Desde 02/06/2003 Criação, produção e edição: Edu Cesar


papodebola@gmail.com


papodebola


sitepapodebola


edupapodebola


(51) 99843-7700

SOBRE ESTA SEÇÃO
O editor Edu Cesar comenta os resultados dos campeonatos de futebol e o dia-a-dia dos clubes. Destaque para o que de principal ocorre em todas as modalidades e ainda os tópicos não-esportivos "Sintonia PB", "Clipe do Dia" e "Bela do Dia".
 
LEIA AQUI as colunas anteriores VEJA AQUI as "Belas do Dia" anteriores
 
Sexta, 28 de fevereiro de 2020
A "derrota vitoriosa" do Independiente



O futebol é cruel muitas vezes. Ontem, mais uma delas calou quase todos os 52 mil torcedores presentes no Castelão e fez a alegria de uns poucos adeptos in loco. O Fortaleza lutou muito e chegou a abrir um 2 x 0 ao mesmo tempo ótimo na vantagem e perigoso na mesma pois um gol e os argentinos se classificariam pela regra do gol fora valer desempate. Aconteceu logo aos 47 minutos do 2º tempo. Claro que os cearenses ainda poderiam marcar mais uma vez e aí ficaria 3 x 2 totais e a vaga seria sua. Mas reagir tão em cima da hora assim, no estado de "balde de água gelada" que tomou conta de todo mundo, não teria como nem mesmo com o magnífico exemplo do Paraná na noite anterior pela Copa do Brasil. Quem venceu se deu mal. Quem perdeu se deu bem. O "Rey de Copas" segue na Sul-Americana.

Pelo apoio notado nas próprias redes sociais durante o jogo - menos, evidentemente, dos torcedores do Ceará -, o Fortaleza cair fora assim gerou lamentos demais de muitos torcedores até de outros times, que se queixaram da regra do gol fora valer desempate, que a Conmebol adota há anos, anos e anos ao longo dos seus torneios, menos sabe-se lá por quais motivos nas finalíssimas. O Tricolor do Pici foi a 2ª vítima brasileira da regra neste ano, a outra sendo o Fluminense contra o Unión La Calera, que tirou proveito dela diante da Chapecoense no ano passado, quando o Flu também caiu por causa dela diante do Corinthians, vítima da regra há poucos dias na Libertadores contra o Guaraní do Paraguai - também na Sul-A de 2019, o Santos foi eliminado assim pelo River Plate do Uruguai.

No mais, o Independiente mais uma vez "deu um crau" no futebol brasileiro, o que soma este do Fortaleza a outros tantos insucessos ao longo da história: os do Santos nas oitavas da Libertadores de 2018 (irregularidade do Sanchez à parte) e na semifinal de 1964; os do Flamengo nas finais da Sul-Americana de 2017 e da Supercopa de 1995; o do Goiás na final da Sul-A de 2010; o do Grêmio na final da Libertadores de 1984; o do Cruzeiro na semifinal da Libertadores de 1975; os do São Paulo na final da Libertadores de 1974 e na semi de 1972; e o do Palmeiras nas quartas da Liberta de 1961. Raras quedas foram para a dupla porto-alegrense em três Recopas Sul-Americanas, tanto para o Internacional em 2011 quanto para o Grêmio na base do "juros e correção monetária" em 1996 e 2018.

Finalizada esta 1ª fase, a Copa Sul-Americana agora dá um tempo pois só voltará após o término dos grupos da Libertadores, dos quais receberá os 8 terceiros colocados e os dois melhores eliminados da 3ª e última prévia, que já sabemos serem Tolima e Tucumán. O Brasil arrancou com 6 representantes e classificou somente dois: o Vasco, com sufoco, e o Bahia, com facilidade. Fortaleza, Goiás, Atlético Mineiro e Fluminense caíram fora. Aliás, é um começo de ano encrespado (não no sentido maravilhoso de cabelos lindíssimos tipo o da Aline Aguiar e sim negativo de missões mal sucedidas) para muitos clubes da Série A pois esses 4 se deram mal na Sul-A, o Corinthians caiu fora ainda na 2ª prévia da Libertadores e Galo, Bahia, Coritiba e Sport foram eliminados na Copa do Brasil.

