Desde 02/06/2003 Criação, produção e edição: Edu Cesar


papodebola@gmail.com


papodebola


sitepapodebola


edupapodebola


(51) 99843-7700

SOBRE ESTA SEÇÃO
O editor Edu Cesar comenta os resultados dos campeonatos de futebol e o dia-a-dia dos clubes. Destaque para o que de principal ocorre em todas as modalidades e ainda os tópicos não-esportivos "Sintonia PB", "Clipe do Dia" e "Bela do Dia".
 
LEIA AQUI as colunas anteriores VEJA AQUI as "Belas do Dia" anteriores
 
Quinta, 11 de fevereiro de 2021
Papelão, hein, Palmeiras? 4º no Mundial!



Pela primeira vez, o campeão da Libertadores ficou de fora do pódio no torneio da FIFA. Pela primeira vez, um brasileiro não marcou um único gol sequer no tempo regulamentar (o que menos tinha anotado fora o Grêmio de 2017 com um único gol, o da semifinal). "Feitos" obtidos pelo Verdão numa disputa horrorosa de terceiro lugar com o Al-Ahly, que se deu bem nos pênaltis mesmo com Weverton pegando um deles. Porém, Rony papagaiou após "florear" demais, Luiz Adriano jogou para fora e El Shenawy deteve Felipe Melo para 3 x 2 ao término. Escrevo este tópico menos de 10 minutos após o jogo. E simplesmente não acredito no que vi. Que papelão, hein, Palmeiras? Aliás: se contarmos o formato Intercontinental, nem assim teve gol dele por dar 1 x 0 pro Manchester United em 1999. Os egípcios repetiram o terceiro lugar de 2006, ano no qual perderam a semifinal pro Internacional, que seria campeão.

Vitória na hora certa + derrota na hora errada



São os dois lados da mesma moeda jogada pro alto ontem no Beira-Rio. Lutando contra o rebaixamento, o Sport conseguiu uma vitória maiúscula, pegando as palavras do Jair Ventura, e se distanciou dele - e apenas a 30ª vitória fora de casa na era dos pontos corridos, dado espantoso que soube pelo jornalista Gabriel Accetti. Já o Internacional ainda depende das próprias forças pelo título, mas a derrota chega no momento mais impróprio possível.

Tudo mudou quando Uendel foi acertadamente expulso. Parece que deu um 180º no time do Abel Braga - que, sejamos muito sinceros, não tem bola no pé para a campanha extraordinária até a derrota desta quarta-feira, muitas vezes os resultados vindo na base do sobrenatural, da mística, enfim, fatores externos à lógica. O gol do Marcão foi para derrubar meio mundo, tanto de alegria da parte rubro-negra (das partes rubro-negras, vide Flamengo). Patrick trouxe uma reação rápida, mas o gol do 2 x 1 decisivo, olha... Primeiro: pareceu, mas a bola não saiu. E segundo: enquanto o árbitro não marca nada, segue jogando, ora bolas. Marcelo Lomba foi lesadíssimo com "LE" maiúsculo.

A série de 12 partidas sem derrota não tirou o Colorado da liderança, mas deixa a perda dela muito possível e na hora que até quem mora no interior considera a mais capital de todas, além de estragar a noite na qual Abelão igualou Teté como treinadores mais longevos do time com 337 jornadas. O Leão ganhou a segunda seguida fora de casa e está perto de garantir presença na próxima temporada por livrar quatro pontos de distância com nove por disputar. Além disso, voltou a se dar bem no Gigante após 10 visitas em 22 anos, como não acontecia desde que os comandados do Mauro Fernandes fizeram também 2 x 1 no time do Cassiá Carpes em 21 de outubro de 1998.



Um resultado fundamental para a alegria pernambucana envolveu o próximo adversário dos gaúchos, o Vasco, que está nos quatro últimos por ter uma vitória a menos que o Bahia depois que tomou uma lambadaça de 3 x 0 do Fortaleza, que teve Enderson Moreira de volta após duas partidas ausente por estar com coronavírus. Os cariocas têm agora um mísero êxito nas últimas sete rodadas, das quais quatro perdidas, enquanto os cearenses emendam dois sucessos e têm agora três vitórias nas últimas seis rodadas posteriores ao último empate. O Leão do Pici não ganhava do Cruzmaltino havia sete encontros gerais desde os 4 x 2 de 2005 e está na mesmíssima situação do Sport.



