Desde 02/06/2003 Criação, produção e edição: Edu Cesar


papodebola@gmail.com


papodebola


sitepapodebola


edupapodebola

SOBRE ESTA SEÇÃO
O editor Edu Cesar comenta os resultados dos campeonatos de futebol e o dia-a-dia dos clubes. Destaque para o que de principal ocorre em todas as modalidades e ainda os tópicos não-esportivos "Sintonia PB", "Clipe do Dia" e "Bela do Dia".
 
LEIA AQUI as colunas anteriores VEJA AQUI as "Belas do Dia" anteriores
 
Terça, 29 de junho de 2021
Quem é que para os touros vermelhos de Bragança Paulista?



O Red Bull Bragantino está em interessantíssima ascendente e consolidou a liderança do Campeonato Brasileiro nesta 7ª rodada ao ter a primeira vez do Weverton, que marcou seu primeiro gol como profissional. O 1 x 0 diante do Atlético Goianiense merece celebração pois rompeu uma sequência invicta dele de 16 mandos, dos quais nove vencidos, desde os 2 x 1 que tomou do Brasiliense pela Copa Verde em 4 de fevereiro - só na Série A, a última derrota do Dragão em seus domínios tinha sido no 1 x 0 do Goiás em 7 de dezembro. São duas derrotas nas últimas cinco partidas gerais, uma única vencida. A equipe do Maurício Barbieri emendou quatro vitórias e tem sete partidas gerais de invencibilidade com cinco exitosas, somente duas perdidas nas 14 últimas com nove destas triunfantes. São seis vitórias nas últimas sete visitas com uma única perdida, apenas cinco derrotas nas últimas 26 visitas com 14 delas obtidas.

Enquanto isso, o Grêmio têm duas partidas a menos, adiadas que seguem até sabe lá Deus quando as diante de Flamengo e Cuiabá. Com isso, são cinco completadas no 0 x 0 com o Fortaleza, na qual o maior destaque ficou para os guarda-metas. Primeiro, Gabriel Chapecó salvou os gremistas quando Yago Pikachu cobrou uma penalidade máxima, sendo o primeiro goleiro a defender uma em tempo normal desde o estreante Paulo Victor nos 2 x 0 sobre o Atlético Mineiro em 6 de agosto de 2017 - o que, por exemplo, não considera as defesas dele no Grenal decisivo do Gauchão de 2019. Atuante devido à falta de ritmo que deixou Brenno de fora mesmo já não mais com o coronavírus, Chapecó ainda teve mais sorte que juízo quando Pikachu errou inacreditavelmente o rebote. Depois, Felipe Alves salvou a lavoura fortalezense ao defender um pênalti cobrado por Diego Souza, que quase nunca erra.

O time do Tiago Nunes, que teve Douglas Costa no onze inicial pela vez primeira neste retorno e Kannemann expulso no pênalti cometido, não ganha há cinco jogos gerais e venceu um dos últimos nove, perdendo três. São três mandos sem vitória e um faturado nos últimos cinco, apenas um perdido. O Grêmio não começava um Campeonato Brasileiro sem uma mísera vitória nas primeiras cinco partidas desde o longínquo e distante 1998, quando a primeira vitória viria apenas na 10ª rodada. Já a equipe do Juan Pablo Vojvoda tem três visitas sem vitória e uma derrota nos últimos 23 jogos, dos quais 14 obtidos. No entanto, são quatro pelejas gerais sem sucesso, o que não ocorria com o Fortaleza desde novembro e dezembro do ano passado. No confronto direto, os gaúchos nunca perderam as seis atuações aqui em Porto Alegre, mas os cearenses não perdem há gerais para eles, embora três os empates seguidos.

Enquanto isso, Ribamar disse "sai de baixo!" para deixar o América Mineiro na frente, mas Rodrigo Dourado igualou pro Internacional em gol onde a revisão no vídeo não achou irregular um toque de braço na origem da jogada. Com isso e com as substituições, a etapa final iria até 54 minutos, mas aos 49 o goleiro vermelho Daniel se lesionou ao tomar uma bolada forte e, como Diego Aguirre já havia queimado todas as trocas, Edenilson assumiu o comando da baliza. Saldo da brincadeira toda: 63 minutos de segundo tempo. Depois das cinco vitórias seguidas do Colorado entre 2001 e 2013, mais equilíbrio nos 10 encontros seguintes: quatro vitórias dele, três do Coelho e três empates. A equipe do Vagner Mancini não vence há 11 jornadas, quatro delas perdidas, e há seis mandos, ainda que só um perdido pois igualados os três últimos. Já o Inter tem três partidas sem derrota e quatro vitórias nos últimos 14 comparecimentos, cinco deles derrotados. São três visitas sem derrota e apenas uma perdida nas últimas sete, ganhando quatro.

