Desde 02/06/2003 Criação, produção e edição: Edu Cesar


papodebola@gmail.com


papodebola


sitepapodebola


edupapodebola


(51) 99843-7700

SOBRE ESTA SEÇÃO
O editor Edu Cesar comenta os resultados dos campeonatos de futebol e o dia-a-dia dos clubes. Destaque para o que de principal ocorre em todas as modalidades e ainda os tópicos não-esportivos "Sintonia PB", "Clipe do Dia" e "Bela do Dia".
 
LEIA AQUI as colunas anteriores VEJA AQUI as "Belas do Dia" anteriores
 
Segunda, 28 de setembro de 2020
Um triste domingo para o futebol brasileiro



Não é porque a bola rolou para Palmeiras e Flamengo que a história que começou mal terminou mal. Como diria o ex-repórter esportivo Sérgio Couto: é um bang-bang sem mocinho. Não dá para isentar ninguém, cada lado pensou nos próprios interesses por esses e aqueles motivos, desde a direção do Flamengo querendo adiar o jogo devido ao surto de Covid-19 em contrariedade à postura habitual de "normalidade" nestes tempos anormalíssimos até a direção do Palmeiras com a intransigência na postura de querer jogo certamente motivada por revanchismo pelo lado de dentro do campo no ano passado, passando pela CBF com sua bagunça absoluta e falta de clareza sobre como proceder numa situação dessas a ponto de tomar decisão na base do "vamos ver no que é que dá". Tem gente mais culpada e menos culpada, é claro que sim, tem sim - e como tem. Só não tem inocentes na história - e como não tem.

Dentro de campo, 22 minutos após o horário marcado, o jogo pareceu aquele desenho do Pica-Pau tomando o tônico: o 1º tempo foi fracote, molenga, com dificuldade enorme para pegar no tranco; já a 2ª etapa mudou da água para o vinho, se não tecnicamente por ainda fraco o nível, ao menos com mais emoção, como nos dois gols consecutivos, primeiro com o azarão do Thiago Maia e depois no desligamento do Felipe Melo, pelos quais Patrick de Paula e Pedro ficaram agradecidos. Mesmo desmontados e com muita gurizada, os cariocas foram melhores, mas os paulistas "causaram" o melhor em campo: Neneca, cuja gourmetização atual faz com que seja chamado de Hugo Souza, estreando como profissional após 9 meses do último jogo pelos juniores e 6 meses após a perda do seu pai, o que rendeu um raro e tocante momento positivo na declaração após a partida. Lá em cima, o velho ficou orgulhoso.

Dito isto, fato é que ter tido partida não anula a tristeza que foi este domingo para o futebol brasileiro, com clubes em conflito por pensarem mais neles mesmos que no coletivo (o que se estende a outros não envolvidos na partida, mas que se manifestaram a partir deste episódio, em alguns casos numa hipocrisia sem vergonha), guerra de liminares aqui, ali e acolá (teve até uma que proibia o Flamengo de sequer treinar por 15 dias, a qual acabou derrubada com a decisão favorável à CBF no TST) e o próprio tapa na cara da sociedade consciente que é esse retorno do futebol neste país em tom "normal", como se fosse um mundo à parte, quando não é. Veja: Liverpool x Nacional foi adiado no Uruguai por causa de um - 1! - caso de coronavírus no Nacional (Felipe Gedoz, ex-Athletico); aqui no Brasil, infectados pela Covid passaram a equivaler a jogadores suspensos e lesionados. Tá tudo errado!!! Quem aguenta???

Uma 12ª rodada maravilhosa para o Galo



Dos 10 primeiros colocados do Brasileirão, somente 3 ganharam: o Sport na quarta passada diante do Corinthians, o Athletico Paranaense sobre o Bahia por 1 x 0 (são 9 fracassos seguidos dos tricolores, que pararam em Santos numa cobrança de pênalti) e o Atlético Mineiro, pela 10ª vez seguida vencedor no Mineirão no 3 x 1 diante do Grêmio todo assinado pelo Keno, que tornou-se o primeiro jogador a marcar 3 vezes por 2 vezes seguidas na Série A desde Fred pelo Fluminense em 2011 (e sem o mundo à parte que é o Grenal, os tricolores voltaram à realidade).

Antes ainda de ir a campo, o Galo foi beneficiado pelo 1 x 1 do Internacional e do São Paulo, que travou ambos (os colorados parecem ter "batido no teto", vide a descendente das últimas jornadas), assim como pelos 1 x 1 do próprio Palmeiras com o Flamengo e do Vasco com o Red Bull Bragantino. O domingo, aliás, não teve um só ganhador pois Ceará e Goiás ficaram no 2 x 2, enquanto Santos e Fortaleza deram uma de Atlético Goianiense e Botafogo com os "enésimos" 1 x 1 (são 8 empates do Fogão, líder do "Troféu Oeste de Empatite Aguda").

Hoje tem Fluminense x Coritiba, mantido mesmo com os 9 casos de Covid no Flu, que não pedirá o adiamento do jogo por ter bem mais que o mínimo de 13 jogadores aptos a ir a campo. Não sei, não, hein, mas enfim... Cada um sabe o que faz (na verdade nem sempre no nosso futebol, mas não seria agora que isso melhoraria).