Já o Morumbi assistia um 0 x 0 até 48 minutos do segundo tempo, quando uma crocodilagem misturada com tubaronice inacreditavelmente bizarríssima do Tiago Volpi foi devidamente, corretamente e merecidamente castigada da única maneira possível pelo Léo Chú: com bola no alvo. Era o Ceará voltando a derrotar o São Paulo após seis jogos gerais desde 2015, mas Luciano arrancou o 1 x 1 três minutos depois e salvou a pele do Tiago... Isto é: salvou mesmo? Em fato não, porque são agora sete rodadas sem vitória tricolor, com míseros e reles três pontos somados nestes 21. E agora nem tem mais Fernando Diniz para se jogar a culpa... O Vozão não empata havia sete rodadas.



Com Tite no Maracanã (não sei observando quem, sinceramente... rs), Fluminense e Atlético Mineiro fizeram um 0 x 0 mais sem graça que um show meu de stand-up - que ninguém jamais permitiria que acontecesse pois hediondo seria o psicótico lunático que autorizasse isso. Ainda assim, o resultado bastou para o Galo confirmar presença ao menos nas fases prévias da Libertadores. O Fluzão não perde há seis rodadas, mas não chegou à quarta vitória consecutiva. Por sua vez, o Galo não empatava havia quatro rodadas e outra vez ficou no "quase" - bom, depois daquela derrota de semana passada pro Goiás, convenhamos: toalha jogada não se pega de volta, é ou não é?



E teve ainda o quinto empate entre Corinthians e Athletico Paranaense em seis realizações em Itaquera, desta vez um 3 x 3 agitadíssimo que divertiu da parte dos ataques e preocupou no tocante às defesas. Um golaço de cada lado, o do Mosquito sensacional pros alvinegros, mas o do Abner (que não é o marido da Gladys Kravitz em "A Feiticeira") também foi bonitaço tanto quando bonitona era Elizabeth Montgomery. Por três vezes os paulistas estiveram na frente, mas em todas elas os paranaenses atingiram a igualdade. O Coringão não empatava havia nove rodadas e agora tem apenas duas vitórias nas últimas seis rodadas. Já o Furacão ganhou somente duas das últimas sete.

Vencidas 35 rodadas ainda incompletas (por atrasados estarem Coritiba x Palmeiras e Santos x Corinthians quarta e São Paulo x Palmeiras sexta, todos na semana que vem), vamos à classificação: em 1º, Internacional com 66; em 2º, Flamengo com 65; em 3º, Atlético Mineiro com 61; em 4º, São Paulo* com 59; em 5º, Fluminense com 57; em 6º, Grêmio com 56; em 7º, Palmeiras** com 53; em 8º, Corinthians* com 49; em 9º, Red Bull Bragantino com 48; em 10º, Athletico Paranaense e Santos* com 47; em 12º, Ceará e Atlético Goianiense com 46; em 14º, Sport e Fortaleza com 41; em 16º, Bahia e Vasco com 37; em 18º, Goiás com 33; em 19º, Coritiba* com 28; e em 20º, Botafogo com 24.

A 36ª rodada acontecerá neste fim-de-semana e poderá resultar em algumas coisas: troca de liderança, reaproximação do 3º colocado, mais uma "disputa polarizada" contra o 17º lugar e a oficialização de outros dois rebaixamentos. No sábado, vamos de Goiás x Botafogo às 17h e Atlético Mineiro x Bahia e Santos x Coritiba ambos às 19h. Domingo às 16h, é como diria João Guilherme: para tudo!!! Tem "só" Vasco x Internacional e Flamengo x Corinthians. Às 18h15, ainda com o fervo pós destas duas pugnas renhidas, iremos para Palmeiras x Fortaleza e Athletico Paranaense x Atlético Goianiense. Tem ainda a noturnaça das 20h30 com Grêmio x São Paulo. Por fim, a segunda-feira nos reservará Ceará x Fluminense às 18h e Sport x Red Bull Bragantino às 20h. Corações serão testados.

Os destaques de ontem

Campeonato Goiano Quem jogou com reservas caiu fora e quem mandou titulares continua. O Atlético abotoou o Anápolis por 1, 2, 3, 4, 5 x 1 e o Goiás levou 2 x 0 da Aparecidense no jogo único das quartas-de-final.

Supercopa Brasileira de Juvenis São Paulo campeão com 4 x 2 nos pênaltis sobre o Fluminense após 1 x 1.

Copa do Rei O Sevilla abriu uma bela vantagem de 2 x 0 sobre o Barcelona na ida da semifinal.

Copa da Itália Atalanta finalista contra a Juventus em 19 de maio, 0 x 0 ontem e 3 x 1 totais no Napoli.