Acabaram as prévias da Libertadores

Com os 2 x 1 de ontem e 3 x 1 totais do Guaraní sobre o Palestino, temos fechados todos os quadrangulares da fase "quente" do torneio. Os grupos: A com Barcelona, Flamengo, Independiente del Valle e Junior; B com Bolívar, Guaraní, Palmeiras e Tigre; C com Athletico Paranaense, Colo Colo, Jorge Wilstermann e Peñarol; D com Binacional, LDU, River Plate e São Paulo; E com América de Cáli, Grêmio, Internacional e Universidad Católica; F com Alianza Lima, Estudiantes de Mérida, Nacional do Uruguai e Racing; G com Defensa y Justicia, Delfin, Olimpia e Santos; e H com Boca Juniors, Caracas, Independiente Medellin e Libertad. A 1ª rodada terá na terça-feira seu dia mais recheado: 19h15 com Inter x Católica e Defensa x Santos; e 21h30 com Athletico x Peñarol e América x Grêmio. Na quarta tem Tigre x Palmeiras às 19h15 e Junior x Fla às 21h30. Por fim, Binacional x São Paulo às 21h da quinta.

Gol de menos e pênalti de mais na Copa do Brasil

Quase 200 minutos somando Porto Alegre e Campinas (sim, né, com isso de agora quase todos os tempos de tudo quanto é partida irem até 48, 49, 50 ou 51 minutos) e nada de bola na rede. Aqui, o São José teve em Fábio seu herói com uma defesaça nos minutos finais, um pênalti convertido e dois defendidos. 5 x 4 sobre uma Chapecoense que continua calamitosa em seu pior ano dentro de campo em muito e muito tempo - nem no 2017 da reconstrução após a tragédia aérea foi tão difícil (muito ao contrário: foi campeã estadual e se classificou para a Libertadores). Já em SP, Roger tem que dar graças a Deus do Vila Nova ter tido um erraço decisivo que facilitou os 5 x 3 do avanço de sua Ponte Preta. Na etapa complementar, teve uma hora que ele saiu na cara do goleiro, era cortá-lo e bater no alvo. Pois trocou isso pela tentativa de cavar um pênalti. O juizão não caiu na dele. Essa irresponsabilidade sem tamanho mereceria uma invasão do presidente de contrato em mãos para rasgá-lo na frente do jogador. Me irritei demais.

Pensando na 3ª fase, o panorama que temos é este entre confrontos já definidos, alguns com um time confirmado e outros sem nada definido ainda: América de Natal x Juventude, Botafogo do RJ x Paraná, Brusque x Brasil de Pelotas ou Manaus (próxima 4ª), Boa Esporte ou Cruzeiro (próxima 4ª) x CRB, Fluminense x Botafogo da PB (próxima 4ª) x Figueirense, São José x Atlético Goianiense ou Santa Cruz (próxima 4ª), Vitória ou Lagarto (próxima 5ª) x Ceará, Afogados da Ingazeira x Ponte Preta, Vasco ou ABC (próxima 5ª) x Santo André ou Goiás (próxima 4ª) e Operário de Ponta Grossa ou América Mineiro (próxima 5ª) x Ferroviária. A 3ª fase já será em ida e volta.

Destaques do futebol ontem, hoje e amanhã

Copa do Nordeste (5ª rodada) O Vitória fez 2 x 1 no CRB com "lei do ex" ao dobrado via Léo Ceará e Alisson Farias, enquanto Náutico e ABC ficaram no 1 x 1. O Grupo A está assim: em 1º, Botafogo da Paraíba com 9; em 2º, Fortaleza e Bahia com 8; em 4º, Sport com 6; em 5º, CRB e ABC com 5; em 7º, River com 4; e em 8º, Freipaulistano com 2. Cenário do B: em 1º, Confiança com 13; em 2º, Vitória com 9; em 3º, Náutico com 8; em 4º, Imperatriz e Santa Cruz com 7; em 6º, América de Natal com 6; em 7º, Ceará com 5; e em 8º, CSA com 1. Próxima rodada toda na próxima semana, como sempre muito desmembrada: na terça, River x Ceará; na quarta, CRB x Náutico; no sábado, Bahia x Confiança, Sport x Santa, Fortaleza x CSA e Botafogo x Imperatriz; e no domingo, Frei x América e ABC x Vitória.

