Cruzeiro com 11; em 17º, Confiança, Vitória e Ponte Preta com 9; e em 20º, Londrina com 8.

13ª rodada toda neste meio de semana. Cinco jogos na terça: às 19h, Remo x Cruzeiro, Botafogo x Goiás, Guarani x Sampaio e Londrina x Confiança; e às 21h30, Vitória x Ponte. Três na quarta: às 16h, Vila x Brusque; e às 21h30, CSA x Vasco e Náutico x Brasil. Mais dois na quinta: às 19h, Coritiba x CRB; e às 21h30, Avaí x Operário.

Outros destaques do fim-de-semana

Campeonato Brasileiro Série C A 8ª rodada do Grupo A teve Ferroviário 1 x 0 Manaus, Volta Redonda 1 x 0 Floresta, Santa Cruz 0 x 1 Tombense (oito jogos sem vitória do Santinha, tal qual em 2008, bah!!!), Jacuipense 0 x 0 Botafogo da Paraíba e Paysandu 1 x 1 Altos. Classificação: em 1º, Ferroviário com 14; em 2º, Tombense e Voltaço com 13; em 4º, Botafogo e Paysandu com 12; em 6º, Altos com 11; em 7º, Manaus com 10; em 8º, Floresta com 9; em 9º, Jacuipense com 8; e em 10º, Santa com 3. Já o Grupo B teve Mirassol 2 x 0 Criciúma (6º com 10 x 3º com 14) - segunda derrota seguida do Tigre no interior de SP -, Figueirense 0 x 0 Botafogo de Ribeirão Preto (7º com 10 x 5º com 13) e Ituano 2 x 1 Ypiranga (2º x 1º ambos com 16), aí acontecendo a 5ª vitória seguida do Galo e o fim dos sete jogos de invencibilidade do Canarinho. Nesta segunda, encerramento com Paraná x Novorizontino (9º com 7 x 4º com 13).

Campeonato Brasileiro Série D Os dois que estão nas oitavas da Copa do Brasil venceram, ambos líderes com 15 pontos, o ABC do Grupo A3 após 1 x 0 no Campinense e o Juazeirense do A4 após 2 x 1 no Murici.

Campeonato Brasileiro Feminino Série A2 Uma semifinal terá o Atlético Mineiro, que ficou no 0 x 0 com o América Mineiro para 3 x 1 totais, contra o Cresspom, que fez 2 x 0 no Ceará com direito a um golaço do meio do campo de Isabela para abrir o marcador. Na outra teremos o Red Bull Bragantino, exitoso nos pênaltis por 4 x 2 após 2 x 0 no Athletico Paranaense para 4 x 4 totais, versus o Esmac, que fez 2 x 1 na volta e 3 x 2 totais no Real Ariquemes. Galo, Cresspom, BragaBull e Madre Celeste, mais do que seguirem na briga pelo título, garantiram presença na A1 de 2022 nos lugares de Bahia, Napoli, Minas Icesp e Botafogo, rebaixados na atual temporada.

Liga dos Campeões da África Al Ahly campeão com 3 x 0 sobre o Kaizer Chiefs na finalíssima.

Curtinhas Esportivas

Funkeiro no São Caetano Contratado MC Livinho para a disputa da Copa Paulista. Querem que eu diga o quê?

Brenno liberado para a Seleção Olímpica Após um novo teste negativo feito na Sérvia após um que deu positivo, o goleiro foi até Yokohama para se reunir com os demais que jogarão a Olimpíada de Tóquio.

Racismo contra jogador da Alemanha A adversária brasileira na estreia da quinta-feira abandonou o gramado a cinco minutos do fim do 1 x 1 amistoso contra Honduras na japonesa Wakayama, ofensas raciais contra o zagueiro Torunarigha. 2021 e continuamos lidando com crimes de racismo. Até quando, meu Deus???

Giroud é do Milan Contratado o francês campeão mundial, campeão europeu neste ano pelo Chelsea.

