Desde 02/06/2003 Criação, produção e edição: Edu Cesar


papodebola@gmail.com


papodebola


sitepapodebola


edupapodebola

SOBRE ESTA SEÇÃO
O editor Edu Cesar comenta os resultados dos campeonatos de futebol e o dia-a-dia dos clubes. Destaque para o que de principal ocorre em todas as modalidades e ainda os tópicos não-esportivos "Sintonia PB", "Clipe do Dia" e "Bela do Dia".
 
LEIA AQUI as colunas anteriores VEJA AQUI as "Belas do Dia" anteriores
 
Quinta, 15 de julho de 2021
Placares mínimos, vantagens máximas

São Palmeiras e Flamengo nas oitavas da Libertadores, ambos com 1 x 0 fora de casa sobre Universidad Católica e Defensa y Justicia. Com isso, semana que vem jogarão por vitória ou empate, ao passo que derrota por 1 x 0 resultará em pênaltis e por dois ou mais gols de diferença ou por um a partir de 2 x 1 levará à eliminação.

Da parte rubro-negra, um resultado extremamente aliviador pois, embora a estreia do Renato Portaluppi fosse a primeira com sucesso desde os 5 x 1 do Bahia no Colo Colo em 17 de janeiro de 2010 (neste que é seu retorno ao clube após a despedida como seu jogador no 1 x 0 sobre o Friburguense, lá em 6 de maio de 1998), a atuação foi abaixo da crítica. Inseguro no princípio da peleja, Diego Alves foi o mais positivo nome ao praticar defesas espetaculares e providenciais especialmente na 2ª etapa - e quando não defendeu, contou com uma sorte filha da mãe de enorme, vide aquele chute do Rotondi cara-a-cara que sabe lá Deus como não entrou, bola a "meio milímetro" do poste canhoto.

Titular, Michael correspondeu às expectativas com um gol que reforçou parecer mudar sua sorte atual: depois da competência lindona contra a Chapecoense, contou com a sorte pelo desvio no seu chutão encobrir Unsain e torná-lo indefensável. A própria reação da torcida já foi outra. Substituído na etapa final, teve sua saída criticada pela maioria das opiniões que vi na hora no Twitter, quando até domingo passado enaltecida ela seria. Retornado após a Copa América, Gabriel teve um único momento de brilho, num chutaço defendido pelo goleiro no tempo segundo. Pelo sim, pelo não, deu Mengão pela vez terceira em solo argentino em Libertadores, a segunda só neste ano.

Enquanto isso, o Palmeiras contou com um pênalti pra lá de sem vergonha para ganhar da Católica - e Raphael Veiga nada tem a ver com isso, fez o que precisava fazer e pronto. Não discuto o acerto da marcação mediante o que a Conmebol recomenda, reclamar eu reclamo é da recomendação, que não deveria ter porque cria uma diferença impossível de acompanhar em relação a outros torneios - aliás: falácia pura aquilo que Arnaldo Cezar Coelho dizia, "a regra é clara". Deveria ser, mas não é, porque tem lance que vale, tem lance que não vale, tem lance que num torneio dizem que deve ser marcado, em outro não deve... É brabo! Não há cachola que assimile tudo isso.

Pausa para encaixe do registro: o VAR tá dando tanto pano pra manga, como diria Alef (não o de Lima), que foram suspensos os árbitros central Andres Rojas e de vídeo Derlis Lopez pela falta inexistente no que seria o gol do Boca Juniors contra o Atlético Mineiro, o mesmo aplicado ao bandeirinha Julio Fernandez e aos árbitros de vídeo Cesar Deischeler e Eduardo Gamboa pelo impedimento inexistente no que seria o gol do Cerro Porteño contra o Fluminense - não vai dar em nada, mas os paraguaios querem até a anulação da partida. É a "LiberVARdores".

Voltando: Abel Ferreira e associados nada têm a ver com isso. Pintou a penalidade máxima, convertida foi e a vitória fundamentel foi assegurada pelo atual campeão sul-americano, que ainda teve Weverton brilhando em outros momentos e Zé Rafael praticando um salvamento espetacular em cima da linha antes do intervalo. Desta feita, o Palestra (seis vitórias seguidas no geral e oito nas últimas nove partidas desde o último empate) agora é o clube com maior invencibilidade como visitante na história: 13 partidas, uma acima do River Plate de 2018 e 2019, ano no qual os paulistas perderam a última fora, ainda com Luiz Felipe Scolari, dando 1 x 0 pro San Lorenzo.

