Desde 02/06/2003 Criação, produção e edição: Edu Cesar


papodebola@gmail.com


papodebola


sitepapodebola


edupapodebola


(51) 99843-7700

SOBRE ESTA SEÇÃO
O editor Edu Cesar comenta os resultados dos campeonatos de futebol e o dia-a-dia dos clubes. Destaque para o que de principal ocorre em todas as modalidades e ainda os tópicos não-esportivos "Sintonia PB", "Clipe do Dia" e "Bela do Dia".
 
LEIA AQUI as colunas anteriores VEJA AQUI as "Belas do Dia" anteriores
 
Sexta, 15 de janeiro de 2021
A irresponsabilidade do futebol (não só dele) com a Covid

Desde que o futebol foi retomado no Brasil apenas quatro meses depois do estouro da pandemia, não foram poucos os casos de coronavírus em massa em muitos clubes das quatro divisões nacionais.

Muitas vezes houve jogos adiados, como aquele do Goiás com o São Paulo - em cima da hora, verdade, mas foi adiado - e alguns do Sampaio Corrêa e do Imperatriz, mas também houve casos de realizações de partidas que não deveriam acontecer, como aquela do CSA contra o Guarani, a do Flamengo diante do Palmeiras, a do São Bento versus o Criciúma, a mais recentíssima do Fortaleza contra o Sport e depois piorada versus o Grêmio, além agora dessa do Bugre, que contou com apenas e tão somente 13 jogadores (sendo que Lucas Abreu nem estava relacionado e pegou um voo de Campinas até a capital de Mato Grosso às 18h para chegar na Arena Pantanal a menos de 20 minutos da bola rolar às 21h30, tudo sempre no horário de Brasília) pois 17 estão infectados pela doença.

Mesmo assim, não adiaram a partida contra o Cuiabá, que venceu por 4 x 0 um adversário com 11 em campo e somente dois fora dele. A irresponsabilidade do futebol com a Covid-19 é ultrajante com essa história de "13 aptos e tem jogo". E não poderia e nem deveria ter, em nenhum caso como esse, independentemente dos times envolvidos - e citei acima casos envolvendo praticamente todas as regiões brasileiras (e certamente tem outros que não tô lembrando agora). Uma coisa correta eu tenho visto no vôlei, onde partidas das Superligas masculina e feminina são adiados quando há surtos de coronavírus. Já no basquete do NBB, dia desses não adiaram um do Corinthians por isso.

Mas vai querer responsabilidade no futebol se o Brasil em si, enquanto nação, menos tem tido isso? Só ver esse absurdo inaceitável e criminoso feito em Manaus, gente morrendo asfixiada por falta de ar por não ter oxigênio! Mas onde é que vamos parar com isso??? Grande parte do mundo começando vacinação e a torcida à toda de que elas surtam efeito para quem sabe no ano que vem a vida começar a voltar ao normal, mas aqui estamos na contramão da história. Eu realmente dizia muitas vezes ano passado aqui neste site e nas redes que achava que talvez o Brasil começasse um pouco a possivelmente retomar um pouco da normalidade depois da metade de 2022, e de fato deverá mesmo ser isso. Só não imaginaria nunca que algo tão hediondo e gravíssimo assim aconteceria.

Num dia tão tristíssimo como foi esse de ontem, que me deixou mal demais mesmo não me atingindo diretamente porque é preciso ter um mínimo de empatia e compaixão com o próximo se colocando na pele dele porque daqui a pouco pode isso ser comigo, contigo, com qualquer um de nós, a última coisa que deveria ter tido era futebol. Com mais uma situação péssima como foi essa do Guarani e já tinham sido muitas outras, menos ainda.

Mas a bola rolou, pois aqui é Brasil



O Cuiabá nada tinha a ver com isso, fez sua parte e os 4 x 0 lhe mantiveram em 3º na Série B com 58 pontos, podendo livrar seis pro 5º colocado caso ou CSA ou Juventude seja derrotado - ou daqui a pouco até ambos - e aí restariam nove por jogar. Esfacelado e no bagaço absoluto, o Guarani é o 9º e parou nos 48, a quatro do 4º CSA. Quem ficou a um ponto dele foi o Operário, que por duas vezes ficou atrás e virou para 3 x 2 sobre o CRB para completar cinco jogos sem derrota e ser o 6º com 51 pontos. Os alagoanos alvirrubros pararam nos 46 e estão em 11º.

Sexta-feira marcando a luta contra o rebaixamento. 18º com 36 pontos, a dois do 16º Vitória, o Figueirense receberá o Brasil, 10º com 47 e a cinco do 4º CSA. 17º também com 36 e com uma vitória a mais que os baianos, o Paraná visitará o Sampaio Corrêa, 12º com 45. E já com uma missão cumprida por obtido o acesso na terça passada, o líder com 67 pontos América Mineiro receberá o Botafogo de Ribeirão Preto, 19º com 33 e ainda sonhando.

