.


.

  24 Horas
  Papo de Mídia
  Academia Esportiva
  Papo Especial
  Especiais PB
  O Jogo da Minha Vida
  Rádio PB
  PB Interativo
  Sites Parceiros
 

OFERECIMENTO

.

ATENÇÃO: página melhor visualizada em 1024 x 768 - Seja bem vindo ao PAPO DE BOLA - O SITE!

.

24 HORAS
Futebol, esportes, sintonias e belas

.

Sexta, 24 de julho de 2015 - ANO 12, EDIÇÃO 200
Que tal almoçar assistindo futebol... no estádio?

O horário das 11 da manhã tem emplacado no Campeonato Brasileiro e se tornou uma iniciativa de sucesso a ponto de, a partir deste fim de semana, ter duas partidas nesta faixa com Santos x Joinville na Vila Belmiro e Chapecoense x Fluminense na Arena Condá. Mas que tal unir o útil ao agradável? Fazer um lanche assistindo o jogo sempre vem para o bem, mesmo que às vezes o preço do mesmo seja consideravelmente doído.

Por isso que achei da hora essa iniciativa do Vitória para seus jogos na Copa Espírito Santo, pela qual atuará enquanto mandante sempre às 10 e meia da manhã dos domingos a partir deste fim de semana, quando terá o Espírito Santo pela frente. Entrevistado pelo "Bola Dividida" da Rádio Gazeta AM, o presidente alvianil Nicodemus Venturini revelou uma ação de marketing: distribuídos serão para quem comprar um ingresso para assistir a peleja de depois de amanhã no Estádio Salvador Costa (20 "dilmas" a inteira e 10 a meia) nada mais e nada menos que... 1.000 pratos de frango com polenta e macarrão! O vivente na arquiba vê o jogo e ainda almoça!

Como falei outro dia nesta "24", não acho inválido recorrer a promoções e iniciativas diferenciadas para chamar os torcedores para os estádios e acho que deveria ser sempre assim. Arquibancada sem gente tira boa parte da graça da contenda, por mais atrativa que seja. Ainda nessa linha: citei Chape x Flu como uma das matinês da Série A nesta rodada. Pois nela também haverá algo assim: uma "mateada" com a torcida, marcada para 8h30 no Ginásio Ivo Silveira, que lançará a erva-mate própria do clube. O torcedor levará uma cuia e uma bomba, com a erva-mate e a águia sendo oferecidas pelo Verdão do Oeste, além de guarda-volumes. Outra ideia legal.

Os públicos do meio de semana

Antes que se estranhe a arrecadação baixa em Juiz de Fora: teve promoção feita pelo Galo Carijó, foi isso.

15.020 (17.122) / R$ 524.444,00 (R$ 34,91) - América de Natal 2 x 3 Vasco (Copa do Brasil) - Arena das Dunas, Natal (RN)
10.460 / R$ 125.098,00 (R$ 11,95) - Bahia 2 x 0 Paysandu (Copa do Brasil) - Pituaçu, Salvador (BA)
9.746 / R$ 276.341,00 (R$ 28,35) - Criciúma 0 x 1 Grêmio (Copa do Brasil) - Heriberto Hulse, Criciúma (SC)
9.076 (9.372) / R$ 22.952,00 (R$ 2,52) - Tupi 1 x 2 Ceará (Copa do Brasil) - Mário Helênio, Juiz de Fora (MG)
8.370 / R$ 192.185,00 (R$ 22,96) - Santos 3 x 1 Sport (Copa do Brasil) - Vila Belmiro, Santos (SP)
3.780 (4.935) / R$ 128.285,00 (R$ 33,93) - ABC 0 x 1 Corinthians (Amistoso) - Frasqueirão, Natal (RN)
3.086 / R$ 43.660,00 (R$ 14,14) - Ponte Preta 2 x 1 Coritiba (Copa do Brasil) - Moisés Lucarelli, Campinas (SP)
2.557 / R$ 26.380,00 (R$ 10,31) - Macaé 0 x 0 Paraná (Brasileiro Série B) - Moacyrzão, Macaé (RJ)