A classificação mostra: em 1º, Atlético Mineiro com 24; em 2º, Inter com 21; em 3º, São Paulo e Palmeiras com 19; em 5º, Vasco e Flamengo com 18; em 7º, Sport e Santos com 17; em 9º, Fortaleza com 16; em 10º, Athletico, Fluminense e Ceará com 14; em 13º, Atlético Goianiense e Grêmio com 13; em 15º, Corinthians com 12; em 16º, Coritiba, Bragantino e Botafogo com 11; e em 19º, Goiás e Bahia com 9 (saldo -7 dos baianos e -2 dos goianos).

Cruzeiro na zona de rebaixamento

Tanto dava para piorar depois de tomar 1 x 0 do Avaí na sexta passada que os resultados paralelos não ajudaram, especialmente os 2 x 2 do Guarani com o Figueirense (o Bugre chegou a ter 2 x 0 de frente) e os 3 x 2 do CSA sobre o Juventude - só do Oeste que não dava para esperar nada nesse sentido, tanto que deu Vitória por 3 x 1. Nenhuma partida de sábado e domingo ficou sem bola na rede, vide Brasil e Paraná ficarem no 1 x 1 e a Ponte Preta marcar 2 x 1 sobre o Confiança. Findada a 11ª rodada, CRB e América Mineiro abrirão hoje a 12ª.

A classificação mostra: em 1º, Cuiabá com 22; em 2º, Paraná e Ponte com 21; em 4º, Chapecoense e América com 18; em 6º, Vitória e Operário com 17; em 8º, Juventude e CRB com 16; em 10º, Náutico e Brasil com 14; em 12º, Avaí com 13; em 13º, Confiança com 11; em 14º, CSA e Figueirense com 10; em 16º, Guarani com 9; em 17º, Cruzeiro e Botafogo de Ribeirão Preto com 8; em 19º, Sampaio Corrêa (campeão maranhense no sábado ao ganhar do Moto Club por 2 x 0, conforme destaquei no "abre" da coluna de ontem) com 7; e em 20º, Oeste com 6.

Os destaques de ontem, anteontem e hoje

Campeonato Alemão 23 vitórias e 32 partidas depois, caiu o Bayern de Munique ao tomar 1, 2, 3, 4 x 1 do Hoffenheim. Assisti esse jogo e gostei bastante, o placar foi injusto demais e não diz a verdade da partida. O Bayern merecia ter feito mais uns 2 gols e o Hoffenheim poderia ter feito com ele o que o Bayern fez com o Barcelona na última Liga dos Campeões, tocar uns 8 sem a menor cerimônia. Uma belíssima matinê.

Campeonato Italiano Mesmo com um a menos na meia hora final, a Juventus contou com dobra do Cristiano Ronaldo para obter um 2 x 2 com a Roma. Mas o grande destaque ficou para a Internazionale em vitoriaça de 3 viradas sobre a Fiorentina: de 0 x 1 para 2 x 1, de 2 x 1 para 2 x 3 e de 2 x 3 para 4 x 3 na finaleira.

Campeonato Espanhol Suárez estreou dobrando logo de cara, 6 x 1 pro Atlético de Madrid sobre o Granada.

Campeonato Inglês Depois do primeiro gol pós-apito inicial de que se tem notícia, que resultou no pênalti decisivo dos 3 x 2 do Manchester United sobre o Brighton, tivemos o Manchester City tomando 5 x 2 em casa do Leicester, naquela que é a pior derrota de Guardiola em sua carreira de técnico (nunca um time dele tomara 5 gols).

Campeonato Turco Galatasaray e Fenerbahce ficaram num 0 x 0 manchado por minutos de paralisação logo no princípio do clássico, quando um sinalizador caiu no gramado por ser atirado por alguém do lado de fora, o que mostra que, infelizmente, não há pandemia que dê freio em rivalidades muitas vezes irracionais.

MLS Higuaín perdeu um pênalti na estreia e seu Inter Miami tomou 3 x 0 do Philadelphia Union.

Campeonato Paraguaio Treinado pelo Arce, o Cerro Porteño foi campeão fazendo 3 x 1 no River Plate.

Curtinhas Esportivas

Público nos estádios CBF e todos os clubes com exceção do ausente Flamengo (que defende o retorno já contra o Athletico no dia 4, antes de todo mundo e absolutamente fora de qualquer propósito) decidiram que isto ainda não acontecerá, o que é a única decisão possível neste e, sejamos sinceros, nos próximos momentos. Daqui a 15 dias, todos discutirão novamente quando isto poderá acontecer - convenhamos: em 2020 não tem como, não tem jeito, este país não oferece a mínima perspectiva de melhora nem digo a curto e sim a médio prazo.

Teliana Pereira encerra a carreira A tenista de 32 anos venceu dois WTA em 2015 (Florianópolis e Bogotá).