Prévia da finalíssima da Copa do Brasil

Com o calendário apertadíssimo do Palmeiras, será hoje mesmo que ele e o Grêmio "se enfrentar-se-ão-se a si mesmos e vice-versa" pela abertura da 30ª rodada do Brasileirão. 6º com 47 pontos e dois jogos a menos, o Verdão tentará a primeira vitória no Allianz Parque sobre os gaúchos após um empate pela Copa do Brasil de 2016 e uma derrota no Brasileiro de 2019, já que a maioria dos duelos entre eles desde 2014 foi no Pacaembu por causa de shows no outrora Parque Antártica. 5º colocado com 49 pontos e uma partida a menos, o Tricolor tentará a primeira vitória sobre um paulista neste campeonato, até aqui empatando quatro e perdendo uma.

Os destaques de ontem

Brasileirão de Aspirantes Ceará e Vila Nova são os finalistas da atrasada edição de 2020. O Vozão fez 1 x 0 ontem e 3 x 0 totais no Juventude, e o Tigre marcou 2 x 0 e virou para 3 x 2 totais sobre o Fluminense.

Supercopa da Espanha Athletic Bilbao na final contra o Barcelona ao fazer 2 x 1 no Real Madrid.

Curtinhas Esportivas

Auckland City fora do Mundial de Clubes Protocolos de quarentena exigidos por Nova Zelândia e Catar levaram à renúncia do clube da disputa do torneio pois o governo neozelandês não gostaria que seus atletas contatassem jogadores de outros continentes e queriam que todos os grupos ficassem isolados por duas semanas - mas não tem como, só ver que Palmeiras ou Santos estrearão uma semana depois da final da Libertadores. São agora não sete e sim seis clubes pois não tem substituição e o anfitrião Al-Duhail passará diretamente para as quartas.

Reinaldo Rueda de volta à Colômbia Ex-técnico do Chile, ele assume de novo a seleção do seu país.

Golfista argentino preso no Rio de Janeiro E no Leblon... Ángel Cabrera, vencedor do Aberto dos EUA em 2007 e do Masters em 2009, era procurado pela Interpol por lesões corporais contra duas ex-companheiras, furto, desobediência retirada a autoridade, ameaças e outros crimes nos últimos anos. Que ficha corrida desse imundo.

Começa o Mundial Masculino de Handebol E são agora três desfalques no time do Brasil pois, depois do goleiro Leonardo e do lateral esquerdo Thiagus Petrus, também o ponta esquerda Felipe Borfes está com coronavírus. Cinco membros da comissão, incluindo o técnico Marcus Tatá, também estão fora. Estreia hoje, contra a Espanha.

Sintonia PB

Começa o tópico desta "24 Horas" que está antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:



Rádio Jovem Pan em imagens na TV paga Leio no Flávio Ricco que assim será a partir de 1º de março, quando o cinquentão "Jornal da Manhã" passará a ser retransmitido pelo canal por assinatura History Channel na faixa das 7h às 9h, agora também televisivos sendo Thiago Uberreich e Adriana Reid (ela em fato sempre foi televisiva e agora passou a ser radiofônica), que já são vistos diariamente pelo canal da emissora no YouTube.

Racismo sofrido por funcionário da Globo A história foi contada ontem no fim do "SPTV" do meio-dia pelo apresentador substituto Fábio Turci logo após uma reportagem sobre racismo contra um operador de loja de Santos, que um policial enquadrou pois "tinha cara de ladrão". O jornalista relatou a história do Itamar, operador de câmera do noticiário, que um dia foi parado por policiais em um shopping center pois dirigia um carro bacana, da sua família, e disse que quem é branco não sabe tão claramente dessas coisas, mesmo que elas aconteçam e com alguém dizendo o porquê de elas acontecerem, pois com os brancos isso nunca acontece, e que é preciso informar o público e este não se conformar e sim acordar e tentar fazer algo para mudar isso. É isso. Só pode mesmo ser isso.

Ferris Bueller reaparece na Globo após mais de quatro anos 7 de outubro de 2016. Eu não pensava que fizesse tanto tempo assim, mas foi ali a última exibição do super-hiper-ultra-puxa-mega classicaço-aço-aço "Curtindo a Vida Adoidado" no Plim-Plim - e ainda por cima na madrugada do "Corujão". Mas amanhã, o lendário mata-aula feito por Matthew Broderick voltará ao ar na "Sessão de Sábado", às 14h10. O porém é que esta sessão não é em rede nacional e sim para Rio de Janeiro, São Paulo e emissoras sem programação local nesta faixa. Exemplos: aqui em Porto Alegre, poderei revê-lo; já Belo Horizonte não vai assisti-lo por ter o "Rolê nas Gerais" neste horário - e as filiais e afiliadas com semanal regional às 14h10 têm depois "Toma Lá, Dá Cá" antes do "Caldeirão do Huck".