Campeonato Paulista (8ª rodada) Noite de Guarani x Água Santa e Red Bull Bragantino x Ituano, interesse direto do Corinthians após o empate com o Santo André. O Grupo D tem neste momento Bugre com 9 pontos e saldo 3, Timão com 9 pontos e saldo 2, mais o BragaBull com 8 pontos e saldo 0. Muita coisa pode mudar... ou não.

Campeonato Gaúcho (1ª rodada do 2º turno) Amanhã tem matinê na Arena com Grêmio x Juventude às 11 "da madrugada". Espero muita emoção nas homenagens que certamente serão rendidas a Valdir Espinosa.

Copa Libertadores Sub-20 (semifinal) Flamengo eliminado, deu Del Valle por 5 x 4 nos pênaltis após 1 x 1 no tempo normal. O júnior não repetiu o profissional. Só não me venham com papinho furado de "vingança", pelo amor!

Curtinhas Esportivas

Campeonato Brasileiro 2020 A 1ª rodada, em 2, 3 e 4 de maio, terá Botafogo x Bahia, Corinthians x Atlético Goianiense, Coritiba x Internacional, Flamengo x Atlético Mineiro, Fortaleza x Athletico Paranaense, Goiás x São Paulo, Grêmio x Fluminense, Palmeiras x Vasco, Santos x Red Bull Bragantino e Sport x Ceará.

Os clássicos do Brasileirão No primeiro turno: 5ª rodada em 30 e 31 de maio e em 1º de junho com Flamengo x Botafogo, Palmeiras x Santos e Goiás x Atlético Goianiense; 6ª rodada em 10 e 11 de junho com Fluminense x Vasco e São Paulo x Corinthians; 7ª rodada em 13, 14 e 15 de junho com Ceará x Fortaleza; 9ª rodada em 20, 21 e 22 de junho com Fluminense x Flamengo e Corinthians x Palmeiras; 10ª rodada em 24 e 25 de junho com Botafogo x Vasco, Santos x São Paulo e Athletico Paranaense x Coritiba; 13ª rodada em 4, 5 e 6 de julho com Botafogo x Fluminense e Grêmio x Internacional; 14ª rodada em 8 e 9 de julho com Corinthians x Santos; e 15ª rodada em 11, 12 e 13 de julho com Vasco x Flamengo e Palmeiras x São Paulo. Dias e horários certinhos só mais à frente.

Decisão correta A de proibir vendas de mando de campo. Muita gente fez recurso disso nos últimos anos sobretudo para lucrar em cima das grandes torcidas dos adversários pelas suas próprias não darem retorno suficiente, o que causou diversos desequilíbrios técnicos. Não tem nada a ver com o Flamengo agora, com os paulistas no passado, enfim, nada em específico contra ninguém. Quem lê estes escritos de longa data sabe muito bem que sempre desci o sarrafo nisso, que sempre achei uma patifaria. Antes Tardelli do que nunca, como diria o Wagner.

Portões fechados no Campeonato Italiano Consequência do coronavírus, que tá causando um estrago terrível. O futebol não escapou dele, vide Juventus x Internazionale neste domingo ser com portões fechados.

Suspenso por 8 anos O nadador chinês Sun Yang, campeão olímpico dos 400 e dos 1.500 metros nos Jogos de Londres em 2012. Ele destruiu com marteladas um controle antidoping fora de competição, em 2018.

Novo secretário de esportes Marcelo Reis Magalhães assumiu o cargo em substituição ao exonerado general Décio dos Santos Brasil. A pasta está vinculada ao ministério da cidadania, de Onyx Lorenzoni. É o 3º secretário esportivo do governo do presidente Jair Bolsonaro - o 1º foi o general Marco Aurélio Vieira.

Sintonia PB

Começa o tópico desta "24 Horas" que está antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:

Saída na reportagem da RBS TV Mateus Marques apareceu hoje pela última vez nos noticiários da afiliada da Globo, na qual estava havia 6 anos, metade deles em Pelotas e a outra metade aqui em Porto Alegre. Ele informou nas redes sociais que começará uma nova trajetória profissional em breve. Resta saber onde e a partir de quando, além de restar saber como a RBS preencherá sua saída, se puxará alguém do interior ou se contratará das concorrentes.