Destaques da Série B esta noite

América Mineiro x Boa Esporte (3° com 24 x 17° com 12) - Embate das alterosas no qual o Coelho chega de uma derrota, mas quer fazer prevalecer a tese do "caiu no Horto, tá morto" (ainda que falemos do América e não do Atlético, que há 2 anos hoje fechados vencia a Libertadores no Mineirão), vencedor que foi das últimas 6 jornadas ali realizadas. Desempenho excepcional do América no Independência em 2015: são 10 vitórias, 3 empates e só uma derrota (para o Cruzeiro). Seu técnico em boa parte do ano passado hoje lidera os Bovetas. A equipe do Moacir Júnior não ganha há 4 desafios e venceu um dos últimos 8, sem triunfar há 5 visitas. Aliás, o Boa tá mais para Má fora de casa nesta temporada: 5 derrotas, 8 empates e uma vitória (sobre o Mogi Mirim).

Bragantino x Atlético Goianiense (11° com 16 x 19° com 9) - O Massa Bruta ganhou um jogo dos últimos 5 e perdeu todos os demais. Já o Dragão, que nesta semana demitiu o treinador Jorginho, não se dá bem há 6 realizações e venceu uma das últimas 11. Fora de casa, se dá mal há 9 pelejas e perdeu as últimas 8.

Curtinhas

*Procuradoria do STJD pedindo abertura de inquérito contra os tais "acordos de cavalheiros" pelos quais atletas emprestados por clube A para clube B não podem atuar quando ambos se enfrentarem. Citado é o artigo 33 do Regulamento Nacional de Registro e Transferência de Atletas de Futebol, surgido neste ano, e que proíbe acordos ou ajustes que impeçam emprestados de se defrontarem contra as agremiações às quais originalmente vinculados. Na lista de jogos citados, tem até Flamengo 0 x 3 Corinthians com a história de Guerrero e Sheik, que não foram emprestados e sim vendidos pelos paulistas para os cariocas, mas que também teve "acordo". Não consta que isso resulte em perda de pontos no campeonato, mas sim multas de 100 a 100 mil mangos.

*As outras partidas citadas pela procuradoria no pedido de inquérito: Palmeiras 0 x 1 Goiás (Felipe Menezes é palestrino e está no Esmeraldino), Atlético Mineiro 3 x 0 Vasco (Serginho é atleticano e está no Cruzmaltino), Internacional 2 x 0 Coritiba (Wellington Paulista era colorado e estava no Coxa), Vasco 1 x 3 Cruzeiro (Riascos é cruzeirense e está no Cruzmaltino), Atlético Mineiro 2 x 1 Sport (André é atleticano e está no Leão) e Flamengo 1 x 0 Grêmio (Pará é gremista e está no Mengão e Erazo é flamenguista e está no Tricolor). Uma coisa eu acho: os "acordos de cavalheiros" passam da conta muitas vezes. Se o clube tal empresta um jogador para aquele outro, é por não senti-lo necessário naquele momento. Mas se ele fosse tão importante assim, seria mantido ao invés de repassado adiante. Muito mais me soa tal ato como "medo amedrontado" que outra coisa.

*Entrevistado pelo "Timeline" da Rádio Gaúcha, Rafael Sobis disse que seu filho de 4 anos foi ameaçado ao ver a ida do seu Tigres contra o Internacional, no Beira-Rio, quando gritou "papai, papai!" no camarote onde estava e um senhor disse que, se o guri gritasse de novo, iria ao camarote para atirá-lo dali. Gente estúpida. Bah!!!