O único gaúcho a vencer foi o Juventude, que ninguém achava que se daria bem, mesmo com a escrita favorável no Alfredo Jaconi indo às 10 partidas (cinco vencidas) desde o 1 x 0 sofrido em 1º de outubro de 1997. Mateuzinho não considerou o gramado calamitoso devido à chuvaradaça com "CHU" maiúsculo do dia anterior e quis sair jogando com Diego Alves. Bola parada na poça e Matheus Peixoto mandou um chinelaço no alvo. Na etapa final, o Flamengo lutou muito e merecia ter empatado, mas não era seu dia. Foi apenas a 2ª vez de Rogério Ceni e cia. fora do RJ depois dos 2 x 2 com o Union La Calera em 11 de maio, oito mandos e uma "visita" no Maracanã no período. Eram 11 visitas de invencibilidade depois dos 2 x 1 pro São Paulo no jogo do título em 25 de fevereiro. Já a esquadra do Marquinhos Santos não perde há três jogos, vencendo dois, e não empata há 14 mandos, faturando 10 deles.

Os paulistas não perderam neste domingo. Com um patadaço do Jean Mota no ângulo e o 3º gol em quatro pelejas do Marcos Guilherme, o Santos derrotou o Atlético Mineiro por 2 x 0. Os alvinegros praianos não são superados na Vila Belmiro há 12 enfrentamentos (11 faturados) desde os 3 x 2 de 21 de junho de 2009. Neste ínterim, os alvinegros das alterosas até ganharam como visitantes, mas na Arena Pantanal em 2014 e no Pacaembu em 2019. O Peixe do Fernando Diniz está invicto em Urbano Caldeira há oito atuações (sete obtidas) depois dos 2 x 0 aplicados em 25 de abril pelo Corinthians, enquanto o Galo do suspenso Cuca emenda duas derrotas - o que não acontecia desde agosto do ano passado - e três fracassos seguidos após uma única derrota nas 18 partidas anteriores, das quais 13 vencidas. Duas visitas perdidas depois de oito sem derrota, seis delas conquistadas.

No Allianz Parque da 100ª atuação de Willian, o Palmeiras saiu na frente num golaço de falta do Gustavo Scarpa, o Bahia virou com Luiz Otávio e Maycon Douglas, este a 16 minutos do fim, mas logo em seguida Raphael Veiga empatou e, já nos acréscimos, Breno Lopes surgiu livrinho da silva no meio de muitos marcadores para revirar em 3 x 2 pra lá de emocionante. Depois dos 2 x 0 sofridos em Barueri em 26 de julho de 2012, o Verdão não é superado pelo Tricolor há 14 partidas gerais (sete vencidas) e sete só em São Paulo (quatro exitosas). São três vitórias nos últimos quatro jogos gerais e quatro mandos vencidos por Abel Ferreira e associados nos seis últimos, com um único perdido. Já Dado Cavalcanti e seu Esquadrão de Aço estão irregulares nas últimas 21 jornadas, 10 delas obtidas para seis perdidas. É um visitante que empata pouquíssimo: uma vez nas últimas nove visitas, três delas derrotadas.

Enquanto isso, o Ceará marcou duas vezes e ficou no 1 x 1 com o São Paulo - é que só o tento do Jorginho foi a favor, o do Gabriel Dias foi contra... Foi o 4º empate seguido por este escore entre eles, os tricolores não sendo batidos pelos alvinegros há oito pelejas (três conquistadas) desde os 2 x 1 sofridos no Morumbi em 20 de agosto de 2015 e os alvinegros sem ganhar deles há cinco mandos (4º empatado em emenda) desde os 2 x 1 de 10 de agosto de 2011. O Vozão do Guto Ferreira tem somente duas vitórias nas últimas 11 partidas, quatro delas perdidas, enquanto o Tricolor do Hernán Crespo - substituído neste e nos próximos jogos pelo auxiliar Juan Branda pois está com Covid-19 - não ganha há cinco jogos, três deles empatados, com um único triunfo (os 9 x 1 no 4 de Julho) nas últimas nove presenças, quatro delas derrotadas. 10 visitas sem vitória (três perdidas) depois dos 3 x 0 no Ituano em 25 de abril.