Em outros jogos da quarta-feira, River Plate e Argentinos Juniors ficaram no 1 x 1, o que permite ao Argentinos o empate sem gols na volta e faz com que só de 2 x 2 em diante sirva para o River. Já o Vélez Sarsfield ganhou por 1 x 0 e estará nas quartas até se perder por um gol a partir de 2 x 1 para o Barcelona, que precisa triunfar por dois ou mais para avançar no tempo normal. Nesta noite, a ida das oitavas acabará com Olimpia x Internacional. O Colorado ganhou as duas na fase de grupos, mas ali ainda com Miguel Ángel Ramírez. Agora o comando é do Diego Aguirre, que liderou a equipe semifinalista de 2015 e que enfrentou os paraguaios como jogador na semifinal de 1989.

Resultado sensacional do Red Bull Bragantino

A equipe do Maurício Barbieri está muito próxima das quartas da Sul-Americana após vencer o Independiente del Valle por 2 x 0, grande vantagem assinada por Fabrício Bruno e Eric Ramires. Mandando a volta na semana que vem, o Massa Bruta jogará por vitória, empate ou até derrota por um gol. Se sofrer 2 x 0, teremos pênaltis. Aos equatorianos, resta apenas vencer por três ou mais de diferença ou por dois gols a partir de 3 x 1. No geral, o BragaBull tem desempenho extraordinário fora de casa: oito vitórias nas últimas 10 visitas (só uma perdida).

Também nesta quarta, o Sporting Cristal perdia para o Arsenal até 45 do segundo, quando empatou, e conseguiu chegar aos 2 x 1 aos 53 com dobra do Hohberg. Já o Libertad derrotou o Junior fora de casa por 4 x 3 com duas viradas. Nesta quinta, as últimas idas destas oitavas: Deportivo Táchira x Rosario Central, o clássico uruguaio Nacional x Peñarol e especialmente Santos x Independiente, que marca o reencontro deles depois das oitavas da Libertadores de 2018, quando as duas partidas acabaram 0 x 0 dentro de campo, mas a volta aconteceu depois que o resultado da ida virou 3 x 0 para os argentinos devido à escalação irregular do no último sábado retornado Carlos Sánchez.

Aleluia, Remo! E a redenção de Alef Manga

A 11ª rodada da Série B terminou com o Remo se reabilitando para voltar a ganhar depois de sete jogos, virada por 2 x 1 sobre o Brusque com o gol decisivo de Marcos Júnior, que entrou na segunda etapa e voltou a campo cinco meses depois de deixar o Vasco - ele foi contratado no mês passado. Já o Goiás botou água no chope do estreante Ney Franco e bateu o CSA por 1 x 0 com a redenção de Alef Manga, marcado na sexta passada pelo gol incrível perdido na derrota pro Náutico (o salvamento do Camutanga) e desta vez reabilitado com o tento decisivo.

Vamos à classificação da Bêzona (*jogo a menos): em 1º, Náutico com 25; em 2º, Coritiba* com 21; em 3º, Sampaio Corrêa, Goiás e Guarani com 19; em 6º, Operário com 18; em 7º, Vasco e CRB com 17; em 9º, Avaí* com 15; em 10º, Vila Nova com 14; em 11º, Brusque* e Botafogo* com 13; em 13º, CSA* e Cruzeiro com 11; em 15º, Remo com 10; em 16º, Confiança, Vitória e Ponte Preta com 9; em 19º, Brasil com 8; e em 20º, Londrina com 7.

A 12ª rodada terá nesta sexta: às 19h, Confiança x Guarani; e às 21h30, Sampaio x Coritiba. Sábado, mais seis pelejas: às 11h, Brasil x Vitória; às 16h, Goiás x Londrina; às 16h30, Cruzeiro x Avaí; às 18h30, Ponte x Remo; e às 19h, Brusque x Botafogo e Operário x CSA. Por fim, domingo: às 16h, Vasco x Náutico; e às 20h30, CRB x Vila.