*Tribunal Regional do Trabalho condenando o Inter a pagar 50 mil notas ao Adriano Gabiru pelo uso da imagem dele após a conquista mundial de 2006, quantia considerada de natureza salarial quando deveria ser remunerada pelo direito de imagem. Também o clube deverá, por esta decisão, pagar parcelas de salários consideradas pela juíza Anita Lubbe "mascaradas" como direitos de imagem. Claro que o Colorado deverá recorrer ao TST.

*Henrique não é mais atacante do Cruzeiro e vai jogar no Vitória de Guimarães, com quem fechou por 1 ano.

*Segue a expectativa pelo nome do Hernane no BID da CBF. Nada ontem. Será que hoje o Sport finalmente terá o Brocador constado no bendito boletim para finalmente estreá-lo depois de "sete" meses?

*Idas e vindas de zagueiros no Bahia: enquanto Titi vai para a Turquia, Gabriel Valongo chega do Campinense.

*Não será contra o Bahia, amanhã, que Ricardo Gomes estreará na casamata do Botafogo. Também na terça Jair Ventura ali estará diante do Criciúma. A estreia será no sábado da semana que vem, contra o Luverdense.

*Pode dar clássico catarinense na decisão da Taça Belo Horizonte de Juvenis, garantidos na semifinal que estão Avaí e Figueirense. Definição acontecendo no começo desta sexta-feira com o Leão da Ilha aguardando Atlético Mineiro ou Corinthians e o Furacão do Estreito esperando Atlético Paranaense ou Flamengo.

*Ginástica artística: confirmada pelo comitê executivo da FIG uma etapa brasileira da Copa do Mundo no ano que vem. Será a antepenúltima de 8 totais, marcada para de 20 a 22 de maio, em Sampa City.

*Handebol: confirmados os participantes do Super Globe (Mundial) para de 7 a 10 de setembro, no Catar. Um deles é o Taubaté, campeão pan-americano na disputa deste ano, que aconteceu no próprio Vale do Paraíba. Os outros são o espanhol Barcelona (atual campeão mundial), o húngaro Veszprém, o alemão Fuchse Berlin, o tunisiana Club Africain, o australiano Sydney University e os anfitriões Al-Saad e Lekhwiya.

*Vôlei: depois de tomar 3 x 0 da Rússia (25/19, 28/26 e 25/19), o Brasil faz nesta sexta-feira sua terceira partida no hexagonal decisivo do Grand Prix. Não dá para desperdiçar a chance de ganhar do Japão!

*Fórmula 1: amanhã pela manhã tem a classificação do GP da Hungria, primeiro após a morte do Jules Bianchi e, por isso mesmo, uma prova que promete um clima pouco alegre devido à consternação geral.

*Mundial de Esportes Aquáticos iniciando hoje na Rússia, 16ª edição. 190 países presentes com 2.650 atletas disputando natação, nado sincronizado, saltos ornamentais, polo aquático, salto de penhasco e maratonas aquáticas. Os prezados Patrícia Angélica e Flávio Barbosa curtirão intensamente cada dia até 9 de agosto.

Curtinhas do Pan

*Brasil fora da final do futebol masculino por perder de virada para o Uruguai. Merece a hashtag #1950feelings, não? Resta o terceiro lugar contra o México, que venceu o Panamá (espero que sem roubo igual à Copa Ouro).

*Basquete masculino: Brasil na semifinal hoje contra a República Dominicana após fazer 93 x 83 nos EUA.

*Handebol feminino: brasileiras decidindo hoje diante da Argentina.

*Vôlei: na primeira de duas semifinais Brasil x Porto Rico, nossas mulheres ganharam por 3 x 2 (18/25, 24/26, 25/22, 25/19 e 15/11) para decidirem amanhã contra os EUA. Que hoje os homens tenham igual sorte.

*Softbol: com 5 x 3 em Cuba, as brasileiras vão para a semifinal pela primeira vez e encaram hoje Porto Rico.