Na primeira de duas contendas no mesmo dia em São Januário, o Corinthians abriu o placar com Jô de pênalti, ele agora sendo o maior goleador do clube no século 21 com 56 tentos, e parecia que as coisas melhorariam quando Abel Hernández foi expulso por solar o tornozelo do adversário, mas Cazares nem precisou subir para testar e superar Cássio para anotar 1 x 1 para um Fluminense desprovido dos poupados Fred e Nenê. Depois de sofrer 1 x 0 em 23 de julho de 2017, o Flu não perdeu os cinco mandos seguintes (três obtidos) para o Coringão. A equipe do Roger Machado não vence há três jogos e ganhou um dos últimos seis, igualando a metade. Não perde há quatro mandos, mas não venceu quatro seguidos. Já o time do Sylvinho só faturou uma das últimas seis atuações, mas perdeu somente uma delas pois no mais só empates, o 4º seguido fora de casa, para cinco visitas de invencibilidade.

O Sul teve uma pugna renhida deveras peleada. Ignácio deixou a Chapecoense na frente, mas o Athletico do liberado via seu, meu, nosso "amigo" efeito suspensivo Paulo Autuori igualou com Khellven e, depois do intervalo, virou com Thiago Heleno. Só que Geuvânio, no lance derradeiro do cotejo, decretou o 2 x 2. Três empates seguidos entre eles, o Furacão nunca perdeu como mandante pro Verdão do Oeste. A equipe do suspenso António de Oliveira tem uma vitória nas últimas quatro atuações, mas apenas uma derrota, a única nos últimos 13 comparecimentos. Sete mandos invicto, cinco deles positivos. Já o time do Jair Ventura não ganha há sete pelejas, três delas derrotadas, e tem uma vitória nas 12 últimas presenças, cinco delas perdidas. Seis visitas sem vitória da parte dos catarinenses.

Domingo fechado por um 0 x 0 entre Sport e Cuiabá, os visitantes tendo dois terços a mais de oportunidades que os mandantes. A primeira vez entre eles na divisão principal poderia e deveria ter sido bem melhor. Os comandados do Umberto Louzer não ganham há três partidas e, depois de cinco vitórias consecutivas, obtiveram apenas uma nos nove jogos seguintes, quatro perdidos nos últimos seis. Um mando vencido nos quatro últimos, mas só um perdido. Por sua vez, o time do até agora interino Luiz Iubel (cadê o sucessor do Alberto Valentim? rs) não vence há seis jornadas e perdeu uma delas, empatando a 3ª seguida. Quatro visitas fracassadas após quatro vencidas.

Finalizada a 7ª rodada, eis a classificação (*jogo a menos): em 1º, Bragantino com 17; em 2º, Athletico Paranaense* e Palmeiras com 13; em 4º, Fortaleza com 12; em 5º, Bahia e Santos com 11; em 7º, Atlético Goianiense*, Atlético Mineiro e Fluminense com 10; em 10º, Flamengo**, Corinthians, Ceará, Internacional e Juventude com 9; em 15º, Sport com 5; em 16º, Cuiabá**, São Paulo e Chapecoense com 4; em 19º, América Mineiro com 3; e em 20º, Grêmio** com 2. Os cinco últimos da Série A não têm até agora nenhuma vitória (dois em cinco jogos e três em sete).

Germán Cano fez o maior gol do fim-de-semana



A segunda-feira marcou o Dia do Orgulho LGBTQIA+. A véspera foi marcada por um acontecimento muito simbólico sendo o futebol o mais machista dos esportes, ainda mais num país como o Brasil, onde muitos crimes gravíssimos são para muita gente "menos pecaminosos" do que alguém ser homossexual ou transgênero. Ao abrir os 2 x 1 do Vasco sobre o Brusque, o argentino pegou a bandeirinha de escanteio com cores do arco-íris e a levantou ao comemorar seu gol, imagem aí vista em fotaça espetacular do fotógrafo oficial do clube, Rafael Ribeiro. Tomou cartão amarelo por isso numa insensibilidade máxima de Salim Fende Chavez, mas marcou o maior gol da rodada. O Cruzmaltino não vencia dois mandos seguidos desde os 4 x 2 no Bangu em 3 de abril e os 2 x 1 no Madureira em 8 de maio.

Enquanto isso, a sina do Cruzeiro com os alagoanos de 2019 para cá é um troço sem explicação. Até saiu na frente, mas em apenas dois minutos Iury empatou e virou para o CSA, um 2 x 1 que lhe fez chegar à 5ª partida sem derrota para a Raposa nestes três anos, duas delas vencidas. A bronca mineira não é específica com o Azulão do Mutange: é com Maceió num todo. A estatística é igual diante do CRB desde 2020, quatro derrotas e seis empates no total.