Marcelo Cosme com meia hora a mais Sabe aquilo de mudanças na GloboNews a partir da próxima segunda? A Cristina Padiglione tinha dado uma letra sobre isso, mas sem entrar nos detalhes trazidos hoje pelo Daniel Castro. O principal deles: o "GloboNews em Pauta", comandado pelo conterrâneo, passará a ter 2 horas de duração e continuará começando às 20h, mas agora entregando diretamente para o "Jornal das 10". Os semanais gravados de entrevistas sairão da faixa das 21h30 e passarão para a das 23h à meia-noite. Além disso, haverá boletins financeiros com especialistas do Valor Econômico direto de sua redação ao longo do dia entre 6h e 20h.

Bruna Ostermann na CNN Brasil Já se sabia disso há quase 2 meses, desde o dia 6 do mês passado, antecipado que efetivamente foi pelo "guru" Flávio Ricco, crédito a quem merece - ressalto isso pois ontem o portal Coletiva disse ter antecipado esta novidade da ex-repórter do SBT, o que não é verdade pois seu primeiro destaque sobre isso veio apenas no dia 20, duas semanas depois do Ricco na coluna do UOL e dos "trocentos" jornais onde escreve. Enfim, só ressalto isso por achar necessária a questão de justiça, nada além disso. Bom, falando da Bruna: a dúvida que ainda havia (e aí essa ninguém tinha dado até agora) era sobre qual seria seu local de trabalho, visto que vários profissionais foram adquiridos em centros de Sul e Nordeste para trabalharem em São Paulo ou Rio de Janeiro. Pois nem uma e nem outra destas praças, nem mesmo Brasília. Ela será a correspondente do novo canal noticioso aqui em Porto Alegre mesmo, o que elimina a dúvida sobre quem faria a reportagem gaúcha da CNN, já que se tem reportado que ela terá jornalistas nas principais metrópoles do país. Gostei muito, estaremos demais de bem representados.



Larissa Alvarenga é da CNN Bomba do fim desta manhã, trazida pelo Flávio Ricco. A repórter e apresentadora substituta do "Fala Brasil" deixou a Record após quase 1 década de São Paulo e filiais de Santos e Franca. Larissa seguirá o mesmo destino do seu marido Roberto Munhoz, que era editor-chefe do "Balanço Geral Manhã" paulistano e que também foi contratado pelo novo canal noticioso, que iniciará operações no dia 9. Claro que a ausência dela será sentida pelo telespectador da Record, mas não haverá prejuízo numérico com sua saída tanto porque evidentemente sua perda será reposta não demora muito quanto porque o "Fala Brasil" tem diversas substitutas para as titulares Salcy Lima e Roberta Piza, em quantidade bem suficiente para manutenção de rodízio.

Mariana Godoy de volta aos telejornais Mas não é por alguns dias apenas, agora é de vez. Leio no Flávio Ricco que ela foi efetivada titular do "RedeTV! News" em dupla com Boris Casoy, o que passará a valer a partir da próxima segunda. É seu retorno à bancada de um noticiário após mais de 5 anos, desde que saiu da Globo quando fazia o "Jornal das 10" na GloboNews. Mas e quanto à Amanda Klein, que está por voltar de licença-maternidade? O "guru" completa: ela será colunista de política do "News" e continuará apresentando o "É Notícia" nas viradas de terça para quarta-feira, à 1h. O "Mariana Godoy Entrevista" também não muda, firme e forte às sextas-feiras.

Carnaval Globeleza Apuração do desfile do Rio de Janeiro explodindo por lá na quarta-feira, "Ipobre" de fabulosos 39 pontos e 68% de participação. São Paulo também curtiu muito, 19 pontos e 33%, melhor índice em 11 anos.

Bandeirantes alaranjada A grade da semana que vem confirma para dia 7 a estreia de "Orange is the New Black", a série presidiária produzida pela Netflix que durou 91 episódios em 7 temporadas - e que, nestes tempos onde não há mais valorização de títulos brasileiros (por mais esdrúxulos que em fato alguns fossem), passará com o mesmo nome original só porque o veículo original não fez uma tradução ou versão em português, igual era comum no meu tempo (sim, já estou velho o suficiente para falar em "meu tempo", haha). A estreia da série será às 23h do sábado com o episódio "Eu Não Estava Pronta" logo após "Operação Implacável" e antes das lutas do SFT.