*Hóquei na grama: após 0 x 0 no tempo normal, o Brasil perdeu para o Canadá nos shootouts na semifinal. Mas o objetivo de conquistar uma vaga nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro está assegurado.

*Medalhas brasileiras ontem: karatê com ouros de Valéria Kumizaki até 55 kg e Douglas Brose até 60 kg e bronze de Aline Souza até 50 kg; atletismo com pratas de Fabiana Murer no salto com vara e Ronald Julião no lançamento de disco e bronze de Luiz de Araújo no decatlo; e boxe com bronze de Rafael Duarte nos pesados.

Sintonia PB

Começa o tópico desta "24 Horas" que está antenado no que ocorre fora dos esportes. Às novidades:

*Divulga a Record que o "Balanço Geral RS" da última terça ficou em segundo lugar aqui em Porto Alegre na média, com 8 pontos e 24% de participação, sendo líder em alguns momentos com 11 de pico. Neste dia, a pauta que predominou foi a enchente que até hoje deixa boa parte do Rio Grande do Sul debaixo d'água, com grande parte das 2 horas e 40 minutos de duração ocupadas por vivos de cidades da região metropolitana.

*Por sua vez, o "Balanço Geral RJ" tem sido vice-líder na média de audiência. Leio no NaTelinha que o índice de julho tem apontado 6,8 pontos das 12h às 14h40, contra 5,8 do SBT. Mostra de que, mesmo que o "SBT Rio" obtenha a segunda colocação, o ritmo não é mantido por "SBT Esporte" e "Arnold" / "I Love Lucy".

*Leio no Flávio Ricco que a nova ordem no jornalismo da Record em São Paulo é diminuir bastante as matérias policiais em "SP no Ar", "Fala Brasil" e "Balanço Geral SP". Até aí tudo bem, pois é exagerada a quantidade de pautas de violência nos seus noticiários. O porém apontado pelo "guru" é que repórteres, produtores e editores têm que trabalhar o dobro ou o triplo no mesmo tempo de trabalho, e aí complica muitas vezes.

*Por não haver transmissões do Pan programadas para esta faixa (só a do vôlei às 22h), esta sexta-feira terá em edição gravada a última exibição do "Programa da Tarde". Britto Jr. sai de cena por enquanto, não se sabe qual sendo seu futuro na Record - ainda mais depois que confirmaram Roberto Justus na próxima "Fazenda" -, ao passo que Ticiane Pinheiro e a "Patrulha do Consumidor" do Celso Russomanno vão para o "Hoje em Dia". A partir de segunda-feira, tem as reprises de "Prova de Amor" às 14h45 e "Dona Xepa" às 15h45.

*Leio na Lígia Mesquita que Marina Person não teve renovado seu contrato pela TV Cultura, na qual apresentava o "Metrópolis" aos domingos. Eram 4 anos de emissora dela, que se diz muito triste pelo ocorrido com a emissora, que está em contenção de gastos, passou por uma recente paralisação e teve 53 demissões.

*Cultura, que leio no Daniel Castro que pode apostar em humor popular pois gravou um piloto para um possível novo seriado chamado "Quinho e Sua Mochila", que se passa numa vila e tem inspiração direta no "Chaves". Ocorre que faz 1 ano que está suspensa a produção da nova versão de "Vila Sésamo", para a qual já recebeu recursos da parceira TV Brasil. O elenco está selecionado, mas ninguém assinou até agora.

*Sexta-feira dos 85 anos do nascimento de Jece Valadão, que morreu em 2006 e que interpretou bicheiros em filmes como "Boca de Ouro", "Amei um Bicheiro" e "Deu Águia na Cabeça", além de atuar em produções na TV como "Pantanal" na Manchete, "O Dono do Mundo" na Globo e "Cidadão Brasileiro" na Record.

*Tem seriado estreando no SBT na próxima segunda: "Família Hathaway", comédia da Nickelodeon que durou 47 episódios em duas temporadas de 2013 a 2015. Passará às 13h30 e retirará meia hora do "Arnold".