Milwaukee Bucks a uma vitória do título da NBA Ficou assim após marcar 123 x 119 sobre o Phoenix Suns, que é obrigado a vencer nesta terça para forçar o tira-teima definitivo do caneco na quinta-feira.

A primeira vez a gente não esquece, né, Caio Castro? Agora também piloto, o ator ganhou a etapa de São Paulo da Copa Porsche GT3, sendo o 100º vencedor diferente da história de 16 anos da categoria.



Grande vitória após uma disputa normal de corrida Foi a do Lewis Hamilton no Grande Prêmio da Inglaterra, iniciado no sábado com a vitória na corrida rápida do pole position Max Verstappen, que abandonou ao bater forte logo nas primeiras curvas, o que forçou uma bandeira vermelha de 40 minutos. O sete vezes campeão mundial e atual tetra tomou 10 segundos de punição, pra mim sem sentido tal gancho pois não houve nada proposital, era uma simples e sensacional disputa pela liderança. Mesmo assim, foi ganhando terreno até que, a três voltas do fim, passou Charles Leclerc, que acabou em 2º, com Valtteri Bottas fechando o pódio. Max ficou pistolaço, detonou Lewis nas redes. Clima "amigavelmente carinhoso" para a etapa da Hungria em 1º de agosto, tendo o holandês 185 pontos, oito acima do inglês, ganhador pela 99ª vez na categoria e pela 8ª só em Silverstone, tal qual na própria Hungria.

Coronavírus nos Jogos Olímpicos de Tóquio Três casos foram confirmados neste fim-de-semana denro da Vila Olímpica: os futebolistas sul-africanos Thabiso Monyane e Kamohelo Mahlatsi, além do voleibolista de praia tcheco Ondrej Perusic. Tá na cara que a coisa não prestará, só resta rezar pelo menor prejuízo possível.

Sintonia PB

Começa o tópico desta "24 Horas" que está antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:



Suelen Reis de volta ao "Bom Dia Goiás" Após dois meses, a apresentadora da TV Anhanguera voltou ao jornal nesta segunda para retomar a dupla com Handerson Pancieri, que teve neste período a parceria de Rosane Mendes. Vista por último no dia 21 de maio, Suelen passou por uma cirurgia de endometriose e no meio do caminho foram descobertas outras complicações graves, felizmente todas reviravoltadas - a infecção descoberta poderia evoluir para sepse e causar a perda de um rim da apresentadora, da qual foram tirados parte do intestino, ovário e uma trompa, cessando lesões espalhadas que lhe causavam dores. Graças a Deus, firme e forte ela está.

"Globo Rural" dá um tempo para a Olimpíada O programa deste domingo foi o último antes dos Jogos de Tóquio. Helen Martins, Cristina Vieira, Nelson Araújo e associados voltarão ao ar em 15 de agosto.

Começa a nova fase do "Jornal da Record News" A partir desta segunda, o noticiário das 21h terá Camila Busnello na apresentação, boa sorte eu desejando demais para ela por seu parceiro ser Augusto Nunes.

A nova atividade de Neila Medeiros Sei pelo Deivisson Santos no TV Pop que a apresentadora, demitida há alguns dias pelo SBT de Brasília, estreará em 6 de agosto o podcast "Santas Insanas" no Jornal de Brasília. Ela, a sexóloga Luísa Miranda e a psiquiatra Maria Cecília falarão sobre sexualidade, autoconhecimento, saúde mental e mais.

Ana Maria Braga voltou ao "Mais Você" Após duas semanas necessárias para recuperação do coronavírus, felizmente a apresentadora retomou nesta segunda o matinal da Globo, que nestes dias tiveram em seu lugar os apresentadores Fabrício Battaglini e Talitha Morete. Que não mais este mal acometa a Ana!