O Londrina rompeu seis jogos de seca para derrotar por 2 x 1 o Vitória e dois erros de arbitragem marcaram dois enfrentamentos no Nordeste: um gol em impedimento do Náutico a 42 minutos do segundo tempo para 1 x 1 com o Remo e um gol legítimo não dado ao Botafogo mesmo com o goleiro defendendo dentro do alvo, dessa escapando o Sampaio Corrêa para 2 x 0. (pombas, Jean Pierre Gonçalves Lima, qualé a tua, meu??? rs)

Depois de sete rodadas da Série B, ficamos assim (*jogo a menos): em 1º, Náutico com 17; em 2º, Coritiba* com 13; em 3º, Goiás, Sampaio e Operário com 12; em 6º, Vasco, Brusque* e CRB com 10; em 9º, Guarani com 9; em 10º, Botafogo, CSA e Confiança com 8; em 13º, Cruzeiro, Avaí*, Londrina e Remo* com 7; em 17º, Vitória, Brasil e Vila Nova com 6; e em 20º, Ponte Preta com 3. Todos já ganharam ao menos uma vez, só a Macaca que não.

A 8ª rodada começou nesta segunda com Operário 1 x 2 Vila Nova, que teve o Tigre voltando tanto a ganhar quanto a marcar depois de quatro jogos e o Fantasma perdendo uma invencibilidade de 18 partidas no Germano Kruger e 19 mandos gerais. Nesta terça, ela prossegue com Confiança x Coritiba, CRB x Náutico e Remo x Sampaio Corrêa. A maioria da rodada ficou para esta quarta-feira, indo do meio da tarde até o fim da noite: Ponte Preta x CSA, Brusque x Brasil, Goiás x Vasco, Cruzeiro x Guarani, Londrina x Avaí e Botafogo x Vitória.

Outros destaques destes dias

Campeonato Brasileiro Série C A 5ª rodada do Grupo A teve Floresta 0 x 2 Paysandu, Volta Redonda 0 x 0 Santa Cruz, Manaus 2 x 1 Tombense e Jacuipense 1 x 0 Ferroviário. Classificação: em 1º, Manaus com 9; em 2º, Voltaço, Botafogo da Paraíba e Paysandu com 8; em 5º, Altos e Ferroviário com 7; em 7º, Tombense com 6; em 8º, Floresta e Jacuipense com 5; e em 10º, Santa Cruz com 3. Já o Grupo B mostrou Ypiranga 0 x 0 Figueirense, Criciúma 1 x 0 Novorizontino, Botafogo de Ribeirão Preto 1 x 0 Oeste, Mirassol 1 x 2 Ituano e Paraná 3 x 1 São José de Porto Alegre (fim do jejum paranista de oito partidas sem vitória e deram na súmula o gol do Zequinha a um jogador que não atuou). Classificação: em 1º, Criciúma com 11; em 2º, Ypiranga e Novorizontino com 10; em 4º, Botafogo com 9; em 5º, Mirassol e Ituano com 7; em 7º, Figueirense com 6; em 8º, Paraná com 4; e em 9º, Oeste e São José com 2.

Campeonato Brasileiro Série D Os dois classificados às oitavas da Copa do Brasil enfrentaram Atléticos pela 4ª rodada. Adversária do Santos, a Juazeirense fez 1 x 0 no de Alagoinhas e lidera o Grupo A4 com 8 pontos. Já o adversário do Flamengo, o ABC, tomou 2 x 0 do Cearense e mesmo assim comanda o A3 com 9.

Campeonato Brasileiro Sub-20 Ídolo de Cruzeiro, Palmeiras e Coritiba, Alex estreou como treinador do São Paulo com positivismo: 1 x 0 no Athletico Paranaense pela 1ª rodada.

Terminou a 1ª fase da Copa América (finalmente!!!)

O encerramento do Grupo A teve a Argentina tocando 4 x 1 na eliminada e zerada Bolívia com direito a dois do Messi, um de pênalti e outro ao ser lançado e tocar por cima do goleiro, neste que foi seu primeiro tento com bola rolando pela seleção desde o anotado nos 5 x 1 sobre a Nicarágua em 2019 no geral de 17 partidas e nos 2 x 1 diante da Nigéria em 2018 apenas em jogos oficiais. Enquanto isso, o Uruguai derrotou o Paraguai por 1 x 0.

Antes disso e com Neymar poupado neste cumprimento de tabela em Goiânia, o Brasil do Tite parou nas 10 vitórias seguidas ao ficar no 1 x 1 com o Brasil, nesta que segundo levantamento publicado pelo portal GloboEsporte foi a milésima partida dos canarinhos contra seleções nacionais, sem considerar clubes e combinados na lista. Para a sequência do torneio, Felipe foi cortado e chamado para substituí-lo foi Léo Ortiz, que torna-se o primeiro jogador do Bragantino desde Alberto Félix no amistoso México 0 x 1 Brasil em 1993. Já o Peru fez 1 x 0 na Venezuela, que está eliminada, o que devolverá Savarino ao Atlético Mineiro, Jan Hurtado ao BragaBull e Otero ao Corinthians.