Recordista mais recordista ainda E isso que falarei de uma série que não passou na Record e sim que em breve estreará na Bandeirantes. Claro, é "Lei e Ordem - Unidade de Vítimas Especiais" (que o Universal TV, mais teimoso que o E.Teimoso do Alf, insiste em chamar pelo título original mesmo havendo uma tradução literal em "brasileirês" também porque o telespectador atual não ajuda em nada ao não se rebelar contra isso, humpf... rs). A temporada atual já faz história por ser a 21ª, o que lhe torna a série mais duradoura da história dos EUA, mas a marca será bem ampliada pois renovaram sua produção por mais 3, o que lhe fará chegar aos 24 anos de duração. Para se ter ideia: a protagonista Mariska Hargitay, que começou a encarnar Olivia Benson quando tinha 35 anos, terá 59 se continuar a ser a única de todo o elenco a participar de rigorosamente todos os episódios, um fato notável e espetacular. O 2º mais duradouro é Ice-T, o detetive Tutuola, que só entrou no 2º ano. Mas Dick Wolf não está em incrível fase apenas com "Lei e Ordem". A franquia "Chicago" também tá que tá pois todas as 3 séries também foram renovadas por mais 3 anos - e essas, sim, quem transmite na TV aberta é a Record, voltando ao trocadilho do título do tópico. "Heróis Contra o Fogo" (Fire) irá aos 11 anos, "Distrito 21" (PD) aos 10 e "Atendimento de Emergência" (Med) aos 8. Sem igual!

"Time dos sonhos" das reformas Será o do programa que estreará no Discovery Home & Health na próxima terça, às 22h20: "Mulheres à Obra", que reunirá 4 damas familiares do público deste que, de 2 anos para cá, virou para mim um canal tão obrigatório quanto os de esporte e jornalismo, eh, eh... É uma competição de reforma de casas que oporá Alison Victoria ("Alison e Donovan: Reformando com Estilo"), Jasmine Roth ("Reforma Personalizada"), Leanne Ford ("Reforma dos Sonhos com os Irmãos Ford") e Mina Starsiak ("Reforma em Família com Karen e Mina"). Cada uma terá 1 mês - dizem 4 semanas, mas já "arredondo" para 1 mês por força do hábito e pronto, haha - e 175 mil verdinhas para deixar uma casa recém-construída com a cara de cada uma, ao gosto pessoal. Se tem competição, tem que ter um juiz. E não será qualquer juiz: é Drew Scott ("Irmãos à Obra"). Serão 4 episódios certamente imperdíveis mesmo para quem já souber quem ganhou esta atração exibida entre outubro e novembro do ano passado.

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna.

Clipe do Dia

O carnaval já acabou, mas é preciso retomá-lo como assunto pois hoje completa 85 anos a morte da autora da primeira marchinha carnavalesca: Chiquinha Gonzaga, nascida em 1847 e que também foi a primeira pianista chorona e a primeira maestrina brasileira. Sua trajetória ficou mais conhecida do grande público em 1999 por causa da minissérie da Globo, na qual Gabriela e Regina Duarte a interpretaram - por sinal: exatamente hoje, foi rescindido após mais de 5 décadas o contrato da agora secretária de cultura do governo de Jair Bolsonaro com a emissora, da qual é uma de suas estrelas mais históricas. Mas voltemos à Chiquinha: há quase 8 anos, o dia de seu aniversário (17 de outubro) é considerado o Dia da Música Popular Brasileira. E vamos ao tema histórico, que há 15 anos passou a ser de domínio público e que teve célebre gravação de Dircinha e Linda Baptista em 1971: "Ó Abre Alas".



Datas em 0 ou 5

É um hábito desta "24 Horas" de bastante tempo e que será mantido aqui ao observar datas importantes que completam 5, 10, 25, 40, 65, 100 anos, enfim, sempre em 0 ou 5 pois é como consigo me organizar melhor. Algumas não entrarão nesta coluna por ganharem edições à parte na nova seção independente "Raridade Rara".