Outros destaques de ontem e de hoje

Campeonato Rondoniense Temos mais um campeão estadual! Bicampeão, no caso. O Porto Velho ficou no 1 x 1 com o Ariquemes no tempo normal para superá-lo nos pênaltis por 5 x 3. Detalhe para o nome do autor do gol contra do Ariquemes, autor este que no fim celebraria por ser campeão: Wembley. Sim, o mesmo nome do estádio no qual a Itália derrotou a Inglaterra domingo passado na final da Eurocopa e do antigo estádio no qual aconteceu, há 35 anos completados nesta semana, um dos mais históricos shows da carreira do Queen.

Amistoso sub-23 O Brasil do André Jardine (agora reforçado por Malcom, do Zenit, substituto do cortado por lesão Douglas Augusto) fecha contra os Emirados Árabes Unidos sua preparação para a Olimpíada de Tóquio, na qual estreará na próxima quinta-feira contra a Alemanha. Até aqui, 15 vitórias, três empates e quatro derrotas nos jogos preparatórios. Nesta tarde, a bola rolará na Sérvia, mais especificamente em Novi Sad.

Curtinhas Esportivas

Público de volta nos estádios de Porto Alegre (meu Senhor amado) Projeto neste sentido, feito pelo vereador Mauro Pinheiro (PL), foi aprovado pela Câmara por 22 votos a 10 na noite desta quarta. Por ele, até 25% da capacidade dos estádios poderá receber torcedores. Sinceramente... querer isso num momento desses, onde não estamos ainda em condição de voltar à normalidade, é jogar muito contra a pandemia. "Ah, mas precisamos gerar empregos" e tal. Sempre se usa o argumento da economia nessas horas. Ela é fundamentalíssima, não sou burro de negar isso. Mas do que adiantará ir bem na economia se menos pessoas tirarem proveito disso por perderem a vida?

Chapecoense de luto: morreu o presidente de seu primeiro título Partido ontem aos 91 anos, Arthur Badalotti comandou o clube no Campeonato Catarinense de 1977, conquistado em vitória por 1 x 0 sobre o Avaí.

Sport definindo seu novo mandatário Sucessor este sendo do recentemente renunciado Milton Bivar. Dois candidatos na contenda: Leonardo Lopes e José Valadares. O ganhador ficará até o fim de 2022.

Londrina já tem novo técnico Atuante por último no Santo André que escapou do rebaixamento no Paulistão, Márcio Fernandes sucede Roberto Fonseca no agora lanterna da segunda divisão nacional.

Antônio Carlos Zago no Bolívar É o novo clube do treinador, inativo desde abril após sair do Kashima Antlers.

UEFA viu 100% de acertos do VAR na Eurocopa Sim, 100%. Portanto, consideraram acertada a marcação de penalidade máxima para a Inglaterra na semifinal contra a Dinamarca. Me deem licença um segundinho, vou ali e já retorno. (gargalhadas gritadíssimas são escutadas a quarteirões de distância) Pronto, voltei.

Donnarumma no Paris Saint Germain Campeão europeu pela Itália, o goleiro deixou o Milan, pelo qual foi vice-campeão no último Italiano, e assinou por cinco anos para se juntar a Neymar, Mbappé e cia.

Robben pendurou as chuteiras Eagora não tem mais volta. Aposentado inicialmente ao término de 2018/2019, mas retornado em 2020/2021 pelo Groningen (o qual defenderia apenas sete vezes devido a diversas lesões), o dono da canhotinha mais indomável de seu tempo sai de cena aos 37 anos. Atuante nas Copas do Mundo de 2006, 2010 e 2014 pela Holanda, foi campeão por PSV Eindhoven (um Holandês, uma Copa e uma Supercopa da Holanda), Chelsea (dois Ingleses, uma Copa, uma Supercopa da Inglaterra e uma Copa da Liga Inglesa), Real Madrid (um Espanhol e uma Supercopa da Espanha) e especialmente Bayern de Munique (Mundial, Liga dos Campeões e Supercopa da Europa todos em 2013, oito Alemães, cinco Copas e três Supercopas da Alemanha).