As quartas-de-final: nesta sexta, Peru x Paraguai às 18h e Brasil x Chile às 21h; e no sábado, Uruguai x Colômbia às 19h e Argentina x Equador às 22h. A combinação das semifinais: na segunda da semana que vem às 20h, Brasil ou Chile x Peru ou Paraguai; e na terça da semana que vem às 22h, Argentina ou Equador x Uruguai ou Colômbia.

Eurocopa sem os atuais campeões mundial e europeu



Se alguém dissesse antes de Suíça x França qual roteiro esta partida teria, talvez não fosse tão levado a sério. Foi maluco demais o que se viu: os suíços saíram na frente, mas os atuais campeões mundiais empataram, viraram e aumentaram para 3 x 1 no portento de sapataço do Pogba no ângulo. Só que os minutos finais reservaram uma reação espetacular da Suíça para forçar a prorrogação, na qual não houve novos gols, o que levou a parada aos pênaltis. Tudo ia bem até que, numa dessas crueldades das quais só o futebol é capaz, justamente Mbappé parou no goleiro.

França eliminada pela vez primeira de um grande torneio antes das quartas-de-final desde a Copa do Mundo de 2010. A Suíça não era quadrifinalista desde a Copa de 1938 (!!!) e ganhou uma disputa por pênaltis pela vez primeira. Sexta-feira, os suíços duelarão contra a Espanha, que começou perdendo para a Croácia, também reagiu para 3 x 1 e igualmente sofreu o empate nos minutos finais, só que dobrou na prorrogação para 5 x 3 no fim das contas.

Antes disso, Portugal nem de longe foi sombra do que um dia já mostrara ser, o "abafa descerebrado" dos minutos finais poderia prosseguir por mais um dia inteiro que não mudaria nada. Na segunda edição com oitavas-de-final, outra vez é nesta fase que o atual campeão deixa a Eurocopa, igual à Espanha eliminada pela Itália em 2016. O golaço do Thorgan Hazard bastou para a Bélgica, com este 1 x 0, se garantir entre os oito melhores pelo quarto torneio grandão seguido: Copas do Mundo de 2014 e 2018, nesta última sendo semifinalista, e Euros de 2016 e 2020 em 2021.

Sexta-feira, os belgas enfrentarão a Itália, que pariu uma bigorna para derrotar a Áustria com a primeira prorrogação a ter três gols em Eurocopas desde França 3 x 2 Portugal (1 x 1 no tempo normal) na semifinal de 1984. Os 2 x 1 tiveram parte da assinatura de Federico Chiesa, que reprisou Enrico na derrota por 2 x 1 para a República Tcheca em 1996, sendo agora os únicos filho e pai a marcar no torneio. São 31 partidas de invencibilidade da esquadra de Roberto Mancini, 12 vitórias seguidas e 1.168 minutos sem tomar gol desde outubro do ano passado, no 1 x 1 com a Holanda pela Liga das Nações. É a terceira maior invencibilidade da história, atrás dos 35 jogos da Espanha de 2007 até 2009 e dos 36 do Brasil de 1993 até 1996. Conseguirão alcançar - não nesta Euro, claro - estas marcas?

Enquanto isso, a Holanda foi eliminada ao sofrer 2 x 0 da Tcheca sendo De Ligt um grande responsável por isso ao ser expulso. Sábado, os tchecos encararão a Dinamarca, que goleou País de Gales por 4 x 0 no mesmo dia em que celebrou 29 anos de sua primeira e única conquista continental - mas dois destes gols só saíram depois dos 40 minutos da etapa final. Os nórdicos não venciam duas seguidas no torneio desde justamente o 1992 do caneco, além de se tornarem o primeiro selecionado a marcar quatro gols em duas partidas consecutivas do certame. Eram 17 anos sem chegar às quartas-de-final, justamente vindo aí uma revanche pois foi a Tcheca que se deu bem em 2004.

Oitavas terminando nesta terça com Inglaterra x Alemanha e Suécia x Ucrânia. Quem passar jogará no sábado.

Curtinhas Esportivas

Reunião em prol da bendita liga de clubes Os 40 atuais participantes das Séries A e B do Brasileirão debateram o assunto nesta segunda, 36 presencialmente e quatro virtualmente (Sport, Brusque, Confiança e Operário). Um documento foi assinado por todos e pretende que a organização dos dois torneios seja assumida por ela, deixando de competir à CBF, para torná-los mais atraentes. Tudo muito bom, tudo muito bem... até saber que um que participou das reuniões no começo de uma delas foi Andrés Sanchez. É esse tipo de coisa que desestimula.