Poderia ser ainda pior, Lewis Hamilton 3º colocado no GP da Rússia vencido pelo Valtteri Bottas, o quase campeão da Fórmula 1 deste ano teve retirada a aplicação de 2 pontos pela punição de 10 segundos. Se ela acontecesse, o inglês ficaria a 2 pontos de tomar um gancho de uma corrida de ausência (12 pontos causarão isso).

Final da NBA começa quarta-feira Soubemos disso ontem ao término dos 125 x 113 do Miami Heat, que fechou em 4 x 2 a decisão do Leste contra o Boston Celtics. Eram 6 anos ausente do epílogo do melhor basquete do mundo, contra 10 de ausência do Los Angeles Lakers. Teremos LeBron James querendo uma "lei do ex".

Sintonia PB

Começa o tópico desta "24 Horas" que está antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:

Luto no rádio de SP Sei pelo Radioamantes que uma parada cardíaca vitimou aos 81 anos Wanderley Damico, apresentador do "Domingo Italiano", atração das 12h30 na Trianon AM. Ontem, foi reprisado o último programa feito por ele, no domingo anterior. Antes, uma introdução póstuma foi feita na voz de Adriana Cambaúva.

Aline Midlej brilhando na Rede Globo Foi no sábado, quando fez as entradas do "Criança Esperança" ao lado de Fábio Assunção nos intervalos noturnos - ela já pinta há alguns dias na tela do Plim-Plim exclusivamente nas antenas parabólicas com o "Brasil TV", jornal específico delas que passa às 19h15 (faixa do 2º "PraçaTV" nas filiais e afiliadas). A apresentadora da GloboNews vai ganhar de vez a rede aberta não demora muito, dúvida zero. A partir de hoje, ela entra no canal pago às 13h por cobrir férias da Maria Beltrão no "Estúdio i".

Desrespeito do Warner Channel Destaquei semana passada o especial de 25 episódios-piloto de 25 séries marcantes da história de 25 anos do canal, marcado para anteontem. O horário divulgado para início era 7h10, certo? E cada série tinha seu horário específico anunciado, certo? Pois bem: o especial começou às 6h25, 45 minutos antes do prometido - fora que em várias operadoras não constava a grade especial no guia eletrônico de programação. Quem ligava, por exemplo, às 7h10 para assistir "Supergirl" já a tinha perdido pois começava "Arqueiro", marcado para 8h. Por questão de sono destrambelhado não sei a quanto tempo total chegou o atraso até o fim da maratona, mas outro exemplo perfeito do desrespeito foi "Alf, o ETeimoso", marcado para 12h e iniciado às 11h10.

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna.

Bela do Dia: Fernanda Elnour

Fernanda Elnour, repórter da TV TEM (Globo) de Sorocaba na sucursal de Jundiaí. Bem representados os jundiaienses estão.

Datas em 0 ou 5

É um hábito desta "24 Horas" de bastante tempo e que será mantido aqui ao observar datas importantes que completam 5, 10, 25, 40, 65, 100 anos, enfim, sempre em 0 ou 5 pois é como consigo me organizar melhor. As desta segunda, 28 de setembro, são estas:

*70 anos de Amaury Jr., o principal colunista social da televisão brasileira, atualmente na RedeTV! em segunda passagem após a primeira de 2002 até 2017, que começou a fazer o "Flash" na Gazeta de SP em 1982 e mudou-se no ano seguinte para a Bandeirantes, onde ficou até 2001, quando transferiu-se para a Record e dali para a RedeTV!, onde só não está consecutivamente há 18 anos por ter voltado para a Band entre 2018 e 2019.

*60 anos de Jennifer Rush, cantora famosa pela canção "The Power of Love", regravada por Céline Dion e, aqui no Brasil, eternizada por Rosana na versão nacional "O Amor e o Poder".

*50 anos de Gualter Salles, ex-piloto de categorias como Fórmula Indy, Fórmula Mundial e Stock Car.

*40 anos de Alan Jones campeão da Fórmula 1 ao vencer o GP do Canadá.

*25 anos da morte de Lúcia Helena, nascida em 1916 e uma das primeiras radialistas mulheres do Rio de Janeiro, destacando-se a partir da década de 1940 em emissoras como Nacional e, especialmente, Globo.

*10 anos da morte de Arthur Penn, cineasta nascido em 1922 e diretor de filmes como "Caçada Humana", "Uma Rajada de Balas" e "Pequeno Grande Homem".

Arremate

Coronavírus já vitimou no Brasil quase 142 mil dos mais de 4 milhões e 700 mil infectados. Força e solidariedade.

"24 Horas" volta rezando que um dia este mal cesse ou diminua drasticamente.

Torneios de futebol, todas as modalidades e variedades não-esportivas.

Destaques da imprensa esportiva. O que acontece em TV, rádio, jornal e web.

Podcasts com pitacos sobre os esportes e outros registros interessantes.

Convidados escrevem sobre temas de agora no futebol e em todos os esportes.

Para entender o presente, é preciso conhecer o passado. Aqui se faz isso.

Teste de conhecimentos com direito a charadas e perguntas "pega-ratão".

Verde para o bom, vermelho para o ruim e amarelo para chamar a atenção.

Gente do esporte dá dicas de livros, filmes, música, culinária e mais.