Roy já havia morrido e agora também partiu Siegfried Um câncer no pâncreas vitimou o mágico Siegfrid Fischbacher aos 81 anos, oito meses depois do coronavírus matar o domador de felinos Roy Horn.

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna.

Datas em 0 ou 5

É um hábito desta "24 Horas" de bastante tempo e que será mantido aqui ao observar datas importantes que completam 5, 10, 25, 40, 65, 100 anos, enfim, sempre em 0 ou 5 pois é como consigo me organizar  melhor. As desta sexta, 15 de janeiro, são estas:

Bela do Dia: Daniela Branches

Daniela Branches, repórter e apresentadora da Rede Amazônica (Globo Manaus) há mais de 20 anos e que tem vivido neste um dos momentos profissionais mais desafiadores e de necessária força mental para o documento local e especialmente nacional dessa verdadeira barbárie cometida com a saúde dos manauaras nos piores dias possíveis como esses pandêmicos. Muita força mental e emocional devem ter os noticiaristas sérios e responsáveis (porque dos mentirosos e dos irresponsáveis nem sequer pensarei em pedir isso). E tomara que daqui a pouco tempo ela possa reportar para todo o país que a situação deu uma melhorada, porque o estouro da crise ontem foi doído demais.

*110 anos do River Plate do Paraguai, campeão nacional em 1917, 1919 e 1930.

*95 anos do nascimento de Maria Schell, falecida em 2005 e atriz de filmes como "A Ponte da Esperança", "Gervaise" e "Noites Brancas".

*65 anos de João Carlos Costa, técnico campeão japonês de 1996 pelo Kashima Antlers e da Copa do Imperador de 2000 pelo Nagoya Grampus, tendo muitos anos de trabalho no Flamengo entre treinador da base e auxiliar técnico profissional.

*50 anos de Regina King, atriz ganhadora do Oscar de coadjuvante por "Se a Rua Beale Falasse" e do Emmy pelas séries "American Crime", "Seven Seconds" e "Watchmen".

*45 anos de Rodrigo Fabri, ex-futebolista campeão brasileiro de 2006 pelo São Paulo, catarinense de 2008 pelo Figueirense e das Confederações de 1997 pelo Brasil, mas mais lembrado pelo vice nacional de 1996 pela Portuguesa e pela artilharia no Grêmio semifinalista do Brasileiro de 2002.

*40 anos ao dobrado: de El Hadji Diouf, ex-futebolista que destacou-se jogando por seu Senegal na Copa do Mundo de 2002; e de Pitbull, rapper que fez com Cláudia Leitte e Jennifer Lopez "We Are One", tema musical da Copa de 2014.

*20 anos da Wikipédia, tão importante e que tanto ajuda em muitas coisas (como nesta própria seção), mas para a qual é sempre necessário um auxílio pesquisador a mais pois infelizmente muitas colaborações ali deixadas são inverídicas ou mesmo mentirosas, seja de datas, seja de coisas que essas e aquelas pessoas nunca fizeram... É uma tremenda mão na roda, mas sozinha ainda não se garante por permitir o inverídico.

*10 anos da morte de Susannah York, atriz nascida em 1939 e indicada ao Oscar de coadjuvante por "A Noite dos Desesperados".

Clipe do Dia: Charo

Descoberta pelo futuro marido Xavier Cugat, com quem ficou unida por 12 anos, esta espanhola estourou em 1977 com a discoteca apimentada por seu sotaque. "Dance a Bit Little Closer" foi tema da novela global "Te Contei?". Também atriz em filmes como "Aeroporto 79" e em séries como "O Barco do Amor", ela completa hoje 70 anos.



Clipe do Dia: "Além do Tempo"

Há cinco anos fechados nesta sexta-feira, acabava esta bela novela da Globo na faixa das 18h, de autoria de Elizabeth Jhin e com Alinne Moraes, Paolla Oliveira e Rafael Cardoso como o triângulo amoroso que atravessou gerações para se reencontrar nos tempos atuais. Linda abertura com Cássia Eller e "Palavras ao Vento".



Arremate

Coronavírus já vitimou no Brasil mais de 207 mil dos mais de 8 milhões e 300 mil infectados. Força e solidariedade.

"24 Horas" volta rezando que um dia este mal cesse ou diminua drasticamente.

Torneios de futebol, todas as modalidades e variedades não-esportivas.

Destaques da imprensa esportiva. O que acontece em TV, rádio, jornal e web.

Podcasts com pitacos sobre os esportes e outros registros interessantes.

Convidados escrevem sobre temas de agora no futebol e em todos os esportes.

Para entender o presente, é preciso conhecer o passado. Aqui se faz isso.

Teste de conhecimentos com direito a charadas e perguntas "pega-ratão".

Verde para o bom, vermelho para o ruim e amarelo para chamar a atenção.

Gente do esporte dá dicas de livros, filmes, música, culinária e mais.