Mais uma denúncia contra Rogério Caboclo Sei pela Gabriela Moreira no GloboEsporte que o diretor de tecnologia da informação, Fernando França, acusou o ex-presidente da CBF de assédio moral. Ele nega, claro.

Tatiele Silveira no Santos A campeã brasileira pela Ferroviária é a nova treinadora do Santos, que reencontrará justamente a ex-equipe em sua estreia, que será nas quartas do Brasileirão Feminino, após a Olimpíada.

Estádio mudando de nome Para não mais homenagear um almirante espanhol que se uniu ao ditador Franco na Segunda Guerra Mundial, o estádio de Cádiz não se chama mais Ramón de Carranza e sim Mirandilla, que remete à escola La Salle, localizada em Campo del Sur e cujo nome remete a um mirante.

Treinador de canoagem preso Lucas Engel Vidal foi capturado pela polícia civil gaúcha, acusado que é de estuprar uma menina de 11 anos e outras crianças que eram suas alunas (Deus meu). Até pouco tempo atrás membro do STJD deste esporte, ele foi suspenso por 10 anos após ser acusado de assédio sexual a uma menor de idade.

Serena Williams fora dos Jogos de Tóquio Mais uma grande estrela ausente do torneio de tênis.

Finais de conferência da NBA Sábado, o Phoenix Suns foi aos 3 x 1 na melhor-de-sete do Oeste ao marcar 84 x 80 no Los Angeles Clippers, que nesta segunda diminuiu a desvantagem para 3 x 2 ao ganhar por 116 x 102. Já no domingo, o Milwaukee Bucks fez 113 x 102 no Atlanta Hawks para 2 x 1 no Leste.

Max Verstappen segue líder na Fórmula 1 O holandês ganhou de ponta a ponta o chatíssimo GP da Estíria e foi aos 156 pontos contra 138 do Lewis Hamilton, que ficou em segundo. Valtteri Bottas, segundo na pista e quinto depois da punição por rodar no pitlane nos treinos livres, completou o pódio. Sergio Pérez é o 3º na classificação, mas foi o 4º na corrida. A Red Bull tem 252 e a Mercedes soma 212. Próximo domingo, tem o GP da Áustria.

Brasil campeão da Liga das Nações masculina Os 3 x 1 na Polônia (22/25, 25/25, 25/16 e 25/14) renderam a obtenção do último grande título que faltava para a seleção, vencedora ainda de três ouros olímpicos, três Mundiais, três Copas do Mundo, cinco Copas dos Campeões e nove Ligas Mundiais. Depois da partida, Renan Dal Zotto convocou o time dos Jogos de Tóquio: os levantadores Bruninho e Cachopa; os opostos Wallace e Alan; os ponteiros Leal, Lucarelli,
Douglas Souza e Maurício Borges; os centrais Lucão, Maurício Souza e Isac; e o líbero Thales.

Sintonia PB

Começa o tópico desta "24 Horas" que está antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:



A irreparável perda de Artur Xexéo Foi a enorme e tristíssima surpresa do domingo à noite, saber que ele morreu aos 69 anos apenas duas semanas depois de ter um câncer diagnosticado, três dias depois de passar pela primeira sessão de quimioterapia e dois dias após sofrer uma parada cardíaca. Chegando a'O Globo em 2000, depois de 22 anos no Jornal do Brasil e passagem pelas revistas Veja e IstoÉ, foi editor de suplementos e colunista nos dois períodos cariocas. Comentarista da Rádio CBN desde 2001 (integrante do quadro "Liberdade de Expressão" no "Jornal da CBN"), passou a fazê-lo também na GloboNews a partir do "Estúdio i" em 2010, chegando às transmissões do Oscar na TV Globo em 2015. Escreveu livros de crônicas e biografias, adaptou e escreveu musicais, peças de teatro e programas de televisão. Uma lacuna enorme foi aberta num país tão pobre de conhecimento e qualidade.

Pedro Andrade na CNN Brasil O ex-"Manhattan Connection" estreará em breve um programa sobre estilo de vida e cultura em diferentes comunidades pelo mundo, com temporada inicial gravada nos Estados Unidos.

Jéssica Senra com síndrome de burnout Conhecida depois do afastamento da Izabella Camargo quando estava na Rede Globo, a doença que vem aser um distúrbio psiquátrico causado pelo excesso de trabalho agora acomete a apresentadora do "Bahia Meio-Dia", que está fora do ar há algumas semanas. Jéssica disse nas redes sociais que as médicas que lhe acompanham avaliaram que ela precisa ficar mais um tempo afastada.