*Leio no Flávio Ricco que desenhos que passavam na Globo sairão no fim deste mês e passarão a ser exibidos pelo SBT em agosto: "Kung Fu Panda", "Pinguins de Madagascar" e "Monstros vs. Aliens".

*Dan Hedaya faz 75 anos hoje. Ele atuou em filmes como "Gosto de Sangue", "Quem Tudo Quer, Tudo Perde", "As Patricinhas de Beverly Hills" e "A Família Addams", além de séries como "Chumbo Grosso".

*Lembrança de um cara muito engraçado que nos deixou há 35 anos: Peter Sellers, que nasceu em 1925. Só como Inspetor Clouseau foram cinco filmes da saga "A Pantera Cor-de-Rosa". Mas ele não ficou somente nisso pois também fez "Quinteto da Morte", "Lolita", "Dr. Fantástico", "Que é Que Há, Gatinha?", "Cassino Royale", "Um Convidado Bem Trapalhão", "Um Beatle no Paraíso", "O Prisioneiro de Zenda" e "Muito Além do Jardim".

E fique antenado! "Sintonia PB" continua de olho no que ocorre fora dos esportes e retorna na próxima coluna.

Raridade Rara Especial: Hélio Ribeiro

Sexta-feira que marca os 80 anos do nascimento de um dos maiores comunicadores do rádio brasileiro em todos os tempos, para muitos o maior. Infelizmente não peguei sua época original, minha atenção ao seu trabalho foi despertada a partir de referências no ar do também saudoso Antônio Carvalho na Rádio Bandeirantes. Depois que resgatei muitos áudios antigos, sobretudo recuperados na programação da própria RB a partir do excepcional Cedom liderado pelo Milton Parron, entendi perfeitamente por que ele foi tão especial, tão campeão e até hoje tão querido por tanta gente que o acompanhou em suas mais de quatro décadas de atividade. Não há como não se envolver escutando sua comunicação através de belíssima voz. Foi realmente um supercracaço.

Nascido José Magnoli, começou na Rádio Panamericana nos anos 60, no programa de Wilson Fittipaldi, aprovado em teste por Blota Júnior. Depois, trabalhou nas rádios Tupi e Difusora de São Paulo, Bandeirantes, Globo e Capital, também exercendo cargos de diretor artístico e de programação (a passagem na Bandeirantes é ainda hoje a mais memorável de todas, não apenas pelo comunicador à frente do "Poder da Mensagem", mas pela direção da emissora). Foi narrador de trailers de filmes para Paramount, Fox, MGM, Columbia e Universal. Quando esteve no Sistema Globo de Rádio, foi tanto apresentador quanto correspondente nos Estados Unidos. Depois da sua morte, seguidores fundaram o Memorial Hélio Ribeiro para preservar sua linda história radiofônica. Um dos integrantes, Sidney Magrini, falou aqui no quadro "Radioamantes no Ar" do Rodney Brocanelli na webrádio Showtime.

O tópico resgata 10 momentos que ajudam a explicar um pouco por que Hélio Ribeiro foi tão magistral e, ainda hoje, referencial obrigatório. Muita gente concordará comigo, especialmente a moça do Karmann Ghia vermelho, que até hoje ninguém sabe quem era. Os três primeiros são da década de 70 e não sei precisar o ano.

Este aqui tem sua explicação para a definição do título de "O Pulo do Gato", que a Rádio Bandeirantes estreou em 1973 (segue no ar passados 42 anos) e que Hélio queria que se chamasse "Antecipação".

Este aqui traz uma emocionante crônica que um filho dedica para seu pai (algo que admito que doeu demais em mim quando a escutei num Dia dos Pais no "Domingo Esportivo" por razões particulares que não vêm ao caso).