Copa da Inglaterra As oitavas foram marcadas pelo Manchester City e pelo Everton. O City aplicou 3 x 1 no Swansea e chegou às 15 vitórias consecutivas, clube inglês com mais êxitos seguidos. Já o Everton obteve uma vitória surreal sobre o Tottenham por 5 x 4, saca só a sequência dos gols: no primeiro tempo, 0 x 1 aos 3, 1 x 1 aos 36, 2 x 1 aos 38, 3 x 1 aos 43 e 3 x 2 aos 45; e no segundo tempo, 3 x 3 aos 12, 4 x 3 aos 23, 4 x 4 aos 38 e 5 x 4 aos 52. Bah!!!

Copa da França Paris Saint Germain classificado pras décimas-sextas-de-final, 1 x 0 no Caen. A má notícia foi a lesão do Neymar, que perderá a ida das oitavas da Liga dos Campeões diante do Barcelona.

Taça de Portugal A ida da semifinal empatada em 1 x 1 por Braga e Porto foi marcada pela cena dos jogadores empurrando a ambulância na qual colocaram David Carmo, do Braga, que sofreu uma grave lesão no tornozelo direito. O povo lembrou daquela imagem do Vasco x Flamengo no Mané Garrincha em 2018.

Curtinhas Esportivas

Até no Campeonato Carioca tem efeito suspensivo!!! Sim, o seu, o meu, o nosso amigo atacou de novo, haha... Desta vez ele liberou Emerson Carioca, que havia tomado 12 partidas de suspensão por ficar de bunda de fora na vitória que levou o Sampaio Corrêa para a preliminar da elite. Ele pode defender desta maneira, ao menos até o julgamento do recurso, a Portuguesa da Ilha do Governador - de preferência sem baixar o calção e a cueca...

Novo treinador no Chile Martín Lasarte, inativo desde que saiu do Al-Ahly em 2019, sucede Reinaldo Rueda.

Outra mudança em torneio UEFA Sério: já perdi as contas, perdi mesmo. Não sei mais se é a 5ª, a 6ª ou sei lá eu qual alteração de local de jogo dos eventos dela por causa das restrições impostas ao ingresso de ingleses devido à nova mutação mais perigosa do coronavírus. Benfica x Arsenal pela Liga Europa, na quinta-feira da semana que vem, não acontecerá mais em Lisboa e sim na Itália, mais especificamente no Olímpico de Roma.

Ryan Reynolds virou dono de clube do País de Gales Ele e o também ator Rob McElhenney agora são os proprietários do Wrexham, agremiação que disputa a Série E do Campeonato Inglês.

Sintonia PB

Começa o tópico desta "24 Horas" que está antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:

Romeu Neto deixou a TV TEM Sei pelo NaTelinha que o repórter saiu da afiliada da Globo em Bauru após 8 anos.

Os desfiles reprisados pela Globo Confirmadas as apresentações que ela reprisará nos dias 13 e 14 para 2021 (nos dois dias por volta da meia-noite) não ficar sem carnaval nela, mesmo que antigo com os anfitriões atuais Ailton Graça e Milton Cunha. As de São Paulo serão estas: Águia de Ouro e Barroca Zona Sul em 2020, Mancha Verde e Colorado do Brás em 2019, Tatuapé em 2018, Vila Maria e Dragões da Real em 2017, Mocidade Alegre em 2014, Tucuruvi em 2011, Tom Maior em 2009, Vai-Vai em 2008, Rosas de Ouro e Casa Verde em 2005 e Gaviões da Fiel em 2003. As do Rio de Janeiro serão estas: Viradouro em 2020, Grande Rio e Portela em 2017, Mangueira em 2016, Beija-Flor em 2011, Unidos da Tijuca em 2010, Império Serrano em 2004, Viradouro em 1998, Salgueiro em 1993, Mocidade em 1990, Beija-Flor e Imperatriz em 1989, Vila Isabel em 1988 e Mocidade em 1985.

Senor já é mesmo um senhor, até que faz sentido Vacinado contra o coronavírus, Silvio Santos teve seu nome verdadeiro grafado erradamente no comprovante da aplicação da primeira dose da vacina. Colocaram não Senor e sim "Senhor" Abravanel. Mas li no UOL que isso não deverá causar problemas burocráticos quando chegar a hora da segunda dose ao dono do SBT, de 90 anos, pois o paciente é cadastrado com o número do CPF.

Segura o Twitter na próxima madrugada, segura À meia-noite e meia de hoje para amanhã, o Canal Brasil estreará em televisão o tão falado, comentado e repercutido "Amor, Estranho Amor", o filme dirigido por Walter Hugo Khouri em 1982 e estrelado por Tarcísio Meira e Vera Fischer, que foi proibido por mais de três décadas porque Xuxa Meneghel pagou mundos e fundos pelos direitos de exibição para vetá-la por não querer a difusão das cenas nas quais a prostituta por ela interpretada se relaciona com um menor de idade de 13 anos. Nunca vi este filme e nem sei sinceramente se vale a pena ele em si, se é bom ou ruim, mas só pelo rebu da Xuxa, merece uma olhadela.