Silvye Alves voltou ao ar na Record Após uma semana em recuperação depois de ser agredida pelo ex-namorado e até passar por uma cirurgia no rosto, a apresentadora voltou nesta segunda ao "Cidade Alerta Goiás".

Mariana Martins na TV Goiânia Sei pelo Auvaro Maia da chegada à afiliada da Rede Bandeirantes da jornalista ex-Record e Anhanguera (Globo), que apresentará um novo jornalístico com nome a definir, mas que irá ao ar das 13h às 14h no lugar do "Na Tela" de Vicente Datena, que passará a anteceder o pai José Luiz em Goiás ao fazer o segmento local do "Brasil Urgente". A TV Goiânia confirmou para segunda que vem a estreia da Mariana, que afirmou ao Notícias da TV que será um programa leve e autoral, diferente do que passa nas concorrentes na faixa.

Matinais da Bandeirantes mais cedo Desde esta segunda-feira, o "Bora SP" no canal 13.1 paulistano e o "Notícias da Redação" (BandNews TV) no SAT passaram a começar não mais às 6h e sim às 5h50, sendo 10 minutos dados para eles e retirados do "Primeiro Jornal", que continua entrando no ar às 3h45.

Sabor & Arte entrando em operação Começou nesta segunda o novo canal de gastronomia, pertencente à Newco (operações de TV paga da Rede Bandeirantes) e inicialmente exibido no 561 da Claro e no 617 da Vivo.

Angélica no HBO Max O novo serviço de streaming, que estreia nesta terça no Brasil, contará com a apresentadora ex-Globo, SBT e Manchete, que fará em breve um programa chamado "Jornada Astral".

SBT voltando um século no tempo E não há qualquer exagero nisso: começou nesta segunda a exibição da série "Os Garotinhos" no "Bom Dia e Cia.", logo em sua abertura às 10h30. Produzida entre 1922 e 1944 (!!!), a produção é conhecida no Brasil pelo nome antigo, "Os Batutinhas", mesmo do famoso e divertido filme de 1994. Nesta terça, já não teve pois o "Vem pra Cá", dentro de sua confusão de horários, foi esticado até 11h.

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna.

Datas em 0 ou 5

É um hábito desta "24 Horas" de bastante tempo e que será mantido aqui ao observar datas importantes que completam 5, 10, 25, 40, 65, 100 anos, enfim, sempre em 0 ou 5 pois é como consigo me organizar melhor. As desta segunda, 28 de junho, foram estas:

*95 anos de Mel Brooks, cineasta e humorista vencedor do Oscar de roteiro original por "Primavera Para Hitler" e realizaodr de "Banzé no Oeste", "Jovem Frankenstein", "A Última Loucura de Mel Brooks", "Alta Ansiedade", "Sou ou Não Sou", "SOS - Tem um Louco Solto no Espaço" e "Que Droga de Vida".

*85 anos do nascimento de Tarcísio Holanda, jornalista falecido em 2020 e que trabalhou, entre outros veículos, na TV Câmara e no jornal Última Hora.

*75 anos ao dobrado: de Bruce Davison, ator indicado ao Oscar de coadjuvante por "Meu Querido Companheiro" e que fez as séries "Tiro Certo" e "Harry, um Hóspede do Barulho"; e do nascimento de Gilda Radner, atriz falecida em 1989 e que fez o "Saturday Night Live" e filmes como "A Dama de Vermelho", "Uma Dupla em Apuros" e "Lua de Mel Assombrada", todas com o marido Gene Wilder.

*70 anos do nascimento de David Frankie Toler, falecido em 2011 e ex-baterista da Allman Brothers Band.

*55 anos ao dobrado: de John Cusack, ator de filmes como "Digam o que Quiserem", "Os Imorais", "Alta Fidelidade" e "Matador em Conflito"; e de Mary Stuart Masterson, atriz de filmes como "Alguém Muito Especial" e "Tomates Verdes Fritos".

*50 anos de Barthez, automobilista e ex-goleiro campeão por França (Eurocopa de 2000 e Copas do Mundo de 1998 e das Confederações de 2003), Olympique (Liga dos Campeões de 1993), Monaco (dois Franceses e uma Supercopa da França) e Manchester United (dois Ingleses).

*45 anos da estreia de "O Feijão e o Sonho", novela das seis da Globo, escrita por Benedito Ruy Barbosa e estrelada por Nívea Maria e Cláudio Cavalcanti.

*40 anos de Thiago Barbosa, gerente de produtos digitais da Rádio CBN e ex-gerente jornalístico carioca e belo-horizontino e ex-apresentador e repórter dela, além de ex-produtor do "Globo Rural" na TV e ex-repórter das rádios Eldorado e Trianon de São Paulo.

*35 anos do fim de "Balão Mágico", programa infantil da Globo estreado em 1983.