Os registros de 28 de fevereiro no esporte, no jornalismo geral e nas artes apontaram estas ocorrências:

*100 anos do nascimento de Virginia Lane, ex-vedete e atriz falecida em 2014 e atuante no Cassino da Urca, no Rio de Janeiro, e em diversos filmes das produtoras Cinédia e Atlântida.



*75 anos do nascimento de Bubba Smith, ex-jogador de futebol americano e ator falecido em 2011. As gerações a partir da minha jamais esquecerão dele pelo hilário gigantão Moses Hightower - ou Moisés Jamanta, na dublagem da 1ª produção - dos 6 filmes de "Loucademia de Polícia" (por sinal: o 2º deles passará no canal TCM tanto hoje, às 13h40, quanto amanhã, às 10h30, e o mesmo canal exibirá o 4º no domingo, às 14h05). Mas Bubba está na história também na bola oval pois foi campeão do Super Bowl - e não foi de qualquer um: foi do 5º, em janeiro de 1971, o primeiro da fusão entre AFL e NFL num campeonato só. Seu time era o Colts, então em Baltimore e hoje em Indianapolis, que aplicou 16 x 13 no Dallas Cowboys. O riso e o futebol americano se juntaram em dois episódios de uma série clássica, a minha favorita, "Um Amor de Família". Bubba atuou inicialmente no 5º ano, em 1991, como um antigo adversário do agora segurança da Polk High, Al, que tomava o troféu da famosa final na qual o patriarca dos Bundy fizera os tais e tantas vezes mencionados 4 touchdowns em um só jogo e o desafiava para uma última disputa pessoal que valeria a taça de vez. Esse episódio passou na Bandeirantes com a dublagem clássica da SC São Paulo. O outro é de uma fase que a emissora aberta não transmitiu e que só assistimos pela exibição em horário nobre no canal Sony, com legendas. Foi em 1994, no 9º ano, quando interpretou a si mesmo em episódio no qual outro antigo rival de Al desafiava o time dele na Polk High para um jogo - só que o rival jogava sujo: chamava craques do football pro seu lado.

Bela do Dia: Perdita Weeks

Perdita Weeks, atriz que interpreta a Higgins da série "Magnum" na versão atual vinda desde 2018. Difícil resistir a ela, né, Thomas?

*70 anos do nascimento de João Carlos Barroso, falecido no ano passado. Foram mais de 4 décadas de atuações em humorísticos como "Chico City" e "Zorra Total", além de "trocentas" novelas, como "Roque Santeiro" e a atualmente resgatada pelo Viva "O Clone", na qual interpretou Severino.

*65 anos de Gilbert Gottfried, comediante dos 3 filmes "O Pestinha". É aquele da cara gozada com voz alta e irritante pra chuchu. O melhor ator possível para os piores chatonildos inimagináveis.

*35 anos de Jelena Jankovic, tenista que obteve a façanha de ser nº 1 do mundo em 2008 mesmo sem jamais ter vencido um Grand Slam em simples - no máximo foi vice, no próprio ano referido, dos EUA. Campeã de Slam ela foi em duplas mistas, ao lado de Jamie Murray em Wimbledon 2007.

*15 anos da morte de Antônio Carlos Pires, ator nascido em 1927 e que é pai da Glória Pires, com a qual atuou no filme "O Quatrilho". Surgido em humorísticos do rádio e presente em muitas novelas de diversas emissoras, ainda hoje é lembrado por muitos pelo eterno Joselino Barbacena, da "Escolinha do Professor Raimundo".

Arremate

Aubameyang: de herói a vilão. Arsenal eliminado da Liga Europa do jeito que foi. Sacumé... "Arsenada". (risos)

"24 Horas" volta antes que o Olympiacos consiga outra vitória tão memorável quanto essa!

Torneios de futebol, todas as modalidades e variedades não-esportivas.

Destaques da imprensa esportiva. O que acontece em TV, rádio, jornal e web.

Podcasts com pitacos sobre os esportes e outros registros interessantes.

Convidados escrevem sobre temas de agora no futebol e em todos os esportes.

Para entender o presente, é preciso conhecer o passado. Aqui se faz isso.

Teste de conhecimentos com direito a charadas e perguntas "pega-ratão".

Verde para o bom, vermelho para o ruim e amarelo para chamar a atenção.

Gente do esporte dá dicas de livros, filmes, música, culinária e mais.