Este aqui é uma crônica sobre mães, sobre o papel que a mulher deve assumir diante do seu filho e que critica as mães que não assumem suas responsabilidades. Mais um áudio que pega fundo no coração.

De 1973, a abertura de um "Correspondente Musical", sempre marcada por uma criatividade elevadíssima.

De 1973, a última entrevista concedida pelo cantor Agostinho dos Santos, rodada no dia seguinte à tragédia no aeroporto de Orly com dezenas de pessoas, entre elas Agostinho e o cronista esportivo Júlio Delamare.

De 1975, abordagem no "Poder da Mensagem" sobre as diferenças entre soviéticos e norte-americanos a partir da missão especial Apollo-Soyuz, que reuniu astronautas dos dois países em tempos de Guerra Fria. A Bandeirantes reprisou este áudio no "Domingo Esportivo" da semana passada, numa dessas coincidências da vida, bem no mesmo dia dos 35 anos da abertura da Olimpíada de Moscou, que teve o boicote dos Estados Unidos.

De 1976, um memorável "Poder da Mensagem" com Hélio recebendo Chico Anysio, que interpretava Roberval Taylor em seu show de humor na TV Globo. Diziam que o comunicador não gostava da imitação do humorista com este personagem, mas era só intriga barata. A união deles rendeu uma edição espetacular.

Bela do Dia: Sheila Bordalo

Sheila Bordalo, mãe da jornalista esportiva Aline Bordalo. Com razão a repórter ex-Band e Verdes Mares é tão linda e graciosa. É praticamente uma cópia da mamãe, que hoje está de aniversário e que aqui recebe este presente.

De 1977, uma crônica sobre a realidade dos menores abandonados pelos maiores abandonadores.

De 1989, a lindíssima crônica "Eu Sou o Rádio", interpretada por Hélio na Rádio Excelsior (atual CBN).

De 1996, uma homenagem ao lendário sonoplasta Johnny Black devido à sua morte. Este áudio complementa em posteridade um primeiro que destaco no "Raridade Rara" do "Papo de Mídia" de hoje.

Clipe do Dia

Também aqui tem Hélio Ribeiro no dia dos 80 anos de seu nascimento. São três das famosas versões livres para o português que ele fazia para sucessos internacionais e que também são maravilhosas.

Começo aqui com "Bridge Over Troubled Water", com Simon & Garfunkel. Áudio da Rádio Bandeirantes.

Prossigo aqui com "By The Time I Get To Phoenix", com Johnny Rivers. Áudio da Rádio Excelsior que é precedido por mais uma bela declaração de Hélio: o rádio é a maior oportunidade perdida de melhorar o mundo.

Concluo aqui com "My Way", com Frank Sinatra. Áudio da Rádio Globo precedido por Hélio contando uma história da vida do cantor. Esta já é uma das gravações mais sensacionais de todos os tempos, que paro para escutar com muito sentimento quando toca no rádio, e com a versão livre em português só é mais engrandecida ainda.

Arremate

Dia 8 de setembro, às 21h40 de Brasília, tem o amistoso Estados Unidos x Brasil em Massachusetts.

"24 Horas" volta antes que saibamos se a Seleção será melodiosa feito a canção dos Bee Gees!

O COLUNISTA: Edu Cesar é criador e editor do Papo de Bola (autor também da coluna "Papo de Mídia") e editor do blog "Papo Final" no Final Sports.

TWITTER: @papodebola
FACEBOOK: SitePapoDeBola
E-MAIL: papodebola@gmail.com
BLOG NO FINAL: papofinal.final.com.br


LEIA
COLUNAS ANTERIORES
VEJA
"BELAS DO DIA" ANTERIORES

.


 
Seja mais um seguidor do Papo de Bola e leia as manchetes do site e comentários diversos.

PAPO DE BOLA - O SITE Desde 2/6/2003 Jogue junto com este time!
Criação, produção e edição Edu Cesar E-mail papodebola@gmail.com

.