*30 anos de Kevin De Bruyne, futebolista do Manchester City (campeão de três Ingleses, uma Copa, uma Supercopa da Inglaterra e cinco Copas da Liga Inglesa) e campeão também por Genk (um Belga, uma Copa e uma Supercopa da Bélgica) e Wolfsburg (uma Copa e uma Supercopa da Alemanha).

Bela do Dia: Vanessa Vitória

Vanessa Vitória, repórter do SBT Brasília e ex-apresentadora do "CNT Jornal" quando feito de lá entre 2014 e 2019. Neste fim-de-semana, ela foi mordida por um pitbull enquanto gravava em Cocalzinho de Goiás sobre o interminável caso do matador em série no Centro-Oeste. O cão se soltou pois a corda arrebentou e mordeu a perna da repórter, que recebeu de imediato os primeiros socorros da família dona do animal. Depois deste episódio, Vanessa tomou as vacinas antirrábica e antitetânica. Sustaço!

*25 anos da estreia de "O Professor Aloprado", filme dirigido por Tom Shadyac e estrelado por Eddie Murphy, que revive o personagem de Jerry Lewis em 1963 e outros oito, o que rendeu o Oscar de maquiagem.

*20 anos do Boca Juniors campeão da Libertadores com 3 x 1 nos pênaltis sobre o Cruz Azul após perder por 1 x 0 no tempo normal.

*15 anos da estreia de Anderson Silva no UFC, derrotando Chris Leben por nocaute em menos de um minuto.

*10 anos da falsa morte de Amin Khader, noticiada pela Record no "Hoje em Dia" em rede nacional e poucas horas depois sabida que não era verdade quando entrevistado ao vivo o próprio Amin na versão carioca do "Balanço Geral".

As desta terça, 29 de junho, são estas:

*110 anos do nascimento de Bernard Herrmann, compositor falecido em 1975 e vencedor do Oscar pela trilha de "O Homem que Não Vendeu a Alma", indicado sendo pelas trilhas de "Cidadão Kane", "Anna e o Rei de Sião", "Motorista de Táxi" e "Trágica Obsessão", mas cuja maior contribuição indubitavelmente é a música de "Psicose".

*90 anos ao dobrado: de Palmirinha Onofre, culinarista de programas como "Note e Anote" na Record e "Mulheres" na Gazeta, na qual apresentou o "TV Culinária" e o "Programa da Palmirinha"; e do nascimento de Chaguinha, ator falecido em 2014 e que atuou em várias novelas da Globo, na qual interpretou o Rabicó na série "Sítio do Picapau Amarelo".

*75 anos do nascimento de José Rico, cantor falecido em 2015 e que formou com Milionário uma das grandes duplas do sertanejo.

*60 anos de Sharon Lawrence, atriz que fez a Sylvia Costas na série "Nova York Contra o Crime".

*40 anos ao dobrado: de Maria Maya, atriz que fez novelas da Globo como "Chocolate com Pimenta", "Senhora do Destino" e "Caminho das Índias"; e do fim de "Amizade Colorida", série estreada pela Globo no mesmo 1981 e estrelada por Antônio Fagundes.

*35 anos da Argentina campeã mundial pela 2ª vez com 3 x 2 sobre a Alemanha Ocidental.

*30 anos de Kawhi Leonard, basquetebolista do Los Angeles Clippers e campeão da NBA em 2014 pelo San Antonio Spurs e em 2019 pelo Toronto Raptors.

*20 anos da estreia de "Inteligência Artificial", filme dirigido por Steven Spielberg e estrelado por Haley Joel Osment e Jude Law.

*10 anos da esteia do "Agora é Tarde", programa de fim de noite da Bandeirantes exibido até 2015 e apresentado por Danilo Gentili até 2013 e por Rafinha Bastos nos dois últimos anos.

Arremate

Coronavírus já vitimou no Brasil mais de 514 mil dos mais de 18 milhões e 400 mil infectados. Pesadelo sem fim!!!

"24 Horas" volta rezando que um dia este mal cesse ou diminua drasticamente.

Torneios de futebol, todas as modalidades e variedades não-esportivas.

Destaques da imprensa esportiva. O que acontece em TV, rádio, jornal e web.

Podcasts com pitacos sobre os esportes e outros registros interessantes.

Convidados escrevem sobre temas de agora no futebol e em todos os esportes.

Para entender o presente, é preciso conhecer o passado. Aqui se faz isso.

Teste de conhecimentos com direito a charadas e perguntas "pega-ratão".

Verde para o bom, vermelho para o ruim e amarelo para chamar a atenção.

Gente do esporte dá dicas de livros, filmes, música, culinária e mais.