Bela do Dia: Kelly Rowland

Kelly Rowland, cantora que foi primeiro das Destiny's Child e agora é solo. Esta deusa extraordinária de arrebatamento indimensionável completa 40 anos nesta quinta.

Luto no erotismo: morreu Larry Flynt Jr. O dono da revista Hustler tinha 78 anos e a causa da morte não tinha sido divulgada até a publicação desta coluna. A história dele, que teve uma vida sexual de fazer a história mais picante que você já assistiu ficar sem graça, parou no cinema em 1996 com "O Povo Contra Larry Flynt", que rendeu indicações ao Oscar pro diretor Milos Forman (ganhador do Globo de Ouro) e para o intérprete Woody Harrelson.

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna.

Datas em 0 ou 5

É um hábito desta "24 Horas" de bastante tempo e que será mantido aqui ao observar datas importantes que completam 5, 10, 25, 40, 65, 100 anos, enfim, sempre em 0 ou 5 pois é como consigo me organizar melhor. As desta quinta, 11 de fevereiro, são estas:

*95 anos do nascimento de Leslie Nielsen, falecido em 2010 e ator de comédias como "Apertem os Cintos! O Piloto Sumiu..." e especialmente a franquia "Corra que a Polícia Vem Aí", com seu hilário Frank Drebin.

*85 anos do nascimento de Burt Reynolds, ator falecido em 2018 e indicado ao Oscar de coadjuvante por "Prazer Sem Limites", que lhe deu um Globo de Ouro anteriormente vencido pela série "Evening Shade" - visto também em filmes como "Amargo Pesadelo", "Agarra-me Se Puderes" e "Encontros e Desencontros".

*75 anos de Mário Prata, autor de novelas como "Estúdio Cupido" e "Bang Bang" na Globo, "Dinheiro Vivo" na Tupi e "O Campeão" na Bandeirantes.

*60 anos de Carey Lowell, atriz que foi a Bond girl de "007 - Licença Para Matar" e que fez Jamie Ross no 7º e no 8º anos da série "Lei & Ordem".

*45 anos ao dobrado: de Ricardo, goleiro vice-campeão europeu de 2004 com Portugal; e da morte de Lee J. Cobb, nascido em 1911 e ator de filmes como "Exodus" e "O Exorcista", além da série "O Homem de Virgínia" como juiz Garth.

*40 anos do Nacional do Uruguai campeão mundial fazendo 1 x 0 no Nottingham Forest.

*25 anos ao dobrado: do Santos 2 x 2 Corinthians pelo Campeonato Paulista marcado pelo famoso e histórico gol de Marcelinho Carioca com chapéu no marcador e finalização no canto sem deixar a bola cair, num dos tentos mais sensacionais que a Vila Belmiro já viu; e da morte de Quarentinha, futebolista nascido em 1933 e campeão baiano pelo Vitória em 1953, mas especialmente ídolo do Botafogo nos Cariocas de 1957, 1961 e 1962, na Taça dos Campeões Estaduais RJ/SP de 1961 e nos RJ/SP de 1962 e 1964, até hoje sendo seu maior goleador com 313 gols em 442 jogos - fora a excepcional média na Seleção Brasileira: apenas 17 atuações, mas fez 17 tentos.

Clipe do Dia: Sergio Mendes

Um dos músicos brasileiros mais longevos nos EUA, ele celebra 80 anos nesta quinta-feira. São quase seis décadas morando em território ianque, onde consolidou sua carreira, iniciada aos 20 anos ainda aqui no Brasil, mas que nunca ficou restrita só a nós por ganhar o mundo. Em 1966, ele e a Brazil '66 lançaram uma famosa versão de "Mas que Nada", do Jorge Ben, que quatro décadas depois ganharia uma releitura famosa ao lado do Black Eyed Peas.



Arremate

Coronavírus já vitimou no Brasil mais de 235 mil dos mais de 9 milhões e 600 mil infectados. Força e solidariedade.

"24 Horas" volta rezando que um dia este mal cesse ou diminua drasticamente.

Torneios de futebol, todas as modalidades e variedades não-esportivas.

Destaques da imprensa esportiva. O que acontece em TV, rádio, jornal e web.

Podcasts com pitacos sobre os esportes e outros registros interessantes.

Convidados escrevem sobre temas de agora no futebol e em todos os esportes.

Para entender o presente, é preciso conhecer o passado. Aqui se faz isso.

Teste de conhecimentos com direito a charadas e perguntas "pega-ratão".

Verde para o bom, vermelho para o ruim e amarelo para chamar a atenção.

Gente do esporte dá dicas de livros, filmes, música, culinária e mais.