Fórmula 1 diferenciada neste fim-de-semana Amanhã os carros vão para a pista na Inglaterra e teremos à tarde a definição do grid de largada para a corrida rápida de sábado, que terá um terço do percurso do Grande Prêmio em si e que substituirá o treino classificatório para domingo, dando pontuação aos três primeiros colocados.

Tudo igual na NBA! No mínimo seis jogos teremos nesta decisão, antes da próxima terça ela não acabará. O Milwaukee Bucks recuperou o terreno perdido e fez 2 x 2 ao bater o Phoenix Suns por 109 x 103.

Estado de alerta máximo em Tóquio Primeiro, o coronavírus infectando ao menos oito funcionários do hotel no qual está a equipe brasileira de judô (testes feitos antes da chegada dela). Agora, dois dias seguidos de no mínimo mil novos casos da doença registrados na cidade. Por essas e outras, ao contrário de outras vezes, não consigo ainda entrar pra valer no clima olímpico. Afinal, seguimos em tempos pandêmicos e a circulação de gente de tudo quanto é lugar do planeta neste cerca de um mês será gigantesca. Só rezo que o prejuízo seja o menor possível.

Incêndio na sede da Secretaria de Segurança Pública do RS

A notícia forte daqui na noite da quarta-feira veio com tudo pouco depois das 22h, primeiro em registros nas redes sociais. Ela ajudou a evidenciar um momento muito ruim do rádio jornalístico de Porto Alegre quando algo de impacto como isso acontece na faixa noturna. Das cinco emissoras noticiosas do dial FM, a BandNews você automaticamente exclui pois encerra sua produção local ainda às 19h. A Pampa eu não considero pois é toda construída só de programas apresentados em estúdio por apresentadores, locutores e alguns deles também por comentaristas, mas sem presença externa. A Bandeirantes tem atualmente poucos repórteres de rua durante o dia, empenhada fica em noites assim. Dono do horário noturno, o "Repórter Bandeirantes" seguiu com seus debates de cunho político.

A Guaíba estava no ar com o programa de debates "Contraponto", mas também priorizou o debate político mesmo com a notícia já ganhando destaque com força. Maior destaque foi dado apenas depois das 23h, quando enviado ao local do infortúnio o repórter Erington Szekir Jr. O programa foi esticado até 0h30, meia hora além do habitual. A melhor alternativa em momentos como esse costuma ser a Gaúcha, que estava no ar com o noticioso "Estúdio Gaúcha", no qual a primeira informação foi dada por volta das 22h15, quando ela também surgiu com força nas redes sociais. Meia hora depois disso, deslocado até o local foi o repórter Ramon Nunes, que ficou no ar até por volta das 2 da madrugada, quando o posto foi assumido pelo plantonista da faixa na redação Gustavo Gossen. O acompanhamento do assunto foi direto até este horário, quando só então o programa "Esporte e Cia." passou a falar de futebol.

Na televisão, a coisa complica mais ainda. Desde o fim da TVCOM (a saudosa UHF/paga da RBS), não há uma emissora regional que atenda à demanda no mesmo patamar em horas urgentes como essa. O canal por assinatura RDC TV estava no ar com o programa de debates "Cruzando as Conversas", que falava sobre desafios para o setor de eventos no estado, um assunto absolutamente menor naquele momento específico. Se fosse na TVCOM, o que estivesse no ar seria derrubado em prol da informação de última hora. Mas a RDC seguiu com o "Cruzando" normalmente e começou um plantão especial somente por volta da meia-noite, apresentado pelo mesmo Thiago Suman que fez a atração antecessora e com dois repórteres no local, plantão este exibido até 2h.

Na televisão nacional, destacou-se o acompanhamento do BandNews TV, com cerca de uma hora direta de registros sobre o incêndio dentro do jornal apresentado pelo Eduardo Castro. Aí entrou um porém que fugiu à alçada de São Paulo: a falta de reportagem presencial da TV Bandeirantes de Porto Alegre, que atualmente tem poucos repórteres de rua para o dia-a-dia em si, o que é notado especialmente no jornal "Band Cidade", quando não raro os atuantes aparecem em mais de um VT por edição. Equipe no local quem teve foi a GloboNews pois a RBS deslocou para as proximidades do prédio o repórter Jeferson Ageitos, mais tarde substituído por Max Corrêa. Voltando à saudosa TVCOM: sabem as coberturas gigantes que as TVs especialmente de São Paulo fazem em fatos urgentes? É o que ela fazia nos daqui da aldeia pampeana, por isso tão sentida sua ausência em tais horas.