"Pega Pega" reprisada a partir de hoje Terminada "Salve-se Quem Puder", a faixa das sete na Globo terá reprisada a trama de 2017, escrita por Cláudia Soutto e estrelada por Mateus Solano e Camila Queiroz.

Nova temporada do "Reforma em Família" Começa às 21h25 uma leva de episódios inéditos de um dos programas mais bacanas do Discovery Home & Health, com a mãe Karen E. Laine e a filha Mina Starsiak em mais uma temporada de reformas de casas estropiadas e caindo aos pedaços que elas tornam maravilhas lindonas.

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna.

Datas em 0 ou 5

É um hábito desta "24 Horas" de bastante tempo e que será mantido aqui ao observar datas importantes que completam 5, 10, 25, 40, 65, 100 anos, enfim, sempre em 0 ou 5 pois é como consigo me organizar melhor. As desta segunda, 19 de julho, são estas:

Bela do Dia: Patricia Noarbe

Patricia Noarbe, estrela do Instagram (ou, convencionou-se assim chamar embora eu deteste tal termo (rs), "influenciadora digital"). Neste fim-de-semana, ela virou notícia na editoria de esportes pois foi pedida em casamento em pleno gramado do Wanda Metropolitano pelo namorado Llorente, futebolista do Atlético de Madrid. É claro, é óbvio e é evidente que ela aceitou.

*145 anos do nascimento de Irineu Marinho, jornalista falecido em 1925 e que morreu menos de um mês depois de fundar o jornal O Globo.

*90 anos de Ubaldo Miranda, ex-futebolista seis vezes campeão mineiro pelo Atlético na década de 1950.

*70 anos de Abel Ferrara, cineasta de filmes como "Vício Frenético", "Enigma do Poder" e "Maria".

*60 anos ao dobrado: de Renan Dal Zotto, atual treinador da seleção brasileira masculina de vôlei e ex-jogador medalha de prata olímpica em Los Angeles 1984; e do cantor e compositor Antonio Villeroy.

*55 anos do então bicampeão Brasil eliminado da Copa do Mundo na fase de grupos ao sofrer 3 x 1 de Portugal.

*50 anos de Vitali Klitschko, ex-boxeador campeão mundial dos pesos pesados.

*40 anos de Nenê, futebolista do Fluminense e campeão por Paulista (Brasileiro da Série C em 2001, uma Copa Paulista e um Paulista A2), Paris Saint Germain (um Francês) e Vasco (um Carioca).

*25 anos ao dobrado: da abertura dos Jogos Olímpicos de Atlanta; e do fim de "Contos da Crypta", série que durou 93 episódios em sete temporadas e que era apresentada por uma caveira muito amável e simpática (risos).

*15 anos da morte de Jack Warden, ator nascido em 1920 e que fez filmes como "Doze Homens e uma Sentença", "O Céu Pode Esperar" e "O Pestinha".

*5 anos da morte de Garry Marshall, cineasta nascido em 1934 e que dirigiu filmes como "Um Salto Para a Felicidade", "Uma Linda Mulher", "Frankie e Johnny", "Noiva em Fuga" e os dois "O Diário da Princesa".

Arremate

Covid: mais de 542 mil vítimas; quase 19,4 milhões de casos; quase 33,9 milhões de imunizados por completo.

"24 Horas" volta rezando que um dia este mal cesse ou diminua drasticamente!

Torneios de futebol, todas as modalidades e variedades não-esportivas.

Destaques da imprensa esportiva. O que acontece em TV, rádio, jornal e web.

Podcasts com pitacos sobre os esportes e outros registros interessantes.

Convidados escrevem sobre temas de agora no futebol e em todos os esportes.

Para entender o presente, é preciso conhecer o passado. Aqui se faz isso.

Teste de conhecimentos com direito a charadas e perguntas "pega-ratão".

Verde para o bom, vermelho para o ruim e amarelo para chamar a atenção.

Gente do esporte dá dicas de livros, filmes, música, culinária e mais.