Em cima disso, faço questão de registrar um manifesto deixado no Facebook pelo Luiz Artur Ferraretto, professor de jornalismo e ex-repórter de rua, que participou de grandes coberturas de última hora - e que mobilizavam diversos profissionais, inclusive apresentadores e diretores (e cheguei a pegar essa época):

"O jornalismo gaúcho morreu mais um pouco. Há tempos, só é notícia o que ocorre em horário comercial. Assim, toda cobertura de fato inesperado torna-se pífia em madrugadas e finais de semana. Fora da RBS, não existem, na prática, plantões. No entanto, mesmo nela hora extra é algo raro, quase inexistente, proibitivo até. Nos demais, faz tempo, a reportagem cedeu espaço ao polemismo voltado à propaganda bajulativa e oficialesca. Em outros tempos, haveria pelo menos o dobro de profissionais disponíveis. Gestores dos principais veículos - experientes e com apego à notícia - estariam no comando das coberturas, alguns deles no palco de ação dos fatos.

Há uns cinco anos, tudo começou a mudar. Para pior. Demissões tornaram-se constantes. Nos jornais, ter experiência e ser premiado virou pecado. Grandes profissionais demitidos com a desculpa de que não se adaptavam a também falar no rádio e aparecer na TV ou não tinham potencial como influenciadores digitais. Nas rádios, coordenadores, editores, produtores e repórteres foram dando lugar a comunicadores sempre de olho nas redes sociais. Nas TVs, o jornalismo submeteu-se ao sensacionalismo ofensivo e ao entretenimento bobinho. Empresários de visão cederam espaço para uma nova geração deslumbrada com a tecnologia, mas com pouquíssimo foco na notícia.

Resultado: nos veículos nos quais a chama do jornalismo ainda persiste, vive-se a luta entre a notícia e o entretenimento rebaixado, enquanto nos demais essa já se apagou faz tempo, extinta que foi pelo polemismo oficialesco e aos berros. Qual será o rescaldo do ocorrido no prédio da SSP? Não espere nada além de posicionamentos oficiais. É o máximo que a grande imprensa, quando tem interesse na notícia, consegue fazer. Atenção: Quem virou madrugada na cobertura fez isso, como sempre, sobrecarregado. A responsabilidade é mesmo dos proprietários dos veículos. Notícia anda fora do rol de investimentos do empresariado."


Datas em 0 ou 5

É um hábito desta "24 Horas" de bastante tempo e que será mantido aqui ao observar datas importantes que completam 5, 10, 25, 40, 65, 100 anos, enfim, sempre em 0 ou 5 pois é como consigo me organizar melhor. As desta quinta, 15 de julho, são estas:

*75 anos da cantora Linda Ronstadt.

*60 anos ao dobrado: de Forest Whitaker, ator vencedor do Oscar por "O Último Rei da Escócia" e que também fez filmes como "Bird", "O Grande Dragão Branco", "Ponto de Vista" e "Pantera Negra"; e de Lolita Davidovich, atriz de filmes como "O Escândalo" e "Uma Escolha, uma Renúncia".

*55 anos ao dobrado: do fim de "Eu Compro Essa Mulher", novela das dez na Globo, escrita por Olga Ruilópez e estrelada por Carlos Alberto e Yoná Magalhães (primeira novela global na gestão de Walter Clark na emissora); e de Irene Jacob, atriz de filmes como "A Dupla Vida de Véronique" e "A Fraternidade é Vermelha".

*50 anos da morte de Romeu Pelliciari, ex-futebolista nascido em 1911 e campeão por Fluminense (cinco Cariocas) e Palmeiras (RJ/SP de 1933 e quatro Paulistas).

*45 anos de Diane Kruger, atriz de filmes como "Troia", "A Lenda do Tesouro Perdido" e "Bastardos Inglórios".

Bela do Dia: Camila Portes

Camila Portes, repórter da CNN no Rio de Janeiro. Mais um talento noticioso carioca a serviço da emissora paga, depois de passar por abertos como Record e Bandeirantes.

*40 anos ao dobrado: de Eliane Gonçalves, apresentadora da Rádio Onda Jovem de Forquilhinha e editora executiva da NDTV (Record) de Criciúma, ex-repórter e apresentadora da RBS (Globo) criciumense; e de Taylor Kinney, ator que faz desde 2012 o tenente Kelly Severide na franquia "Chicago", principalmente em "Heróis Contra o Fogo", mas seguidamente surgindo em "Distrito 21" e em "Atendimento de Emergência" (aliás: faz ou fazia? Reina a grande expectativa sobre ele renovar ou não seu contrato para surgir na 10ª temporada).

*30 anos de Danilo, futebolista da Juventus (um Italiano, uma Copa e uma Supercopa da Itália) e campeão também por América Mineiro (Brasileiro Série C em 2009), Santos (Libertadores e Paulista em 2011), Porto (dois Portugueses), Real Madrid (Mundial e Supercopa da Europa de 2016, Liga dos Campeões de 2016 e 2017 e um Espanhol), Manchester City (dois Ingleses, uma Copa da Inglaterra e duas Copas da Liga Inglesa) e Brasil (Sul-Americano e Mundial Sub-20 em 2011).

*25 anos da morte de Dana Hill, atriz nascida em 1964 e que fez a Audrey Griswold em "Loucas Aventuras de uma Família Americana na Europa" (segundo filme da franquia "Férias Frustradas").

*20 anos da primeira vitória de Luiz Felipe Scolari na Seleção Brasileira (2 x 0 no Peru pela Copa América).

*15 anos do lançamento público do Twitter, a rede social das redes sociais.

*5 anos da estreia da série "Stranger Things".

Clipe do Dia: Samuel Rosa

Este cruzeirense de quatro costados celebra 55 anos nesta quinta-feira. Skank sem ele não é a mesma coisa, é a identidade máxima da banda, uma das mais populares e legais do pop rock brasileiro nas últimas três décadas, com inúmeros sucessos. Um deles veio em 1996 e é um clássico do desporto musicado: "É uma Partida de Futebol", com videoclipe gravado no Mineirão em grande homenagem ao clássico Cruzeiro x Atlético.



Clipe do Dia: "Vamp"

Há 30 anos completados hoje, a Globo estreava uma das novelas das sete mais populares já feitas, até hoje cultuada por muita gente. Escrita por Antônio Calmon, foi estrelada por Reginaldo Faria, Joana Fomm, Nuno Leal Maia e Ney Latorraca como o Conde Vlad (quando ele dava risada, botavam a voz maquiavélica de Vincent Price no término de "Thriller", do Michael Jackson). Não nos esqueçamos da Família Matoso, defendida por Patrícia Travassos, Otávio Augusto, André Gonçalves e Flávio Silvino. Mas claro que o maior destaque desta trama, reprisada na "Sessão Aventura" em 1993 e pelo canal Viva em 2011, foi Cláudia Ohana como a vampira Natasha. Quem disser que assistiu e não ficou seduzido por ela mentirá clamorosamente, ainda mais ela cantando "Sympathy For The Devil".



Arremate

Covid: mais de 537 mil vítimas; mais de 19,2 milhões de casos; mais de 32,1 milhões de imunizados por completo.

"24 Horas" volta rezando que um dia este mal cesse ou diminua drasticamente!

Torneios de futebol, todas as modalidades e variedades não-esportivas.

Destaques da imprensa esportiva. O que acontece em TV, rádio, jornal e web.

Podcasts com pitacos sobre os esportes e outros registros interessantes.

Convidados escrevem sobre temas de agora no futebol e em todos os esportes.

Para entender o presente, é preciso conhecer o passado. Aqui se faz isso.

Teste de conhecimentos com direito a charadas e perguntas "pega-ratão".

Verde para o bom, vermelho para o ruim e amarelo para chamar a atenção.

Gente do esporte dá dicas de livros, filmes, música, culinária e mais.